29 julho 2014

Fanfiction: A Viagem - 3 Cap. Fazendo amigos e inimigos

A VIAGEM
com Taylor Lautner.
AUTORALela Matuskellah.
Status: NÃO TERMINADA
Gênero: Romance.


~ Pov de Daniely ~

Assim que minha mãe parou o carro, a porta se abriu e de lá saiu Victor o marido dela e o filho dele o Henrique. Não espantei por ver um homem mais novo, pois minha mãe nunca curtiu homens da mesma idade que ela ou mais velhos. Assim que vi Henrique dei aquela suspirada, pois ele é um gato, eu estava vendo que teria trabalho por morar com um gato como ele.

Logo eles vieram e minha mãe nos apresentou e depois de nos cumprimentarmos eles me ajudaram com as minhas malas. Já dentro da casa Henrique fez questão de me mostrar meu quarto. Eu tinha noção que minha mãe é bem de vida e Victor também, mas eu não imaginava o quanto.

A casa é enorme, com 3 andares. No térreo havia o hall, a sala de Estar, uma sala que eles chamavam de sala de tv, onde eles se juntavam em família pra assistir algum filme juntos, uma linda sala de jantar, dois banheiros e a cozinha.

No primeiro andar havia uma enorme sala de jogos, uma sala ampla que tinha entrada própria, onde eles gostavam de dar festas e 5 banheiros, e finalmente no terceiro andar a suíte da minha mãe, a suíte de Henrique, uma suíte pra mim e mais dois quartos de visitas.

Assim que entrei no que seria o meu quarto, meu queixo foi ao chão.

_ Caramba! –Eu disse pasma. –Tudo isso é meu quarto?

_ Sim, gostou? –Henrique disse me olhando.

_ Amei! –Eu respondi eufórica. – É capaz de eu me perder aqui dentro! –Eu disse colocando minha bolsa em cima da cama.

_ Meu pai queria que você tivesse o mesmo conforto que eu e transformou três quartos normais nessa suíte só pra você. –Ele disse com um sorriso nos lábios que mexeram comigo e ele notou.


_ Er... –Comecei toda atrapalhada. – Acho que vou tomar um banho.

_ Espero você lá embaixo pra tomarmos um lanche e sairmos um pouco. –Ele disse com um largo sorriso. –Isso se você não estiver muito cansada.

_ Eu tô eufórica demais pra dormir. Vou adorar sair com você.

_ Legal! –Ele disse com um sorriso mais lindo ainda. –Te espero lá embaixo.

Assim que deixou as malas ele saiu e fechou a porta. Gente eu não sabia que o filho do Victor era tão gato! Logo abri as malas pra escolher minha roupa, eu só arrumaria tudo mais tarde, agora eu quero é me divertir. Escolhi uma minissaia jeans e um baby look branca e logo fui tomar um banho rápido. Dez minutos depois eu já estava pronta e resolvi amarrar meu cabelo em um rabo de cavalo e calcei uma rasteirinha, assim que desci todos já estavam na sala de estar me esperando.


_ Aeee! –Disse Victor batendo palmas. –Sua mãe já nos disse que você conheceu o Taylor Lautner no aeroporto e que ele até pediu seu telefone! Quando você o trará aqui em casa?

_ Minha mãe ainda acredita em papai Noel. –Eu respondi meio sem graça. –Até parece que Taylor Lautner vai me ligar! –Eu disse revirando os olhos.

_ E porque não? Você é linda minha querida!

_ Eu sou realista Victor. –Eu respondi com um sorriso amarelo. –Vamos comer que eu estou com fome.

_ O seu problema minha filha é que você não acredita no seu potencial. Deste jeito você nunca será uma grande empresária como eu.

_ Mãe, uma coisa é você estar em algum lugar fechando um grande negocio, outro é achar que um ator de Hollywood mais bombado do momento vai olhar pra mim! Fala serio!

_ O Henrique disse que vocês vão sair depois do lanche? –Perguntou Victor mudando de conversa.

_ Sim.
_ E você vai com essa sainha? –Disse minha mãe incrédula.

_ Porque, tá feia em mim?

_ Você está linda. –Disse Henrique passando por mim. – É que vamos sair de moto.

_ Moto? –Eu disse parando no lugar.

_ Ele é um ótimo piloto filha, não se preocupe.

Assim que chegamos à sala de jantar, Victor sentou na cabeceira, mamãe no lado direito, Henrique no lado esquerdo e eu sentei ao seu lado. Comemos e conversamos sobre várias coisas e sempre a perna do Henrique roçava na minha, ele não parava um minuto no lugar. Ele notou que eu estava ficando sem graça a cada esbarrada que ele dava porque logo em seguida ele olhava pra mim com um largo sorriso. Se Taylor era descarado, Henrique era muito mais. Depois de lancharmos, fui pro meu quarto escovar meus dentes e trocar de roupa, optei em usar um shortinho curto de pano na cor rosa bem clarinho. Assim que desci, notei o olhar de Henrique sobre minhas pernas e é claro que minha reação foi ficar vermelha como um pimentão.

_ Vamos? –Eu disse me aproximando dele.

_ Vamos. –Ele disse pegando em minha mão. – Pai, Nanda estamos indo!

_ Juízo, crianças! –Disse Victor fazendo graça. –Não faça nada que eu não faria!

_ O que, por exemplo? –Eu disse rindo.

_ Pular de uma ponte, escalar uma montanha na unha, pular de um avião sem paraquedas!...

_ Ai Victor, você é uma comédia! –Eu disse em meio a gargalhadas.

_ Vê se não voltem muito tarde.

_ Pode deixar Nanda.

Logo saímos e fomos pra garagem. O lugar era enorme e tinha vários carros e motos.

_ Qual você prefere? –Ele disse parando na frente da fileira de motos.

_ Pode ser qualquer um, eu não entendo nada de motos.

_ Escolhe um.

_ Hum... –Eu disse olhando para a fileira. – Pode ser aquela branca com detalhes em verde grama.

_ Bom, só pra você saber essa é uma Suzuki. –Disse Henrique colocando o capacete.

Assim que ele me entregou o capacete, ele montou na moto e deu partida e me fez segurar firme nele e logo saímos. Não demorou muito pra chegarmos a uma linda mansão e logo um rapaz que estava mexendo em uma moto veio falar com Henrique.

_ Fala HD! –Disse o garoto cumprimentando-o.

_ Fala Léo!

Depois que eles se cumprimentaram Henrique nos apresentou.

_ Dany, esse é meu melhor amigo Leonardo Foster. Léo essa é Daniely Rincon, filha da Nanda.

Logo o garoto pegou minha mão e deu beijo nela.

_ Prazer! –Ele disse com a voz rouca. –Linda como a mãe.

_ Tá! –Disse Henrique puxando minha mão. –Não precisa babar na garota!

_ Com ciúmes da irmãzinha mais nova, HD? –Ele disse segurando a risada.

_ Ela chegou hoje do Brasil e vai morar aqui com a gente.


_ Que ótima noticia! –Ele disse com um largo sorriso. –Vamos nos divertir muito por aqui.

_ Léo!... –Disse outro garoto saindo da casa. –Oi HD!

_ E aí pirralho!

Logo o garoto veio cumprimentar Henrique também.

_ Nossa! –Ele disse surpreso me olhando de cima abaixo. –Henrique Dansky acompanhado? Não me diga que você apelou pra se ver livre da Hellen?

_ JB! –Henrique disse sem graça.

_ Minha irmã esta por aqui, não digo nada se daqui alguns minutos a Hellen não entrar pelos portões como uma louca! –Disse Léo fazendo careta.

_ JB, essa é Daniely, filha da Nanda! –Ele disse revirando os olhos. – Dany esse é Jason Bolton, primo do Léo.

Assim que nos cumprimentamos uma garota apareceu na porta.

_ Henrique Dansky... –Ela começou a dizer cinicamente. – Você por aqui? –Disse me olhando de cima abaixo.

_ Caso você tenha se esquecido seu irmão é meu melhor amigo desde a infância. –Ele respondeu fazendo graça, com certeza tinha herdado o lado cômico do pai.

_ A Hellen sabe que você anda pra cima e pra baixo com uma garota?

_ Pra começo de conversa eu não tenho e nunca tive nada com a Hellen. –Respondeu secamente. –Isso significa que eu não tenho que dar satisfações da minha vida pessoal pra ninguém!

_ Ela vai fazer faculdade com a gente. –Diz Léo para mudar de assunto. –Com certeza você terá algumas aulas com o JB.

_ Essa cobra é irmã dele, mas não mora aqui. –Disse JB debochadamente.

Não demorou muito para que avistássemos uma Ferrari vermelha cruzar os portões em uma velocidade alta e ao parar derrapou cantando pneu. Logo uma garota loira saiu de dentro toda agitada.

_ Olá garotos. –Ela disse com um sorrisinho amarelo me encarando. – Oi H.

_ Pra você é Henrique. –Disse ele seriamente.

_ E quem é sua amiguinha? –Disse amável. Realmente essa garota estava sendo digna de um Oscar, uma ótima atriz.

_ Oi sou Daniely, sou...

_ Namorada do Henrique. –Disse JB de repente.

Logo a garota fechou a cara e começou a respirar fundo.

_ N-namorada?!

_ Eu não!... –Disse apressadamente tentando reverter o que JB havia dito, mas Henrique me cortou e me surpreendeu me abraçando por trás.

_ Sim, eu e a Dany estamos namorando. –Ele disse colocando seu queixo em meu ombro e entrelaçando nossas mãos.

_ Karyn p-posso usar seu banheiro? –Disse a garota com cara de choro.

_ Claro amiga.

Nisso as duas somem pra dentro da casa.

_ Nossa!- Diz JB rindo. –Você viu a cara da Hellen?!

_ Você arranjou uma inimiga fortíssima dentro da faculdade. –Disse Leonardo rindo também.

_ Tadinha dela.

_ Tadinha nada! –Disse Henrique ainda abraçado a mim. –Eu sei o que eu passo na mão dessa louca! Nunca tivemos nada e ela age como se fossemos namorados!

_ Se prepara, pois ela vai fazer de tudo pra te derrubar.

_ Eu não quero rolo pro meu lado.

_ Bom eu passei aqui pra convidar vocês pra sairmos à noite.

_ Pra onde? –Perguntou Leonardo.

_ Sei-lá. Um parque... Boliche...

_ Eu quero ir a um parque. –Eu disse animada. –Adoro parques!

_ Então iremos a um parque. –Ele disse com um largo sorriso e me surpreendendo com um beijo no rosto. – Agora vamos que eu quero te levar em alguns lugares ainda. –Ele disse me soltando e pegando em minha mão. – Eu pego vocês as nove. Tchau!

_ Tchau, rapazes! E foi um prazer conhece-los.

Notei que Henrique estava empolgado, mas por quê? Preferi deixar como estava e fui com ele sem falar nada. Logo ele deu a partida e fomos embora.

[...]
~ Pov do Narrador ~

_ Quem é aquela ‘coisinha’ que está com o meu Henrique?- Disse descontrolada.

_ Calma amiga, você acha que ela tem chance de continuar com ele tendo você como inimiga? Não dou nem uma semana pra você separá-los.

_ Será amiga?

_ Sim, agora vamos sair desse banheiro e mostrar quem é que manda.

Assim que Hellen se recompôs as duas saíram do banheiro, mas quando elas estavam se aproximando da porta elas ouvem barulho da moto. Elas correram, mas ao abrirem a porta eles já tinham ido.

_ Quero saber tudo sobre essa garota.

_ Não tem nada a ser dito Hellen. –Disse Leonardo voltando a mexer na moto e ignorando-a por completo.

_ JB?

_ O HD acertou em cheio! –Ele disse empolgado. – Linda, praticamente é rica, e além do mais é brasileira... Tem swing entende?

_ Ahhh!!! –Gritou Hellen.

_ Calma amiga! Você é mais linda do que ela, também é rica e questão de swing, nada que uma ótima aula de dança não resolva!

_ Virou lésbica agora, Karyn? –Disse Leonardo para provocar a irmã.

_ Não enche Léo!

_ Com certeza vocês combinaram de se encontrar mais tarde! Onde vai ser?!

_ Se liga Hellen! Você nem foi convidada! –Disse JB.

_ Odeio vocês dois! – Diz indo em direção a seu carro. – Karyn, vê o que você consegue descobrir! –Disse ela irritada.

Nisso ela saiu cantando pneu e Karyn entrou pra dentro da casa.

_ Você tem noção de que a Karyn vai armar pra cima de nós.

_ Relaxa Léo. Já tenho tudo armado. –JB disse com um sorriso diabólico nos lábios.
  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA