01 novembro 2013

Fanfiction com Lautner e Swift: Você pertence a mim – capítulo 11: Some truths hurt.


Atenção: os possíveis erros ortográficos e/ou de digitação são de responsabilidade da autora e podem fazer parte da linguagem da web, gírias e dialetos utilizados por ela.

Eu resolvi dirigir devagar, aproveitar e pensar um pouco na minha vida e nos meus sentimentos super confusos.

Cheguei no meu apartamento em Nashville umas 7h da noite, eu gostava de ficar nele tipo dar pra ver praticamente Nashville inteira dele é incrível.

Abri minha bolsa e peguei minhas chaves, mal abri a porta e...

– Taaaaaaaaaaaaaaaaylor. – Selena gritou me dando um abraço. – Que saudades, achei que você só tivesse tempo pro seu namorado agora. – Ela brincou e rimos.

– Também estava com saudades Sel. – Sorri e a abracei novamente. – Preciso de um banho urgente. – Falei olhando pra mim mesma e indo para o banheiro.

Depois do banho coloquei uma calça cumprida e uma blusa de mangas cumpridas também, estava fazendo um pouco de frio. Senti um cheiro maravilhoso vindo da cozinha e fui para lá.

– PIZZA! ACERTEI? – Gritei.

– Não dá pra fazer jantar surpresa com pessoas gulosas porque elas conhecem o cheiro de qualquer comida, não tem graça Taylor era pra ser surpresa. – Ela fez uma carinha de birra e gargalhamos depois.

[...]

– Huuuuuuuuum... Realmente Selena isso está digno de uma cozinheira. – Falei provando a pizza.

– Espera só pra ver os cupcakes. – Ela deu um sorriso parecido com o de uma criança quando está pensando em algum “plano”. - A propósito mocinha você não vai ligar pro Taylor pra avisar que chegou?

– Não preciso, eu acho.

– Posso dizer o que eu acho? – Ela me encarou séria.

– Pode. – Falei meio cabisbaixa sabia que ela iria falar uma verdade pra mim, Selena sempre foi assim, se ela achar que é certo ela fala sem medo e é isso uma das coisas que mais admiro nela.

– Você não o ama. – Ela disse bem direta.

– Claro que eu gosto dele Selena.

– Não Taylor, gostar é uma coisa amar é outra, ele te ama, mas você não o ama.

– Selena aonde você quer chegar?

– Olha, eu já fui namorada do Taylor e posso dizer com a maior certeza do mundo ele não me tratava como trata você, não me olhava como olha você, não se preocupava comigo como se preocupa com você... – Ela falava me encarando. – O Taylor te ama Taylor como nunca amou ninguém, ele já me falou isso e...

– PARA SELENA! – Gritei e fui para meu quarto.

– Taylor você não quer escutar porque sabe onde vou chegar e sabe que estou certa, não estou fazendo isso só como amiga dele para ele não sofrer e sim como amiga sua também. – Ela disse entrando no meu quarto.

– Selena, por favor... – Disse me deitando na cama.

– Não nada de “Selena, por favor,” Taylor se você não o ama, não alimente um sentimento que não existe dentro de você, você quem vai acabar sofrendo com isso depois.

Algumas lágrimas traíras insistiram em cair naquele momento.

– Não chora Tay, por favor, falo isso por você e por ele. – Selena se aproximou de mim e me abraçou.

Ela ficou alisando meus cabelos e rapidamente eu dormi.

[...]

Acordei olhei para um lado e para o outro e não vi Selena.

– Selena? – Chamei-a.

Olhei para o criado mudo e tinha um bilhete.
“Precisei sair mais cedo e não quis te acordar, a noite poderia ter sido melhor e a culpa foi minha. Desculpa por tudo que te disse, faça o que achar melhor pra você e seu coração..”.
Selena.”

Semanas depois...

Eu gravava, dava algumas entrevistas, fazia alguns shows, dava autógrafos, encontrava fãs esse tipo de coisas. Sobre o Taylor? Ah a gente se falava alguns dias ele reclamava um pouco da minha falta de atenção no relacionamento e eu sabia que ele estava certo.

Hoje a noite iria ocorrer o VMA em New York eu concorria ao “Melhor vídeo feminino” eu estava super confiante.

Eu esperava minha mãe em meu apartamento ela iria me acompanhar no VMA essa noite. Preparei algumas panquecas e me sentei esperando ela chegar.

Eu estava completamente entediada esperando, então resolvi ligar pro Taylor.

[Ligação on]

– Oi senhor Black. – Falei

– Oi meu amor, tudo bom?

– Estou ótima e você?

– É estou bem, vou pra New York daqui a pouco, ansiosa para o VMA?

– É... estou. – Ri.

– Você ta com uma voz tão... – Ele ia dizer, mas eu interrompi.

– Entediante?

– É isso serve. – Rimos juntos.

– É que estou esperando minha mãe a um tempinho e está um tédio bem chato aqui. – Falei levantando-me da cama.

– Hum... Eu tiraria você do tédio. – Ele falou com uma voz sexy que eu fiquei toda arrepiada só em ouvir. Em resposta eu apenas gargalhei.

– Taylor preciso desligar vou pra NY agora, Robert e Kristen estão aqui me apressando.

– Tá bom até de noite.

– Até! Mal posso esperar pra ver você, beijos. Te amo.

– Beijos.

[Ligação off]

Depois de tudo que Selena me disse eu já sabia o que eu iria fazer naquele VMA, e eu estava pronta para isso, mesmo sabendo que alguém sairia magoado, mas como Selena mesmo disse eu não posso alimentar algo que não existe dentro de mim. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA