11 agosto 2014

Fanfiction: A viagem - 5 Cap. - Operação Agenda

Fic/Texto: Lela Matuskellah
Capa: @Jessica_keli TLM

Pov de Taylor

Eu acordei já eram umas 4 horas da tarde e a primeira coisa que me veio a cabeça foi Daniely. Nunca uma garota havia mexido assim comigo e eu não sabia o porque, pois não havia acontecido nada ainda. Só de pensar isso um sorriso me veio aos lábios. Me levantei e fui tomar uma ducha rápida, pois eu estava curioso pra saber o que estava escrito naquela agenda.

Com certeza tinha coisas escrita sobre mim, qualquer garota sendo fã escreveria e eu queria saber o que exatamente, eu sabia que isso era invasão de privacidade, mas a curiosidade falou mais alto. Fui pro banheiro, tirei minha cueca boxer e fui direto pro chuveiro.


Depois de me lavar, desliguei o chuveiro, peguei o roupão e voltei pro quarto e peguei a agenda. Comecei a folear e notei que tinham algumas coisas escritas em inglês e outra língua, com certeza o português. Vi muitas fotos de Daniely sozinha, com amigas...

Mas nenhum garoto, mas porque? Continuei olhando até que vi uma foto dela com um rapaz, a única da agenda... Seria o namorado que ela havia deixado pra trás? Não demorou muito pra achar fotos de revistas e outras tirada do computador e adivinha quem era a pessoa da foto?

Sorri em ter a certeza que ela era minha fã, havia fotos montadas com corações e em algumas a frase: AMOR IMPOSSÍVEL! Mas o que será que estava escrito?


Fiquei um tempo pensando... Como eu iria traduzir? Logo lembrei da internet... Não curto esses lances de sala de bate-papo, rede sociais, mas de alguma coisa valeria, então liguei meu notebook e fui direto pra Google e procurei por um tradutor de texto. Assim que achei escrevi o que estava escrito e em poucos segundos a frase foi traduzida e eu li... AMOR IMPOSSÍVEL!

Com certeza ela achava que nunca chegaria perto de mim, quanto mais rolar alguma coisa. Então fui foleando mais e me interessei por uma pagina que havia uma pequena foto minha sem camisa, tratei de digitar o texto e assim que acabei a tradução surgiu na tela, se tratava de um texto como se fosse um diário e logo tratei de ler.

“Sabe... Às vezes sinto que as pessoas a minha volta só estão por obrigação, não sei... Tenho a impressão de que desde aquele maldito dia do baile de formatura, as pessoas só estão me vigiando pra ver se eu cometo alguma loucura. Não vou negar que sofri muito com o que o Bruno fez, mas a ponto de acabar com minha vida... Jamais...

Ele não valia tudo isso. Eu não nego que entrei em depressão por causa disso, minha alto estima estava reduzida a nada, mas o que me importava era fazer a faculdade longe daqui, só pra não ter que olhar pra ele ou os outros alunos novamente. Eu nunca fui de provocar ninguém, e não sei por que eles cismaram comigo.

A Raquel é a garota mais linda da escola inteira, todos os garotos babam por ela, e mesmo assim ela pega no meu pé só porque às vezes o Bruno conversava comigo, me dava atenção, mas era só isso que eu tinha dele. Todos sabiam que eu era apaixonada por ele, não porque eu havia contado e sim porque meus olhos me denunciavam. Se eu soubesse que a Raquel estava tramando contra mim eu não teria ido ao baile. O Samuka foi comigo, só pra eu ter companhia na hora da dança, mas primo não conta né? Ele só estava realizando o pedido do meu pai.

O baile em si foi muito legal, não tenho o que reclamar, mas depois de um certo tempo notei os olhares insistentes de Bruno sobre mim, era como se ele estivesse com ciúmes, é claro que não dei muita importância, até parece que o maravilhoso Bruno Galvão estava com ciúmes de mim .

Eu e Samuka até que nos divetimos, eu mais ainda porque ele é o primo mais lindo que eu tenho e as garotas da escola estavam morrendo de inveja de mim pela primeira vez. Até que pra meu espanto, Bruno veio falar comigo. Ele me chamou pra dançar, e a idiota aqui foi... Dançávamos agarradinhos, aquilo pra mim estava sendo o paraíso, até que Bruno me olhou nos olhos, foi se aproximando e quando eu achei que o beijo iria rolar, ele parou e começou a rir da minha cara. Na hora eu não estava entendendo nada. Até que ele disse em voz alta para que todos ouvissem que ele nunca ficaria comigo e que era pra mim me olhar no espelho.

Eu não estava entendendo nada, até que Raquel aparece no palco com uma agenda na mão e começa a ler, então eu entendi o que estava acontecendo. Não sei como eles haviam conseguido meu diário e naquele momento eles estavam lendo pra todos ouvirem, e pra piorar a situação uma boa parte do que estava escrito era sobre Bruno, todo o meu sentimento por ele, minhas reações de quando estávamos juntos, meus sonhos...

Foi a pior humilhação da minha vida... Ver todos os alunos que estavam na quadra rindo de mim, principalmente Bruno. Em choque saí correndo da quadra, eu não queria ouvir nada, o que era pra ser o melhor momento da minha vida, estava se tornando o meu pior pesadelo. Depois dessa maldita noite, só fui aparecer em casa 3 dias depois, porque um policial me achou, se não fosse isso eu nem teria voltado pra casa.

 Eu estava escondida do mundo dentro do mausoléu do meu avô, depois que minha mãe me abandou pra trás, vovô Pedro era o único que me escutava, me dava conselhos e nunca me criticava. Quando ele morreu, senti que meu mundo havia acabado, eu não tinha mais ninguém na vida. Meu pai passava mais tempo no escritório ou com a vagabunda da Suelen, sua secretária é o real motivo pra minha mãe ter me abandonado. Se antes eu não confiava nas pessoas, principalmente em homens, agora então...

Depois disso me afundei nas minhas histórias, pra não ter que olhar pra alguém eu comecei a escrever feito louca. E assim me refugiei, escrevendo fics. Pelo menos ali eu não era infeliz, eu tinha o garoto dos meus sonhos, tudo era perfeito. Eu gosto mais de escrever fics alternativas, assim eu sempre me coloco como a mocinha. Só de pensar em Taylor Lautner me pegando em seus braços fortes e dizendo ao meu ouvido que me ama...

 Eu igual uma boba entregue em seus braços, sentindo seu perfume, sentindo seu hálito quente em meu rosto... Isso me arrepia só de pensar, mas sei que isso é algo de minha cabeça. Sei que, esse sim é um amor impossível.
Se pelo menos em meu mundo eu era feliz... Eu não queria mais sair dele.”

Ao terminar de ler, senti um aperto no peito. Como pode uma garota tão linda ser humilhada desse jeito? Eu sabia que teria um trabalho duro pela frente, pois conquistar a confiança de uma pessoa amargurada era difícil, mas não impossível.

Fui foleando mais algumas páginas e para minha surpresa tinha algumas paginas em inglês o que me ajudou muito. Dizia de como ela era minha fã, de como ela gostava do meu trabalho, que ela queria muito me conhecer para ter ideia de como eu era na vida real... Coisas bonitas e nada obsessivo. Então passei mais algumas páginas e achei alguns endereços de site e curioso como sou fui ver o que era.

Até que a primeira vista o design da página era bonita, algumas continham minhas fotos como pessoa, de personagens... E logo traduzi a página pra ver do que se tratava e vi que eram histórias. Me surpreendi com isso, pois eu não imaginava essa garota sendo escritora.

Comecei lendo as sinopses de algumas delas... Algumas eram sobre o filme, se tratava de Jacob Black e continha toda a essência do meu personagem, outras eram minhas mesmo, tipo... Taylor Lautner pessoa... E o mais extraordinário era que o Taylor Lautner que Daniely descrevia realmente era eu, de como eu era no meu dia a dia com as pessoas. É incrível como não nos conhecíamos pessoalmente, mas ali naquele texto tinha coisas exatas sobre mim, como se fossemos amigos de infância e ela conhecesse tudo ao meu respeito... Como pode?

Nossa... Será que eu era tão transparente assim? Eu tinha que conquistar essa garota, em poucas horas ela havia mudado minha vida completamente. Como eu não tinha nada pra fazer, passei o dia lendo o diário dela, vendo as coisas que ela gostava, o que não gostava, músicas que ela mais gostava...


E assim se passou o meu dia... Eu lendo e aprendendo mais coisas sobre Daniely.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA