20 outubro 2013

Papo sobre Fics: Entrevista com a autora Déh Puertta

Nome: Deborah Puertta
Apelido: Déh Puertta

Qual seu nome, como gosta de ser chamada no mundo das fanfics?

R= Meu nome é Débora, mas sou conhecida simplesmente como Déh.

O que levou você a escrever uma Fanfiction sobre o ator Taylor Lautner?

R= Vixe... pergunta difícil. Bom, talvez o primeiro motivo seja que eu sou fã dele. Mas, quando eu comecei a escrever fanfics eu sempre me senti ‘’pouco a vontade’’ em escrever sobre ele. Tinha uma espécie de bloqueio de “inventar’’ um Taylor meu. Mas aos poucos,uma história começou a surgir na minha cabeça, tomando forma e pedindo espaço. Tive que colocar pra fora.Além disse, ao criar uma história com ele, mesmo que o que você diga sobre ele lá não seja a verdade, é uma forma de se aproximar mais deste cara que tem algo que me “atrai” a admirá-lo não só como ator, mas como pessoa...Falo demais né?? kkkkkkk


Você se inspira em alguém, alguma banda, cantor (a), o que lhe inspira a escrever?

R= LÓGICO. Me inspiro em alguém chamado Taylor Lautner! Uma inspiração de peso, diga-se de passagem. Kkkkkk...Fora ele, eu costumo buscar inspiração em músicas, poemas e textos de vários tipos. Mas a minha inspiração é traiçoeira, às vezes ela simplesmente some e nem o Taylor gostosão a trás de volta! Um saco!

O que levou você a publicar sua Fanfic conosco?

R= Uma parceria lindaaaaaaa entro o site que eu administro junto de outras meninas (Camy, Sofia, Nina e Ruama) e o TLM pra aglomerarmos o máximo de fanfics Team Lautner do BRASIL!!!  Kkkkk... Daí minha fic entrou na roda!

Link das suas redes sócias: Twitter, Facebook pessoal, Fan Page, Blog?

R= Vocês podem me encontrar no: Twilight Fanfics Interativas: CLIQUE AQUI
No meu face: CLIQUE AQUIE no Nyah: CLIQUE AQUI


Como você caracteriza seu estilo de escritora/Escritor?

R=  Hããããã.... dramática e romântica! Gosto de coisas mais intensas... lógico que não escrevo só aquelas coisas cheia de sangue, suor e lágrimas e tal... mas vez ou outra sempre tem algo relacionado a isto. Não consigo fugir. Mas não confundam: ODEIO MELODRAMA! Drama envolve sentimentos muito mais intensos e complexos. E sou um pouco poética também... sei lá. Os leitores que deveriam me definir! Kkkkkk.... E também odeio romance cheio de “mi, mi, mi”. Ainda que for um conto de fadas, tem que ter algo mais profundo. Coisas rasas não me prendem.

Qual frase traduz seu gênero literário?

R= Frase? Como assim? Pera, deixa eu pensar.... Acho que é mais ou menos o que eu escrevi há algum tempo no meu diário poético (hehehe):

Eu, sinceramente, não sei. Não sei o porquê do que faço, não desejo lucros com isto. Só que as vezes, eu sinto demais... e escrever faz bem. Escrever me faz pensar, me faz mergulhar em mim mesma, descobrir verdades nas minhas fantasias, liberar monstros.... Em determinado momento, tudo se confunde e não é apenas a minha história. A história sou eu.”


Há quanto tempo escreve? Como começou?

R= Comecei escrevendo uma história Team Jacob (minha querida primogênita) porque, depois de tanto tempo lendo fanfics e decepcionada com o fim de Jacob no fim de “Amanhecer”, uma história foi se formando na minha imaginação. A partir daí as coisas evoluíram e este mundo das fics se tornou uma espécie de vício. Dependo.

Já pensou em publicar algumas de suas fics, já pensou na possibilidade de ela virar um livro?

R= Hummm... até que já. Mas acho que não tem como. Então me convenci que não escrevo com este objetivo: ser escritora profissional. Se acontecer será um acidente do destino. Kkkkk.....

Qual sua principal dificuldade enquanto escritora?

R= Escrever. Kkkkkkkkkk.... Verdade gente! Escrever uma história é a difícil missão de passar o mundo tão colossal que existe só na sua mente para um jogo de palavras. Só que dentro de você as coisas fluem, são maiores, é difícil fazer as palavras compreenderem tudo. E além de tudo eu dependo de um sentimento que me impulsiona a vontade de escrever, eu preciso sentir aquilo que descrevo. Ou seja, quando a inspiração vai, não sou capaz de escrever uma vírgula. Complicadis....

Qual seu escritor ou escritora favorita?

R= Vários. Dos clássicos eu AMO Shakespeare (tudo a ver com minha veia dramática, hehehe...). Depois vem o Antoine de Saint-Exupéry (que escreveu “Pequeno Príncipe”, meu livro de cabeceira). Atualmente ando apaixonada pela autora das poesias do blog “Mar íntimo”, Priscila Rôde.

O que você tem a dizer para os seus leitores e novos leitores sobre suas fics?

R= Minhas histórias é parte do que sou, parte do que há em mim. Assim eu ofereço algo daquilo que me define em minhas histórias. Tudo com muito amor e carinho. Espero que gostem!


2 comentários:

  1. nossa eu nao acredito que ela ela vai postar essa fic aqui eu acompanho ela e a fic é simplesmente incrivel é a nivel de uma chance com taylor lautner na riqueza da historia vou adorar acompanhar pelo tlm

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA