24 setembro 2013

Fanfiction: No Regrets, Just love - Capítulo 15: Starting again


Point of View, Taylor Lautner.
Abri meus olhos vagarosamente, e olhei em volta, ai sim pude constatar que tudo aquilo havia sido um sonho, sorri sem graça pra Makena e me levantei, rodeei meus olhos em volta e percebi que Winn me olhava maliciosamente, então eu olhei para baixo e pude constatar um certo volume abaixo de meu ventre.

 Rapidamente eu me sentei e cocei os olhos afastando os pensamentos impróprios, então pensei no que eu poderia fazer para me livrar da ereção, um banho gelado poderia ser a melhor solução, e o melhor a fazer então é cair na piscina. Me levantei desajeitado tentando não mostrar a ereção, e tirei minha camisa e meu shorts, andando até a borda da piscina, eu entrava lentamente na mesma e via Winn me olhando descaradamente, será que ela sabia ler pensamentos?
Point of View, Winn Badhartly
Enquanto o Taylor dormia, ele se contorcia todo, e gemia baixo, estranhei aquela reação. Antes de Makena voltar para a área da piscina, pude ouvir ele sussurrar meu nome, e meu coração quase esvaio de tanta curiosidade, fiquei o observando e assim que a Makena voltou tive que disfarçar para que ela não percebesse que eu mantinha os olhos fixos em seu irmão, então coloquei meus óculos escuros, enquanto fazíamos guerrinha de água dentro da piscina. 
Ele ainda continuava daquele jeito, todo agoniado sobre o banco, eu sorria marota pensando nas possibilidades dele estar tendo um sonho erótico com a minha pessoa, tais sonhos que eu nunca tive a oportunidade de aproveitar, mas sonhos que poderiam ser tão eróticos como minha imaginação. Só de pensar naqueles pensamentos que eu ando tendo de uns tempos para cá, fiquei intrigada, talvez pelo fato de estar sentindo aquele tal “fogo” denominado de vontade. Encostei-me na beira da piscina, pois eu já estava cansada de brincar com a Makena, e vi ela se retirando da piscina, ela foi em direção ao irmão, o que será que ela faria? 
Continuei ali da mesma maneira que eu me encontrava, então olhei para o céu disfarçando. Ouvi ela reclamar algo pra ele, mas não compreendi muito bem o que ela dizia, continuei disfarçando, e resolvi dar um mergulho, mergulhei na piscina, e bati os pés prendendo a respiração até chegar enfim ao outro lado, quando subi meu rosto pela superfície, tive a imagem dos deuses na minha frente. Ele estava tirando timidamente sua camisa, e sua bermuda, o volume super visível em sua sunga me fez corar, eu desviei o olhar o mordi os lábios, me encostei na borda da piscina, e ele foi até o outro lado entrando lentamente na mesma, sem perceber eu me pegava o olhando descaradamente, mordendo os lábios, e desejando aquele corpo perto do meu. 
Quando me toquei ele já tinha percebido, e caminhava até mim, parando do meu lado na borda, eu o fitei, e respirei fundo, pois eu ainda estava chateada com ele. De repente senti seus dedos deslizarem pelo meu braço, fazendo um carinho gostoso, e deixando meus pêlos eriçados, respirei fundo mais uma vez, e não consegui fugir do seu olhar, eu o olhei, e ele sorrio de lado pra mim, retribui o sorriso fraco.
-Winn, você me perdoa?- Ele dizia num sussuro, com a voz um tanto quanto provocante, seus dedos continuaram a deslizar pela pele esbranquiçada da garota.
-Não sei Taylor- Respondi um pouco incerta, e envergonhada por estar toda arrepiada somente com o seu toque simples.
-Eu sei que o que eu fiz foi errado, não deveria ter falado com você daquela maneira, eu estava alterado, mas eu me lembro de tudo, me lembro mais perfeitamente ainda de como foi difícil ficar longe de você esses dias. - Ele disse tudo de uma vez, enquanto minha mente tentava processar tudo aquilo que ele dizia, eu estava sentindo uma falta de ar, será que ele sentia toda aquela falta mesmo?
-Ai Taylor, eu te perdôo, mas não quero que aconteça de novo, porque não estou acostumada a ser tratada desse jeito. - Respondi tentando ser fria, quando o que eu mais queria era me jogar nos seus braços e dar um abraço daqueles, mesmo que sem malicia, mas pela importância que esse garoto tinha tomado na minha vida de uns dias pra cá.
Não tive tempo nem de respirar, e senti os braços dele me envolverem dentro da água, senti aquilo como um incentivo para um abraço, e não pensei duas vezes ao entrelaçar meus braços em seu pescoço, apertando-os ali. Era um abraço puro, sem maldade de ambas as partes, eu sentia sua respiração batendo contra meu pescoço, e acho que ele sentia a mesma coisa. Ficamos alguns segundos daquela maneira, até eu me distanciar um pouco e olhar aquela imensidão castanha. Eu sorri de lado, envergonhada sem nem saber o motivo.
-Senti falta de você seu chato!- Ele rir pelo nariz, e me mandou a língua.
-Também senti sua falta, marrenta- Ele voltou a me abraçar, mas dessa vez com mais ternura, eu escondi meu rosto na curvatura de seu pescoço, e aspirei seu cheiro maravilhoso, sentindo meus pêlos eriçarem novamente. Ouvi ele sussurar meu nome, e quando levantei o rosto fui surpreendida com um selinho, e quando íamos prosseguir.
-AAAAAAAAAAAAAAAI QUE LINDO GENTE, EU ESPEREI TANTO POR ISSO, SÉRIO, VOCÊS SÃO O CASAL MAIS LINDO QUE EU JÁ VI, QUANDO É QUE VÃO CASAR E ME DAR SOBRINHOS?
Senti a pele de minha bochecha queimar, e me afastei rapidamente, com certeza minha bochecha tinha tomado um tom vermelho rubro, eu engoli em seco, e olhei para Makena, que assistia tudo desde o começo do outro lado da borda da piscina. Como é que pude me esquecer de que ela estava no mesmo ambiente que nós?
-Makena, eu vou te pegar- O Taylor disse bufando, mas com um ar de brincadeira, e assim ele começou a nadar até a pequena do outro lado da piscina.
Comecei a assistir tudo rindo dos dois, o Taylor conseguiu pegar a menina enquanto ela tentava fugir nadando, claro que com suas braçadas mais fortes logo ele agarrou o pé da garota, e a puxou para si, segurando seu corpo e a enchendo de cutucadas que com certeza a faziam cócegas pelo fato de ela não parar de rir. Vi o Taylor falando algo no ouvido da Makena, e ela rapidamente saiu da piscina. Fiquei olhando aquilo meio espantada, o que ele tinha dito pra ela? Ela se enrolou na toalha e quase saiu correndo dali, mas um sorriso não saia de seu rosto, meu Deus to começando a ficar curiosa. Logo vi aquele garoto bronzeado andando até mim, me apertei mais a parede da piscina com medo, e logo ele parou na minha frente, seus olhos tinham um brilho intenso, o que seria aquilo? Despertei dos meus pensamentos ao ouvir sua voz, fodidamente sexy sussurando:
-Winn, o que você acha de começarmos de novo?- Ele respirou e não me deixou falar, continuando. - Você aceita jantar comigo essa noite?

Notas Finais


Por favor, não esqueçam de comentar, isso é super importante pra mim. Espero que gostem, porque fiz de coração, me desculpem mais uma vez pela demora.

Dúvidas? Pergunte! Nossa ask a sua disposição lobo abaixo:

5 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Amei o cap!cacete até eu me assustei com a makena eu achei que ela ja tinha saído daquela área da piscina kkk achei essa cena ilaria. E o tay em?dando esse olhar de matar qual quer uma.omg amei

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA