Capítulos Recentes:


.








.
.





.





.

Fanfiction: Summer Love - 1º Cap: POUSADA/ UMA CANÇAO,UM OLHAR

Autor: Zoye Lene
Capa/Beta Texto: @Jessica_keli TLM.

         Taylor, é um ator muito famoso,um ídolo teen, responsável por milhares de corações suspirantes.
Lene, uma jovem mãe, que decidi viajar com sua família para a praia a fim de curti o fim de ano e aproveitar o verão e é na varanda da pousada, que  os dois se veem pela primeira vez, o olhar se encontra  se encontram.
Será que vai virar amor? Sera que Lene terá coragem de largar tudo e embarcar nessa paixão,
ou sera que tudo que eles viverão, sera apenas um, AMOR DE VERAO.

EM BREVE: Fanfiction Summer Love - Publicada dia 23/09! Escrita por: Zoye lene/ Beta Jéssica Keli TLM

Escrita por: zoye lene
Capa/Beta: Jéssica Keli - TLM

         Taylor, é um ator muito famoso,um ídolo teen, responsável por milhares de corações suspirantes.
Lene, uma jovem mãe, que decidi viajar com sua família para a praia a fim de curti o fim de ano e proveitar o verão e é na varanda da pousada, que  os dois se veem pela primeira vez, o olhar se encontra  se encontram.
Será que vai virar amor? Sera que Lene terá coragem de largar tudo e embarcar nessa paixão,
ou sera que tudo que eles viverão, sera apenas um, AMOR DE VERÃO     


Personagens principais: Lene (Nina Dobrev - Anonima)
Taylor Lautner (Personagem Famoso)
  
POSTADA TODAS AS SEXTAS:
 1º CAPITULO: POUSADA/ UMA CANÇAO,UM OLHAR (POSTADA DIA 23/09/16.
2 º CAPITULO:
3º CAPITULO
-
-
-
-

Fanfiction: Diário de Uma Paixão - Capítulo 29





*** Carol POV ***


A quinta-feira chegou rápido. Eu e Nat estávamos super animadas! Pela primeira vez em alguns dias eu estava sorrindo novamente. Eu lembrava de Taylor, mas não com a mesma frequencia de antes.

Fanfiction: Believe - Capítulo 28




*** Taylor POV ***

- Marie? O que você tá fazendo aqui? Quem deixou você entrar?
- Credo Taylor, É assim que se fala com a sua namorada?
- Você não é minha namorada. Boa noite – levantei e fui abrindo a porta, mas antes que eu pensasse em algo, ela bateu a porta e trancou ficando a minha frente. Soltei uma risada debochada.

Fanfiction: Every Detail - Capítulo 42




Acordei com alguém beijando minha barriga e quando eu vejo que era Sophia. Taylor ainda estava dormindo, dei um sorriso para ela e beijei sua testa, e levantei em silêncio. A pegue no colo e descemos para a cozinha, afim de comer Nutella. Preparei o café de Sol e fui para o meu, peguei o pote de Nutella, peguei pão francês que tinha lá, peguei biscoito doce e salgado e um copo de suco de morango que fiz. Estava comendo junto com Sophia e ela ria comigo das minhas palhaçadas.

Fanfiction: Diário de Uma Paixão - Capítulo 28




*** Carol POV ***


Os dias passavam se arrastando. James me ligava para saber como eu estava, mas a ligação durava menos de 5 minutos. Não queria papo com ele, afinal, eu ainda estava magoada e queria distância. Aproveitei para lhe contar que eu, Rose e Nat íamos para a praia. Eu precisava de um tempo entre amigas, para descansar e colocar minha cabeça no lugar.

Fanfiction: Amor no Caribe - 2º Capitulo.

Fic/Texto: Jennifer Castro.
Beta: Joyce Cruz // Capa: Alexia Augusto.

- Quando ele disse que era perto, não estava mentindo! Já chegamos! - Falei enquanto olhava deslumbrada para a entrada do resort.
- Ficaremos aqui uma semana? Não vou mais querer ir embora! - Alice disse tão maravilhada quanto eu.
- Hummm... para quem odeia praia, querer ficar por mais de uma semana é um milagre! - Brinquei.
Na entrada do restort, percebemos uma aglomeração. Nada que chamasse a minha atenção, mas, é claro, que chamou a atenção de Alice.
- Hey, o que é isso? É algum evento? - Alice perguntou ao motorista enquanto ele tirava as malas do carro.
- Não é um evento. Parece que há uma celebridade hospedada no resort. - Ele explicou enquanto nós nos olhávamos assustadas.
- O quê? Uma celebridade? Sabe quem é? - Alice falava tão rápido que eu mal conseguia raciocinar.
- É dos Estados Unidos, mas não sei quem é. - Respondeu o motorista.
- É do nosso país! Ahm… Hollywood? - Alice insistiu.
- Eu não sei, senhorita… - Encerrou o motorista despedindo-se de nós.
- Alice, deixa para lá! Se essa celebridade está aqui no restort vamos saber quem é logo, logo! Eu só não quero que seja a Lady Gaga… - Falei e Alice sorriu, sem entender.
- Por quê? - Perguntou.
- Por que ela tem um corpo muito bonito e vai ofuscar o meu… - Falei brincando e Alice gargalhou como se tirasse “sarro” de mim.
Entramos na recepção do “Four Seasons”. Era um lugar lindo e chique, muito chique!
- E pensar que pagamos uma mixaria por isso… - Alice dizia rindo.
- Shhh! Fala baixo! Para todos os efeitos, somos muito ricas! - Brinquei.
Quando chegamos à nossa suíte, mais uma surpresa boa. O quarto era enorme, com vista para a piscina e para o mar!
- Que cama enorme!!! - Eu disse deitando na cama fechando meus olhos.
- Hey! Nada de dormir! Vamos colocar o biquíni e explorar o lugar! - Disse Alice, empolgada.
- Explorar? Agora? Estou morrendo de fome! - Reclamei.
- Se não explorarmos o lugar, não vamos comer engraçadinha! - Alice revirou os olhos já tirando o biquíni da mala.
- Estou com tanta preguiça… quero tomar um banho! - Falei, ainda com os olhos fechados.
- Julie! Pelo amor de Deus! Então, eu vou e você fica! - Alice decidiu.
Alice rapidamente se trocou e saiu. Eu continuei na cama e, depois, fui até a janela olhar mais uma vez a vista. O nosso andar era o último e eu ficava impressionada com o tamanho daquele lugar.
Tomei um banho e troquei de roupa tranquilamente até o momento em que Alice entra no quarto toda sorridente.
- Nossa! O que foi? Viu um passarinho verde? - Brinquei.
- Verde? Verde nada! O passarinho era bem branquinho e gato... muito gato! - Respondeu.
- Alice, não acredito que você já achou um cara gato nesse lugar… - Completei.
- Ele que me achou! Esbarrou em mim, pediu mil desculpas e, daí, eu aproveitei… - Explicou.
- Ahhhh tá bom! Eu acredito… - Eu conhecia bem a irmã que eu tinha.
- É verdade! O nome dele é Teddy… - Ela disse com os olhos brilhando.
- Wow! Você já sabe até o nome dele! - Eu ria da cara de boba dela.
- Claro! E já sei que estão só ele e um amigo hospedados aqui! Vieram passar uma semana de férias, assim como nós… - Ela explicou.
- Wow! Você é boa mesmo! - Alice não era fácil.
- Eu disse que estava com a minha irmã e que… - Ela ia completar e eu a interrompi.
- Por que você sai falando da nossa vida para um estranho, hein? - Reclamei.
- Eu só disse que estava com você! Deixa de ser medrosa! - Alice minimizou.
- Ok! E aí? Vamos explorar mais o lugar? - Perguntei.
- Eu vim pôr um pouco mais de perfume porque ele e o amigo estarão lá no bar da piscina… - Ela disse, maliciosa.
- O quê??? Você já marcou um encontro? - Perguntei, assustada.
- Não é encontro! Ele só disse que seria legal estar com mais pessoas e… - Fui interrompida bruscamente.
- Alice! Você é muito cara de pau! Eu disse que queria PAZ! - Falei alto.
- Julie, eu estarei na piscina… se quiser vir, fique à vontade. Se não quiser… - Ela disse com certo sarcasmo na voz.
Eu bufava de raiva, mas, respirei fundo antes de responder:
- Ok! - Encerrei antes que começássemos um briga.
E lá fomos nós! Coloquei os óculos de sol e fui com a pior cara que tinha.
- Melhora essa cara ou eles vão se assustar! - Alice provocou.
- Tomara que se assustem mesmo e saiam correndo… - Retruquei.
- Oi, Teddy! - Saudou Alice.


Olhei rapidamente para ele confirmando o que Alice disse: ele era bem bonito, mas, mais bonito ainda era o “amigo” que estava com ele. E o mais engraçado era que eu conhecia esse “amigo” de algum lugar…

Fanfiction: Believe - Capítulo 27




*** Taylor POV ***

- Onde você estava cara? Fiquei preocupado - Tarik mal me deixou entrar no apartamento e já começou a fazer um monte de perguntas, como sempre.
- Estava com a Jenny - eu disse sentando no sofá.
- Ah, é melhor eu sentar, porque pela sua cara, você tem muita história para contar.
- Eu sou um idiota - eu disse.
- Por quê? O que você fez dessa vez?

Fanfiction: Every Detail - Capítulo 41






Alguns dias depois *

- Luma, você está bem? - perguntou Bia.

- Não - permaneço deitada na cama.

- O que você tem, anjo? – Demi se aproxima.

Fanfiction: Sem Saída - Capítulo 14 - "Piquenique me família"




Eu havia conseguido o natal que tanto queria com minha família completa e assim como no sonho estavam todos presentes me deixando feliz, porem não faltava a mulher da minha vida quem eu tanto amo.
— Vamos nos atrasar. – falei da soleira da porta.
— Já estou terminado – ela me olhou sorrindo.
— Você está linda – a olhei — Não reclame se eu sentir ciúmes.
— Seu bobo – ela me beijou e riu — E vocês dois onde pensam que vão assim tão gatos? E você tão sexy?

Fanfiction: Believe - Capítulo 26




Eu e Taylor tomamos café e almoçamos no hotel. Conversamos sobre vários assuntos, meu trabalho, o seu trabalho, eventos que provavelmente nos encontraríamos e etc. Era bom conversar com ele, melhor ainda era beijá-lo entre uma palavra e outra. Ele acreditava que ali tinha uma namorada, mas eu sabia que era apenas mais uma. A carreira dele era a sua prioridade.

Fanfiction: Every Detail - Capítulo 40




Hoje era ano novo, decidimos ir para Nova York. Como também tenho um show na virada lá e estamos levando todos, na verdade quase todos, Bia e Paul foram passar ano novo na casa dos parentes do Paul, Demi e Wilmer foram para o Novo México, passar com a família Devonne. E eu não posso esquecer Jorgie, Deborah e Sophia que foram para Oklahoma, onde está a família dos dois. Então ficou: Eu, Taylor, meu pai, meus sogros e minha cunhada para ir a Nova York.

Fanfiction: Sem Saída - Capítulo 13 - Feliz ano novo




Cuidar de um bebe não é nada fácil e estava descobrindo isso na prática. Nos primeiros dias puder contar com a ajudar de Melody — que parecia saber tudo sobre bebes — ela passou algumas semanas dormindo aqui em casa.

Fanfiction: Believe - Capítulo 25




Depois do beijo que sempre me tira do chão, eu caí na real.
- Taylor, o que você está fazendo aqui? De novo?
- Aceitei sua proposta.
- Mudou de ideia rápido.
- Jenny, eu amo você! Amo, amo, amo. Eu nem lembro a última vez que falei isso para alguém.

Fanfiction: A Viagem - Capítulo 26






~ Pov de Dani ~



Assim que eles saíram fui pra sala e liguei a TV, não estava passando nada de interessante, então coloquei em um canal onde passava Tartarugas Ninjas e deixei lá. Eu já disse que gosto de Tartarugas Ninja? Sou simplesmente viciada!

Fanfiction: Every Detail - Capítulo 39


Todos levantaram assustados do sofá. Eu não estava entendendo nada, não sabia como falar, como agir, não sabia fazer nada. Fiquei somente olhando para ele e tentando dizer a mim mesma que aquilo ali era um sonho, até me belisquei, mas nada.

Fanfiction: Amor no Caribe - 1º Capitulo.

Fic/Texto: Jennifer Castro.
Beta: Joyce Cruz // Capa: Alexia Augusto.


- Passagens, passaporte, dinheiro… - Recapitulava Alice, pela milésima vez.
- Parece que nunca viajou! Já fizemos esse checklist mil vezes! - Resmunguei.
- Vamos! Senão perderemos o vôo! - Alice falou, puxando-me pelo braço.
Alice era muito correta com tudo e extremamente organizada. Eu era mais calma, calma até demais… acho que, por isso, sempre nos chamavam de “dupla dinâmica”: uma completava a outra.
Estudávamos na Universidade de Los Angeles e morávamos no campus. Eu estudava Engenharia e Alice, Psicologia. Ela estava um ano adiantada em relação à mim, mas, tínhamos os mesmos amigos e conhecíamos todo mundo. Alice conhecia muito mais gente, claro! Eu preferia ficar nos bastidores, como a sombra dela. Enfim, eu me sentia mais segura assim e, para quem tem 23 anos, segurança - seja ela qual for - é essencial.
- Vem, Julie!!! - Alice gritou, despertando-me dos pensamentos.

***

Era um sábado quando embarcamos no vôo 123 para Punta Cana. Era a nossa primeira vez no Caribe.
- Está empolgada? Eu nem acredito! - Falei, dando um gritinho no final. Alice revirou os olhos pra mim.
- Estou super empolgada… - Ela mentiu, horrivelmente.
- Para! Vai ter que se bronzear, entrar na piscina… - Falei, rindo.
- Ai, que preguiça disso… - Reclamou.
Dormimos durante todo o voo e, por mais que Alice não gostasse de praia, não conseguia deixar de contemplar o mar azul turquesa, quase transparente, do Caribe.
- Chegamos! Finalmente! - Falei ao entrar na recepção do hotel.
O hotel era três estrelas. Nada de mais, mas, era o que podíamos pagar. Nossos pais ofereceram ajuda financeira para a viagem, mas, seria a primeira vez na vida que não dependeríamos deles, nem para comprar uma água.
- Que cheiro horrível! - Alice reclamou alto ao entrar na recepção.
- Shhh! Fala baixo! - Repreendi-a, olhando torto e sorri, ao me aproximar do balcão.
- Ahm… bom dia! Temos uma reserva em nome de Julianne Baker. - Falei, orgulhosa.
A recepcionista pediu nossos passaportes e, após cinco longos minutos, disse:
- Não há nenhuma reserva com este nome!
Alice imediatamente olhou-me como se fosse me matar.
- Hey! Eu reservei, sim! Está bem aqui! - Eu protestei, nervosa, mostrando os papéis da reserva.
A recepcionista ficou pálida porque percebeu que, por algum motivo, eles que haviam cometido o erro.
- Vou chamar o gerente. Com licença… - Ela saiu apressadamente.
Eu já estava sentindo dor de barriga!
- Vamos dormir na rua!!! - Alice ronsnava, deixando-me ainda mais desesperada.
Após longos minutos, o gerente se aproximou:
- Senhoritas, perdão pelo terrível engano! Realmente, não temos uma reserva neste hotel. Porém, acabamos de reservar uma suíte no “Four Seasons”. Ele fica a um quarteirão daqui. - O gerente explicou.
- Se esse hotel é assim, imagina o que eles vão nos mandar!!! - Alice disse, em voz alta.
- Senhoritas, o “Four Seasons” é um hotel cinco estrelas! É um resort no sistema “all inclusive”. - Completou o gerente.
- Oh… - Dissemos juntas.
- O carro vai levar vocês até lá. Mais uma vez, peço desculpas pelo inconveniente! - Lamentou o gerente.
Alice e eu nos olhamos e sorrimos. Nossa aventura pelo Caribe estava apenas começando.

EM BREVE: Fanfiction - Amor no Caribe, Escrita por Jennifer Castro.




Autora: Jennifer Castro
Beta: Joyce Cruz
Principais personagens: Taylor Lautner, Teddy Purdy, Alice e Julie Baker.
Gênero: romance.
Censura: 16 anos
Status: fanfic finalizada
Numero de capitulos: 13
Gênero: romance.
Censura: 16 anos
Status: fanfic finalizada

Numero de capitulos: 13
As irmãs Alice e Julie foram passar férias no Caribe.Taylor Lautner e o assistente Teddy Purdy, também.Elas queriam férias e diversão.Eles queriam descansar e sair dos holofotes.Elas eram anônimas.Eles eram celebridades.Divirtam-se com a fanfic "Amor no Caribe"
POSTADA TODAS AS SEGUNDAS
LEIA A PRÓLOGO - (CLIQUE AQUI)
1º Capitulo - (Posta dia 09/05/2016)

Fanfiction: Amor no Caribe - Prólogo.

Fic/Texto: Jennifer Castro.
Beta: Joyce Cruz // Capa: Alexia Augusto.
Prólogo

- Eu não acredito que já é amanhã! - Pensei alto olhando para Alice.
- Economizamos todos os centavos do universo para essa viagem! Espero que seja boa, pelo menos… - Ela sorriu e piscou.
- Eu tenho medo quando você pisca… - Brinquei.
- E eu tenho medo de quando você sorri… - Ela replicou.
- Uma semana! Uma semana de descanso, sol, praia e mar!!! - Falei pulando na cama, esgotada, após de uma semana intensa de aulas na faculdade.
- Eu só quero beijar alguém! Beijar muito! Você pode ficar com a praia inteira, se quiser! - Alice falou enquanto tentava arrumar a mala.

EM BREVE: Fanfiction - Filhos de Octus por Cah Mazurok.


Nome: Filhos de Octus.
Escrita por: Cah Mazurok.

Protagonistas: Madison (Mad) Elizabeth Gillies, (Raphael) Adam Lambert, Mick (Vilão) Taylor Lautner.

Censura: 12 Anos

Sinopse: Guardiões retornam para defender seu mundo das Trevas, A profecia precisa ser cumprida para o equilíbrio voltar, mas não será fácil. Um descendente de Octus foi enviado para deter seu próprio irmão, Raphael ainda deve enfrentar uma missão ainda mais árdua e complicada: Treinar Madison, uma garota um tanto complicada, mais com a linhagem sanguínea de um Guardião. Destinada a Reinar ou Morrer.

Postagens: Aos Domingos.
Número de Capítulos: indefinido.

Se interessou? dá uma olhadinha na INTRO! (AQUI)
1º Capitulo. (Em Andamento).


Fanfic: Ela é para o meu irmão - Cap 44

Capa/Fic: Jéssica_keli - Jéssica TLM.

Respirei fundo mais logo se foi meu suspiro de alivio.

Pisquei os olhos confusa – oque?

Suas expressões iguais as minhas, der repente olhou pra cima – Emili você achava que nós..– desistiu de  terminar  rindo. 

Fanfiction: I Know Is Forever - Capítulo 23




Pov: Ian

Quando minha mãe contou que estava nos dando uma lua de mel, eu não podia acreditar. Eu não faria nada, sei como Lily se sentiria desconfortável se força­sse a barra. Por isso já tinha planejado tudo: eu iria falar que a empresa precisava de mim, então não poderia me ausentar.

Mas como foi a minha mãe que preparou tudo, eu fiz o que qualquer homem faria, aceitei. Saber que teremos um mês juntos me deixa totalmente em êxtase, nada para nos atrapalhar. Entrar no avião com a minha mulher ao meu lado foi algo mágico, ali eu não era ninguém, simplesmente um homem apaixonado.

Fanfic: Ela é para o meu irmão - Cap 43

Capa/Fic: Jéssica_keli - Jéssica TLM.

Se você quer começar a acompanhar a fic [Clique Aqui] e leia os capítulos anteriores.
para ficar por dentro da fic leia o capitulo 42 para relembrar onde parou [Aqui]
Boa Leitura!

Aquele cheiro estava tão impregnado na minha mente, que duvidei se apenas um sonho..
Será que era real?
Taylor jamais saberia onde eu estava e mesmo se soubesse não faria oque eu tanto duvida se era sonho se era real..

Fanfiction: Every Detail - Capítulo 38



- Porque não é você que está no meu lugar... - falei e ele começou.

...

Acordei com alguém pulando nas minhas costas, e quando eu vejo quem é... Sophia.

- Corre tia... corre! - falou ela, por sorte eu e Taylor estamos com roupas, na verdade Taylor de cueca, eu de calcinha com a blusa dele - Vamos, os presentes tia... corre. - falou ela pulando de alegria, animada que só.

- Pera meu amor... tia já vai. - olhei para o lado e Taylor não estava ali.

- Tio Taylor já desceu... só falta a senhora. - falou e eu ri do seu ânimo.

- Está bem... desce lá, vou tomar um banho rápido e já desço. - falei e lhe dei um beijo na testa, ela ainda estava com a roupa de dormir e com os cabelos soltos. Ela desceu de cima de mim e eu fui em direção ao banheiro. - Vai me esperar é? - ela assentiu fofa. - Tudo bem... vou sair em cinco minutos. - falei e fui logo tomar banho, coloquei uma roupa de casa mesmo. Logo sai e encontrei Sophia brincando com os dedos. - Vamos mocinha. - falei e peguei ela no colo, fomos descendo, logo ela saiu do meu colo e correu para abrir os presentes, logo foi parada por Deborah.

- Filha... não, depois do café. - falou Deborah, Sol faz cara de emburrada e eu ri da situação.

- Bom dia gente... - falei me juntando na mesa com todos, sentei do lado do Taylor, a única cadeira que sobrou.

- Bom dia... - falaram todos, Taylor me deu um selinho e logo começamos a comer, tinha de tudo. Frutas, bolos, queijo, suco, leite, iogurte, pão, ovos mexidos, bacon, tudo o que você imaginar. Depois de algum tempinho, era cedo ainda, por volta das oito da manhã, todos nós fomos para a sala, na verdade todos não, menos Sophia que estava empolgada e Makena que queria logo os presentes dela.

- Quem colocou aqueles presentes? - perguntei, pois tinha uns embrulhos que a gente não viu ontem.

- Deve ter sido minha mãe, ou meu pai logo que fomos dormir... não sei, - falou Taylor, nós estávamos sentados em um sofá juntos, agarradinhos, estava um pouco frio. E logo todos começaram a abrir os presentes. Logo ouvi um grito, todos nós nos agitamos, pois foi o grita da Sophia, que veio da cozinha, eu larguei de Taylor e sai correndo, quando chego lá, Sophia estava pulando igual uma maluquinha.

- Você me deu um susto! - falei com a mão no coração.

- Na verdade ela nos deu um susto. - falou Paul.

- Que foi meu amor? - falou Jorgie com a filha.

- Olha... - falou Sophia mostrando para todos, era aquele urso roxo do filme Toy Story 3, procuramos ele em tudo que é lugar e nada de se achar.

- Amor foi você quem... - Jorgie interrompeu a mulher.

- Não amor... eu tentei até comprar pelo computador só que esgotaram.

- É eu acho que papai noel resolveu colocar presentes a mais na nossa árvore. - falou Makena com a Torre Eiffel na mão, uma replica menor, do tamanho de um urso de pelúcia pequeno.

- É com certeza ele deu as caras... - falou Bia que acabara de chegar com uma caixinha na mão, quando ela abriu começou a tocar uma música baixa.

- Vamos todos lá ver... - falou Daniel, meus sogro, concordamos todos em ver. Paul ganhou um pac-man como despertador. Meu sogro um fusca em miniatura. Minha sogra, bonecas russas. Deborah uma Marilyn Monroe em escultura pequena. Jorgie um disco de vinil, Michael Jackson, o primeiro. Taylor ganhou um globo terrestre parecendo antigo. E eu? Vou abrir agora...

Quando eu abri, não entendi... era um globo de neve, aqueles que você balança e tem aquelas paradinhas parecendo neve, só que nele tinha um bebê no carrinho, ele era pequeno, estava dentro do carrinho.

- O que você ganhou amor? - falou Taylor.

- Isso... - falei e mostrei, ele sorriu, olhou para mim e viu o que tinha ali no meio da bola.

- Olha... - falou Paul.

- O que foi? - perguntei curiosa, ele me mostrou algo que estava dentro da caixinha do meu presente, era uma cartinha.

- Passa ai... - falei e ele me passou, abri ela e li - "Que seu bebê venha com saúde, pois amor e alegria ele tem bastante. Que você e seu futuro marido sejam felizes, com amor..." não diz quem é... - comecei a pensar quem fosse e quando eu olhei para a janela, vi uma pessoa, bem longe, me levantei do sofá e andei até a janela, Taylor ficou me chamando e eu não liguei, tentei ver quem era e nada... deixei o presente e a carta em cima de alguma coisa e fui até a porta e abri, meus olhos se encheram de lágrimas. Não podia ser... - Pai... - sussurrei já chorando.

- Oi filha...



Continua...

Fanfiction: Every Detail - Capítulo 37




[...] faltam algumas coisas...

...

Taylor contou tudo que ocorreu, e logo deixou que eu falasse...

- Como... - tentei me controlar para eu não dar um ataque - Eu perdi o bebê...

- Aquela desgraçada... ela está no lugar que merece... - falou Daniel.

- Tudo bem pai... não se estressa - falou Taylor.

- E como você está minha querida? - falou minha sogra.

- Vou superar... - respirei fundo - Nós vamos... - falei e apertei a mão de Taylor e ele puxou meu queixo, fazendo nossos lábios selarem.

[...] Alguns meses depois*

- Naaão... - falei gritando e soltei um grito fino no final - Taylor me coloca no chão... - falei rindo, estava parecendo um saco de batata, falta uma semana para o Natal e eu estou tentando arrumar a árvore... tentando mesmo.

- Não... só quando subirmos - falou ele também rindo.

- Amor agora não... deixa eu terminar de enfeitar a árvore. - falei rindo.

- Não... depois fazemos isso. - falou ele e me jogou na cama - Cara eu não estou aguentando - falou ele olhando para baixo, eu o segui com olhar e ele estava excitado, sua ereção parecia que queria sair da bermuda - Vem... - falou ele me puxando e tirou minha roupa em um instante. Ele tirou a sua rápido também, e logo ele estava brincando com minha intimidade...

- Taylor... para... não aguento mas... - falei gemendo.

- Que tal... - falou ele se masturbando.

- Não... não vou fazer isso, você sabe que eu acho... tudo bem eu... - peguei sua intimidade e comecei a masturbar.

- Vai.. rápido - falou ele fazendo carinho no meu rosto, e eu fiz... e foi rápido, ele puxou meu queixo, me beijou, e logo me deitou na cama.

- Taylor... o preservativo... - falei para ele.

- Que tal já começarmos tentar de novo? - falou ele, e deu um sorriso malicioso no final... e eu retribui mas com um sorriso meigo.

- Mas... hoje - virei ele e fiquei em seu colo - Quem comanda sou eu... - falei e ele sorriu.

- Já falei para você que gosto quando você comanda? - falou ele com um sorriso malicioso no rosto.

- Não... - peguei e coloquei na minha intimidade. Comecei a rebolar e depois de um tempo estava cavalgando, equanto isso ele as vezes me provocava...

[...]

- Agora eu vou arrumar a árvore... - falei depois de um banho bem tomado.

- Vou com você... - falou ele e fomos.

No meio da arrumação, o celular dele tocou. Ele foi para a varanda e depois de dez minutos voltou, e com um sorriso no rosto... chegou perto de mim e me abraçou por trás...

- Que tal... natal com a família? Eu, você, meus pais, minha irmã? - falou ele.

- Mas e o pessoal? - fiz cara emburrada para ele.

- Podem ir também... então já está confirmado - falou ele e me deu um beijo no meu pescoço, se abaixou e eu já sabia que ele ia fazer. Ele me botou em seus ombros, para colocar a estrela em cima da árvore.

Uma semana depois*

- A gente se encontra lá? - falou Taylor no telefone e logo desligou.

- Eai? - perguntei para ele.

- Eles vão se encontrar com a gente lá... - falou ele, quando me viu ele veio até mim e me deu um beijo - Cara, você está muito gata. - falou ele me girando - Vamos comemorar o Natal aqui... o que maravilha - falou ele e ri.

- Doido... Bia e Paul vão se encontrar com a gente lá também e Demi não vai dar para ir. Vai passar o natal com a família e o namorado - falei e fiz biquinho que logo foi mordida.

- Tudo bem... - falou ele.

- Você colocou todos os presentes no carro? - perguntei a ele e assentiu - E a sacola com as roupas? - assentiu - Pegou a torta dentro do forno? - assentiu - E o bolo? - ele não fez nada - É, você esqueceu o bolo.

- Vou pegar... - falou ele e foi na cozinha, mas logo voltou - Amor onde está o bolo? - falou ele confuso.

- Pera. - falei e fui até a geladeira, puxei ele pelo colarinho - Serve aquele ali? - perguntei para ele, ele riu e me deu um selinho. Logo ele pegou o bolo e colocou em cima da mesa junto com a torta. - O que a torta está fazendo aqui? - perguntei a ele
- Merda... o que foi que eu levei então para lá para baixo? - falou ele - Acho que levei a frigideira - falou e rimos, peguei a minha bolsa, os presentes e nossa roupa já estava dentro do carro, agora vamos levar a torta e o bolo - Vamos.

[...]

- Ele chegaram... - falou Makena que logo saiu de casa correndo e veio nos abraçar, mas se deparou comigo segurando uma torta e Taylor com um bolo, e logo ela falou - Me diga que é a torta de nozes que eu gosto.

- É a torta de nozes que você gosta. - falei e ela logo pegou a torta da minha mão e entrou, eu e Taylor rimos, Deborah e Daniel estavam lá dentro, mas logo saíram.

- Dona Luma, eu disse o que para você? - fiquei confusa, mas logo me toquei - Querida não precisava fazer - falou ela e me abraçou.

- Mãe... eu falei com ela - falou Taylor que deu o bolo para o pai levar.

- Venha cá... é aquele bolo com frutas dentro? - falou meu sogro animado.

- É sim. - falei para ele.

- Você é a melhor nora que alguém pode ter. Taylor se você largar essa mulher eu te mato muleque. - falou Daniel e logo caímos na risada, Deborah pegou as coisas que estavam no banco do passageiro, nossos celulares, minha bolsa, a carteira de Taylor, a chave do carro. Eu peguei a sacola das roupas, e Taylor a de presentes. Logo quando estávamos entrando ouvimos uma buzina, quando vimos Bia e Paul tinham chegado e logo atrás Jorgie, Deborah e Sophia.

Entramos rápido, Taylor deixou a sacola das roupas no seu antigo quarto, deixei a sacola de presentes perto da árvote. E fui falar com o pessoal, meus sogros e minha cunhada terminaram de falar com eles, e logo ouvi um gritinho.

- Tia Luma! - falou minha fofa, ela estava de cabelo preso em um coque frágil, sapatilha preta e vestido vermelho, ela estava a coisa mas fofa do mundo.

- Meu amor! - falei para ela que veio correndo e pulou no meu colo.

- Estava com saudades da você tia. - falou ela passando a mão pelo meu cabelo - você está muito linda tia.

- Você está mais Sol..- falei, e demos um selinho na outra, como fazíamos e ouvi um clique e quando fui ver... Taylor tirou uma foto da gente, coloquei ela no chão, que foi logo falar com o Taylor - Gente ela me trocou. - fiz cara de choro.

- Tia, eu nunca vou te abandonar - falou ela e um lágrima caiu no meu rosto, ela veio me abraçar - Nem mesmo o bebê... ele vai vir rápidinho - ela falou e eu fiquei confusa, ela sabia, e falou isso, desfez o braço e passou a mão pela minha barriga e deu um beijo, todos da sala ficaram confusos.

- Filha... - Sophia a interrompeu.

- Eu sei que minha tia perdeu o neném que estava aqui... mas eu avisei... o neném, daqui a pouco está aqui de novo... - falou ela e Taylor me olhou com lágrimas nos olhos, na verdade todos, depois desse momento fui falar com todos. Bia estava de vestido e eu gastei com ela.

- Mentira... me belisque... Beatriz Blue de vestido? - falei e ela me olhou com os olhos cerrados - Amor... tira uma foto aqui... preciso desse momento - falei pulando alegremente. - E ainda de salto? - falei e ela fez cara feia.

- Olha que eu volto. - ela falou e eu sorri para ela.

- Coisa fofa da amiga.- falei e dei um beijo na sua bochecha - Paul, foi você né? - ele assentiu - Sabia.

- Eu arrastei ela para o shopping. - falou ele e rimos.

- Oi oi oi oi oi... - falei para Deborah e Jorgie - Eai casal? Como foram as férias? - perguntei, eles queriam vir, mas eu não deixei, eles tem que curtir as férias e não ficar se preocupando comigo.

- Foram boas... mas e você? - perguntou Deborah.

- Estou bem... conseguir superar... - falei me controlando.

- Soube que Taylor jogou a fora a chave do quarto... - falou Jorgie para mim.

- Ele vai ver... vou fazer uma coisinha com ele depois - falei e logo ele apareceu.

- Cheguei... - falou ele e me olhou. - Você aprontou o quê agora? - perguntou ele e eu fiz nada inocentemente. - Estou de olho - passou o braço pelo meu ombro - Meu pai está chamando a gente, vamos lá? - falou ele me puxando.

- Aqui... - sabia... meu sogro entregando as bebidas. - Temos que comemorar várias coisas hoje. - falou e pegou um refrigerante e passou para Sophia e Makena que não bebiam. - Agradeço a Deus por ter vocês aqui na minha família, recebemos uma notícia que nos deixou alegre, mas depois ficamos tristes - falou olhando nos meus olhos e uma lágrimas escorreu pelo meu rosto. - Mas ele está la no céu, daqui a pouco vem um ai e vai ser só alegria... mas não é só isso que vim falar, vim falar também que estamos livres de uma certa pessoa... que fique lá em paz e que não voltei filha da mãe - falou e rimos, Taylor me abraçou por trás - Agora sim podemos viver em paz. Temos daqui a poucos meses o casamento, mas esperado do ANO e que venham outros. - falou olhando para Bia e Paul, sabíamos do que ele estava falando - Temos uma pequena na família que já faz a alegria, um casal de exemplo. - olhou para Sophia,  depois Jorgie e Deborah, e logo depois para a esposa - Mas é isso. Que tudo daqui para frente dê certo, pois irá dar... - falou e brindamos, até a Sophia brindou, e chegou a dar um gritinho no final fazendo todos rirem... Quando chegou meia noite, todos nós jantamos, todos iam dormir aqui, fomos todos jantar. Sophia ficava me olhando e logo entendi.

- Vem. - falei e ela abriu um sorriso saiu da cadeira que estava, sentou no meu colo e comeu comigo. Tiramos fotos, fizemos tudo. E logo fomos todos para a sala conversar.

- Mamãe estou com sono. - falou Sophia coçando o olho, Deborah pegou ela colo, pediu licença, e minha sogra disse que ia mostrar o quarto. Ficamos conversando até que minha sogra e Deborah chegassem e logo...

- Mas e ai? - falou e fez o sinal para que Taylor e Paul saíssem.

- Paul... você vai aonde? - perguntou a Bia.

- Pera que vou pegar uma coisinha aqui... - falou Paul e piscou para mim.

- Bia... vamos ali rápidinho? - nem deixei ela falar e fui puxando ela, para o fundo da casa, que nevava um pouco - Fica aqui, já volto, esqueci algo. - falei e sai e ele apareceu, Taylor estava vindo, ele sentou em uma cadeira em frente a janela, e me sentei no colo dele, nos selamos, o pessoal chegou e ficou vendo a cena dos dois. E Paul começou...

- Sabe... fui apaixonado por você desde o dia que a Luma chegou com você aqui na casa do Taylor, desde o dia que você ultrapassou a porta de entrada não consigo parar de pensar em você. Tentei te esquecer, sabendo que não ia rolar, mas não deu, você namorou, e eu me matava por dentro, me chamava de burro, por nunca ter chegado e falado "Eu quero você, eu gosto de você". Mas não consegui, não fui homem suficiente naquela época. Mas hoje sim, hoje nesse exato momento estou sendo homem, pois eu estou na frente da mulher que eu amo, não gosto mas... EU TE AMO... amo com todas as minhas forças, amo seus defeitos, amo seus modos exagerados, amo seu amor por calça. - falou e eles riram, eu percebi que Bia estava se segurando para não chorar, mas não conseguiu, uma lágrima caiu no seu rosto e logo foi limpa pelas mãos de Paul - Amo a cada lágrima de alegria... eu sei que é de alegria está bem... - falou e riram de novo - Eu sinto muito bem quando você está triste, alegre, de TPM... - falou e todos rimos - Sei também que você vai pensar por dez segundos para responder essa pergunta. - falou e tirou uma caixinha no bolso da calça - Então... eu sei que você não gosta muito desses negócios de ajoelhar, mas... vou ficar de pé. Então... Beatriz Blue... você quer me fazer o homem mas feliz do mundo? Pois eu quero acordar com você todos os dias na minha cama, quero chegar do trabalho e ter alguém para tirar os problemas da cabeça e levar para cama, me fazer feliz e te fazer feliz... então vamos logo que eu estou ficando nervoso - falou e respirou fundo, todos nós rimos - Você aceita se casar comigo? E lá vai a contagem... 10...9...8...7...6...5...4...3...2...1... - me interrompeu

- Aceito... - falou ela e todos nós comemoramos, Paul pegou o anel e colocou no dedo da Bia, e os dois se beijaram, e logo os dois entraram, demos os parabéns, e fomos comemorar...

[...]

E agora são exatamente duas horas e meia da manhã,  estamos todos indo dormir. Mas antes... fomos todos colocar os presentes embaixo da árvore, por causa de Sophia. Eu e Taylor demos boa noite à todos, e subimos, mas quando cheguei na porta ele me puxou para o colo, tirou meus saltos e jogou em algum lugar.

- Taylor... aqui não... - falei e ele não estava nem ligando e começou a tirar a roupa, revirei os olhos sorrindo, e tratei logo de tirar as minhas roupa, mas na hora das partes íntimas ele não deixou, ele já estava sem a sua cueca box, e sua ereção estava... não sei dizer.

- Vem... - falou me puxando, e me fez deitar, ele tirou meu sutiã e começou a beijar meus seios, e logo sua boca estava na minha bariga que foi abaixando e logo ele tirou a minha calcinha com a boca. - Lá vamos nós - e me penetrou e soltei um gemido um pouco alto, que foi logo abafado pela mão do Taylor -Amor... geme baixo...

- Porque não é você que está no meu lugar... - falei e ele começou a rir.


Continua...


DEIXE SEU RECADO!

 
© Taylor Lautner Mania - 2014. Todos os direitos reservados.
Design por: Jéssica Tecnologia do Blogger