13 agosto 2014

Fanfiction: A filha do chefe - Capítulo 09: Comemoração


Taylor já ia tocar a companhia da minha casa quando a porta se abriu.
― Ah, você deve ser o senhor Lautner? Elena está lá em cima se arrumando, entre! ― a minha tia ia saindo. ― O senhor me desculpe, eu não posso ficar eu preciso ir, mas fique à vontade. Minha sobrinha irá descer logo.
Ele entrou, e depois de quase meia hora de espera, Taylor resolveu subir e ao chegar ao topo da escada. Ouviu vozes vindas do meu quarto ― eu adorava cantar junto com o radio, ainda mais se estava feliz ― ele riu.


Ele bateu na porta mais eu não escutei então ele entrou e ficou me observando bailar pelo quarto.
― Taylor! ― ao me virar levei um baita susto ao vê-lo parado na porta. ― Você está aí há muito tempo?

― Acabei de chegar... ― ele mentiu. ― Sua tia abriu a porta para mim. Aliás, ela me fez sentir um velho com todo aquele “senhor”. Você tem uma voz bonita! ― ele disse me deixando envergonhada. Mas eu não devia ficar.
― Obrigada, e lamento "pelos senhores" da minha tia, ela só veio pegar algumas coisas para minha mãe. Ela vai ficar mais um tempo com ela. Por isso que me atrasei ― foi aí que me dei conta do que vestia. Trajava só calcinha e um blusão com estampa de um time de futebol, que era do meu pai e me servia como vestido. Corri para o closet.
― Me desculpe, eu que cheguei cedo ― ele ainda estava na porta me observando, até que ele me chamou e eu saí para escutá-lo ― Elena, eu cheguei mais cedo para podermos conversar... ― fomos interrompidos pelo seu celular dele mais uma vez, mas ele tirou do bolso e colocou sob a cômoda.
― Não vai atende? Pode ser importante ― ele se aproximava de mim e meu coração começou a disparar.
― Aposto que não é nada de mais. ― ele se aproximou mais de mim encarando fundo os meus olhos e eu os dele.
― Taylor eu... ― ia me desviar do cerco dele quando ele segurou meu braço, me arrepiando toda com o seu toque. Caramba, estava totalmente apaixonada e não sabia o que fazer.
Ele me puxou pela cintura para colar seu corpo ao meu, e claro fui sem reclamar. Nossos rostos estavam tão próximos que ambos podiam sentir a respiração um do outro. A minha era mais acelerada que a dele. Seus olhos estavam fixos no meu e descia até a minha boca, que por sua vez salivava ansiosa até que surgiu um beijo, que no começo era calmo, até demais, porém foi o ritmo foi se tornando intenso. Nossas línguas travavam uma batalha feroz sem vencedores e eu tirei o paletó dele e ele minha blusa, me arrastando até uma espécie de mesinha que ficava ao lado da minha cama. Ele me ergueu ficando entre as minhas pernas, Taylor agarrou o meu cabelo da nuca forçando minha cabeça para trás ele beijava meu pescoço descendo até meu colo, sugando um dos meus mamilos. Impulsionei meu corpo para frente, gemendo, desci as mãos até a fivela de seu cinto e desabotoei suas calças a deixando escorregar por suas pernas e revelando uma linda cueca boxe preta. Mordi os lábios ao ver, retornamos a nos beijar e sem quebrar o beijo Taylor me pegou no colo e me deitou sob a cama.
O movimento de nossos corpos refletiam mais do que simplesmente  desejo carnal, e em poucos dias nós dois tivemos  que passar da antipatia que sentimos um pelo outro a momentos  delicados e íntimos juntos. Eu perdendo o meu pai e ele um grande amigo que considerava também como um pai.
― Eu te amo Taylor! ― eu disse, com os olhos cheios de lágrimas.
― Eu também te amo! ― ele disse beijando cada lágrima que escorria em meu rosto até alcançar minha boca e recomeçarmos a nos amar novamente.
Estávamos totalmente ofegantes tentando encontrar o ar e trocávamos olhares e sorrisos cúmplices várias vezes, mas permanecemos em silêncio abraçados até que horas mais tarde Taylor perguntou:

― E agora? ― me afastei dele olhando em seus olhos.

― Esse será o nosso segredinho ― selei esse momento com um beijo.

Escondemos de todo mundo o nosso relacionamento, e por várias vezes quase fomos pegos, mas no final nos saímos bem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA