30 setembro 2013

Fanfiction: No Regrets, Just love - Capítulo 16: Long Afternoon


Point of View, Winn Badhartly
Fiquei alguns segundos digerindo tudo aquilo, tipo, oi? Um jantar, com Taylor Lautner? Fechei os olhos e respirei fundo. Abri os olhos e me peguei perdida naquele olhar vidrado ao meu, o sorriso de lado dele já havia sumido, mas dessa vez foi eu quem sorri de maneira tímida. Então consegui processar tudo e falar.
-M-mas será tipo um encontro?- Eu disse meio assustada.
-Claro né!- Ele respondeu se aproximando um pouco mais, senti seu polegar em minha bochecha onde ele deixava um carinho gostoso, - E ai, aceita ou não?
-Aceito Taylor- Eu disse por fim, sorri de lado, e aproximei meus lábios dos dele selando-os.
Então sai de perto dele, e mergulhei até o outro lado, chegando à escadinha, olhei pra trás, pisquei pra ele e sai da piscina, me enrolando no roupão e entrando em casa.
Entrei pela porta dos fundos para não molhar a casa toda, e subi direto para o quarto, fui direto para o banheiro, e entrei no mesmo, deixei o roupão no cabide que tinha ali, e entrei no box para tomar um banho, e tirar todo o cloro da piscina. Assim eu fiz, me lavei, lavei meu cabelo, esfoliei minha pele e sai do banho, me enrolei numa toalha e fechei a porta do quarto, então comecei a me enxugar, e ai olhei para o som, e resolvi ligar o mesmo para ouvir uma música, eu tava sentindo falta disso. Liguei na rádio e estava tocando I’m Out- Ciara ft. Nicki Minaj, terminei de me secar, e vesti uma roupa simples, eu precisava separar uma roupa para eu me vestir, e assim eu fiz, abri o guarda-roupa e separei algumas roupas, separei um vestido com sapato, bolsa, e acessórios, e separei um shorts, com uma blusa, uma jaqueta de couro, salto e alguns acessórios também, eu precisava perguntar ao Taylor onde é que iríamos e assim eu poderia escolher a roupa certa para não passar vergonha. Enfim fui ajeitar meu cabelo, penteei o mesmo, e comecei a secar ele com o secador, enquanto isso eu ia remexendo um pouco ao som da música, terminei de secar meu cabelo, e coloquei alguns Curl forms nas pontas para deixar as mesmas cacheadas. Assim que terminei fiquei dançando sozinha alguns minutos, até que ouço baterem na porta, pensei que fosse a Makena, então fui dançando até a porta e abri, levei um pequeno susto, pois era o Taylor, ele estava rindo, e aquele sorriso lindo me deixava com as pernas bambas, parei de dançar e o encarei super envergonhada.
-Oh desculpe, pensei que era a Makena- Eu disse passando as mãos em minhas bochechas que estava quentes, provavelmente eu estaria super corada.
-Não tem problema, até gostei!- Ele disse sorrindo, -Posso entrar?- Ele completou olhando em meus olhos.
-Claro que pode!- Disse dando alguns passos pra trás, para dar espaço para ele passar.
Então me lembrei das roupas separadas em cima da cama.
-Taylor, fecha os olhos, não quero que veja as roupas que separei para nosso encontro, tem que ser surpresa.
-Não precisa disso Winn!
-Claro que precisa, faça isso por favor?- Eu disse forçando um biquinho, e olhando para ele.
Então ele riu baixinho, e fechou os olhos, aproveitei o momento e passei por ele dando um beijo em seu rosto, eu corri até a cama e tirei as roupas de cima da mesma, deixando-as separadas dentro de uma das prateleiras do guarda-roupa. Então eu puxei o lençol da cama ajeitando o mesmo.
-Pronto Taylor, já pode abrir os olhos.
Ele abriu os olhos, e sorriu abertamente para mim, caminhando em direção a cama, eu me sentei na mesma, e logo senti o colchão afundando, anunciando que ele havia se sentado ao meu lado. Então ele veio até perto de mim e me puxou para perto dele sem dificuldade nenhuma, eu sorri e me encaixei em meio as suas pernas, de costas pra ele, me escorei em seu peitoral, e ele pousou seu queixo sobre minha cabeça.
-Hmm seu cabelinho está com um cheirinho de menta- Ele disse respirando fundo sobre meus cabelos, -Gostei!
-Ah é um shampoo que sua mãe comprou pra mim, também gostei muito- Eu disse me virando um pouco de lado, e olhando em seu rosto.
No momento ele silenciou, e ficou olhando em meus olhos, com um sorriso lindo em seu rosto.
-O que foi?- Resolvi quebrar o silêncio.
-Nada, é que estou aqui pensando, estamos agindo como se fossemos namorados- Ele sorriu mais abertamente.
-É, também percebi isso- Sorri pelo nariz.
-Mas ainda não somos namorados não é?
-Claro que não Taylor, ainda está muito cedo, temos muito o que nos conhecer ainda!- Eu disse sem pensar.
-Não temos tanto tempo assim, você já sabe quanto tempo você ficará aqui?- Ele disse me olhando nos olhos, mudando de expressão.
-É então.. Eu tenho 2 meses e meio aqui- Eu disse torcendo o nariz.
-Nossa só isso?- Ele disse me encarando.
-É Taylor, infelizmente.
-Não vamos falar disso ok? Vamos deixar acontecer sem contar os dias, será melhor, você não acha?
-Claro que sim, super concordo!
(Coloquem Last First Kiss- One Direction para tocar)
Eu disse sorrindo e senti seu olhar sobre a minha boca, eu fiz o mesmo, olhei seus lábios desenhados. Senti a distância entre nós sendo cortada aos poucos, e seu hálito foi adentrando minhas narinas, me fazendo sentir uma sensação inexplicável, meu coração estava acelerado, e então não pensei duas vezes em grudar meus lábios aos dele. Ficamos alguns minutos sentindo os lábios um do outro, até ele pedir passagem com sua língua, cedi sem exitar, e pude sentir a textura de sua língua em contato com a minha. Me ajeitei na cama, ficando mais confortável para o beijo, e levei uma de minhas mãos a lateral de seu rosto, a mão ele estava em minha nuca, puxando meu rosto, eu conseguia explorar perfeitamente a sua boca. O sabor de seu beijo era algo tão gostoso que eu mal conseguia respirar, a leveza com que minha língua ajeitava-se na dele era incrível. Pude sentir nossas línguas se entrelaçarem, era como se as mesmas fossem feitas como peças de quebra cabeça, elas se encaixavam perfeitamente, e dançavam num ritmo onde nenhuma das duas tinha controle, era somente o que nosso corpo pedia, por mais e mais. Aos poucos o ar foi faltando, e tivemos que desgrudar nossos lábios, paramos o beijo com alguns selinhos, e fui abrindo os olhos lentamente, até enxergar aquele sorriso maravilhoso, ele me olhava nos olhos, e vi seus lábios avermelhados por conta do atrito causado no beijo. Eu ri baixinho, e passei a mão em sua bochecha alisando a mesma. Aos poucos sua voz rouca me tirou dos desvaneios.
-Uau Winn, esse não foi nosso primeiro beijo, mas valeu por mil deles!- Ele riu baixinho e eu o acompanhei.
-Você me deixou sem palavras, aquele primeiro beijo foi bom, mas esse...- Eu selei seus lábios novamente e fiquei olhando.
-Então prepare-se porque por mim, você terá que beijar esses lábios aqui por muito tempo, já que a partir de agora eu só quero os seus.
-Oh, não me importo de ganhar mil e um beijos como esses, desde que todos venham de você!
Eu ri baixinho, e fui pega de surpresa, ele tomou meus lábios novamente, beijando-os com mais intensidade. Logo tratei de corresponder. Eu estou vendo que essa tarde será LONGA!


Notas Finais


Então minhas lindas, está ai mais um capitulo. Enfim, deixem comentários para eu saber o que estão achando, e até a próxima!


3 comentários:

  1. PERFEITO o capítulo louca para saber dos proxímos!!!!

    ResponderExcluir
  2. Amei e adorei to anciosa pro prox cap

    ResponderExcluir
  3. Ta perfeito esse capítulo não só esse capítulo e sim todos estão perfeito.Continua quero ver como vai ser o encontro deles dois.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA