05 setembro 2013

Fanfiction “Você pertence a mim” Capítulo 5: Why can not you just stay?


Nome: Você pertence a mim
Autora: @UmaSwiftie
Capa: @alexiaaugusto
Beta: Arlan Oliveira
Personagens: Taylor Lautner e Taylor Swift
Categoria: Original/Personalidades 

– Não, Taylor! Eu estou com fome e preciso arrumar minha mala, irei embora daqui a pouco - disse conseguindo me soltar de seus braços.

– Poxa, só queria passar os últimos segundos com você, vou morrer de saudades. – Ele disse baixando a cabeça. Senti pena ao vê-lo assim, se eu pudesse ficaria ao seu lado por toda a vida.


– Taylor, na verdade eu já estou atrasada, o motorista chega daqui a pouco - olhei o relógio antes de dizer - quer que eu cozinhe, ou você pede a comida?

– Não, eu peço a comida depois, pode ir se arrumar. – Ele suspirou e sentou na cama.

Eu arrumei minha mala e fui tomar um banho.

Sai enrolada na toalha, quando cheguei ao quarto, Taylor estava encarando a rua pela janela, ele estava com um semblante entristecido, senti meu coração apertar ao ver aquilo.

–O que foi hein? – Disse encostando minha cabeça em seu ombro.

– Tirando o fato que daqui a pouco não estarei mais perto de você, nada. – Disse ele, virando-se para me encarar.

–Taylor pare com isso. Ficamos de ir para a tal praia semana que vem não foi?

– Foi Taylor, mas... – Antes que ele pudesse terminar eu o interrompi.

– Mas nada, é só uma semana, vai passar rápido! - Segurei seu queixo e o beijei..

– Eu não lhe aconselho a ficar somente de toalha perto de mim.

– Como sempre um piadista, engraçadinho. Então me dê licença que eu vou me trocar.

– E por que não se troca na minha frente? – Sorriu malicioso.

– Taylor, por favor... – Apontei em direção à porta.

– Olhe, eu já vi você, com-ple-ta-men-te... – Ele fez o favor de praticamente “soletrar” o completamente.

Eu sabia que ele não sairia dali, então eu mesma saí e fui para o quarto de hóspedes.

Coloquei uma calça jeans, uma blusa cinza e uma bota preta, uma das minhas preferidas. Deixei meu cabelo solto e passei meu perfume.

– Uau! Tudo isso é para ir pra casa? – Seus olhos foram dos meus cabelos até o bico das botas.

– Você queria que eu fosse nua?

–Desde que eu fizesse parte dessa viagem, sim!

Gargalhei dando-lhe um soco em seus ombros.

Ouvi meu celular tocar. Dirigi-me até o criado mudo localizado ao lado da cama e o apanhei.

– O motorista já está me esperando lá em baixo. – Era doloroso me despedir dele, sempre foi.

– Por que você não pode simplesmente ficar? – Sua pergunta foi seguida de um abraço.

Ficamos abraçados por um tempinho.

– Queria poder ficar assim com você pelo resto da vida, mas preciso ir. – Dei-lhe um beijo demorado. Sabia que demoraria algum tempo para sentir seu gosto novamente...

Peguei a mala e suspirei.

– Te amo muito minha princesa – ele disse antes de eu atravessar a porta.

– Também te amo.

O motorista pegou minha mala e a colocou no carro, logo após abriu a porta para que eu entrasse.

Olhei para cima e o vi no 13º andar na janela de seu quarto, acenei e sorri, ganhando um beijo em troca.

Então vi que era hora de ir, entrei no veículo, coloquei meus fones de ouvido, e fechei os olhos.

Pensei no tempo que passei fora de casa, eu estava em turnê e logo depois vim encontrar o Taylor, vi minha mãe poucas vezes em meus shows, meu pai e meu irmão também.

Durante a viagem inteira pensei em como meu final de semana havia sido incrível, toda a atenção que ele me dava querendo fazer com que tudo ficasse perfeito, o quanto ele ficava feliz só pela minha presença.

Depois pensei na noite completamente maravilhosa que tivemos. O modo como me tratava... O carinho... Cada toque arrepiante de suas mãos...

Foi fácil dizer a ele que uma semana passaria rápido, mas sinceramente, acho que nem eu agüentarei ficar longe dele por tanto tempo.

Cheguei às nove da noite em casa.

Queria fazer uma surpresa aos meus pais e irmão, então entrei de fininho e os vi juntos assistindo a um filme. Soltei a mala no chão e fui para perto deles, avistei Austin com a Meredith no colo, senti vontade de gritar ao ver tanta “fofura”, pois estava com muita saudade dela também.

– Estão assistindo a que filme? – Eles olharam assustados para trás, não esperavam ninguém ali.

–Taylor, minha princesa! – Mamãe levantou-se e veio me abraçar enchendo-me de beijos.

Aproveitei o momento e abracei toda a família.

Sentamos os quatro na sala. Eles perguntaram como foi meu final de semana e manifestaram seu desejo de conhecer Taylor pessoalmente.

– Filha, já jantou? – Meu pai perguntou.

– Não, mas não estou com fome. Subirei para o meu quarto e descansarei. – Dei um beijo em cada um e subi com Meredith nos braços.

Tomei um banho, coloquei minha roupa de dormir e deitei. Resolvi ligar para Taylor.

– Já estou em casa – falei assim que ele atendeu ao telefone.

– Que bom! Como foi a viagem? – Sua voz estava meio abatida.

– Cansativa. Taylor está tudo bem?

– Sim. – Ele foi rápido e frio.

– Ótimo então. – Acrescentei mesmo sabendo que não estava tudo bem – vou dormir. Amo você. Cuide-se.

– Também a amo.

Demorei um pouco para pegar no sono, estava preocupada com ele, mas sabia que aquilo seria passageiro. Até que me rendi ao cansaço, e adormeci...

Acordei às dez e meia da manhã, com o toque de SMS do celular... Era um torpedo dele.

“É totalmente horrível acordar e não te ver ao meu lado.”

Fiquei lendo várias vezes aquela mensagem, “como ele pode ser tão fofo?” Pensei encantada. Depois de dez minutos resolvi responder.

“Isso vai durar apenas uma semana. Estou com saudades.”

Durante a semana inteira eu gravava, passava um tempo com a minha família, ligava para os amigos... Parece que quanto mais você quer que um dia chegue, mais ele demora...


Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA