25 agosto 2014

Fanfiction: A Viagem - Cap. 7 Surpresas

~ Pov de Léo ~

Tudo já estava no esquema, enganar minha irmã e sua amiga era a coisa mais fácil do mundo e elas nunca aprendiam que comigo não se brinca. Eu já tinha o esquema pra essa noite tudo acertado, mas teríamos que descartar as duas, então logo coloquei o plano em pratica e liguei pra um amigo.

_ Thiago já ta no esquema, não vamos nos encontrar aqui em casa não porque as duas sarnas estão na área.

_ E vai ser onde o encontro?

_ Vamos sair daqui no horário de sempre e nos encontraremos no La bamba.

_ Hoje a curtição vai ser em outra cidade, legal. Assim podemos nos divertir sem barracos daquela louca.

_ Pior, a mina não se toca! Ela não se diverte e não deixa ninguém se divertir!

_ Sem contar que ainda temos que bancar aquela folgada que sai com a gente de bico.

_ E qual é o plano pra elas?

_ Elas tem que achar que vamos pro Mix ok. Se minha irmã ligar vamos pra lá! Ou melhor, se alguém ligar vamos pro Mix.

_ Pode deixar então, nos vemos no La Bamba mais tarde.

Assim que desliguei o telefone fui pro meu quarto escolher minha roupa e me arrumar, eu sabia que a trouxa da minha irmã já tinha caído na minha conversa.

[...]

~ Pov de Karyn ~

Assim que ouvi a conversa do meu irmão tratei de ligar pra Hellen, eu sabia que eles iriam tentar nos enganar mais uma vez. Não perdi tempo e logo liguei pra ela.

_ Oi amiga, já descobri o esquema deles de hoje.

_ E qual é?

_ Eles vão pro La Bamba.

_ E como você tem certeza?

_ Eu acabei de ouvir o meu irmão no telefone. Eles acham que nos engana. –Eu disse rindo. –Ele falou com o Thiago, e parece que pra nos enganar eles vão dizer que vão no Mix.

_ E que horas vai ser.

_ As nove, mas parece que vão todos se encontrar lá, pra não haver erro e acabarmos descobrindo, entende?

_ Sim, pode deixar eu te pego as nove então.

_ Não. É melhor eu ir aí na sua casa pra eles não desconfiarem.

_ Ok então. Tchau.

Assim que desliguei meu celular fui pro meu quarto me arrumar, eu queria estar linda pra me acabar no La Bamba.

[...]

~ Pov de Daniely ~

Eu estava com receio de sair do meu quarto, não sei o que rolou quando eu cheguei. Não vou negar que o Henrique é lindo, mas daí a querer ficar comigo é demais. Se ele corre daquela garota que é linda, porque ele olharia pra mim? Será que é mais um a zoar comigo? Pra falar a verdade eu não iria aguentar mais essa, dói demais ser rejeitada e humilhada por alguém e se dependesse de mim eu não iria passar por isso novamente.

Depois de tomar um delicioso banho de banheira, vesti o roupão e fui escolher a roupa. Por estar muito calor coloquei uma minissaia e um top e fiquei em meu quarto até dar a hora de me arrumar, eu estava cansada, mas não conseguia dormir. Já fazia um bom tempo que eu estava em meu quarto quando a empregada veio me chamar e logo fui abrir a porta.

_ Senhorita Rincon, telefone.

_ Meu pai! –Eu disse feliz, pois quando saí de casa notei que ele havia ficado triste com minha decisão.

_ Não é um rapaz.

_ Então com certeza é trote. –Eu disse voltando para cama.

_ Ele disse que queria falar com a senhorita.

_ Ele disse o nome? –Eu disse parando perto da cama.

_ Daniel.

_ Daniel...? –Eu disse pensativa. –Mas eu não conheço nenhum Daniel.

_ Atende pra ver quem é.

Sem perder tempo desci e fui ver quem era ao telefone. Eu não tinha amigos, e por aqui eu não conheço ninguém. Logo desci as escadas e fui ver quem era.

_ Alo?

_ Oi Dany, como você tá?

_ Bem, mas... Quem está falando?

_ Já se esqueceu de mim? Do futuro pai de seus filhos?

_ O que? –Eu disse sem entender. –Futuro pai dos meus filhos? –Eu realmente estava sem entender aquela conversa.

Não demorou muito eu já tinha plateia, minha mãe em minha frente e Henrique que descia as escadas.

_ Você tá doido? Eu nem tenho namorado, como você é o pai dos meus filhos? Você deve ter ligado pra Daniely errada.

_ Sou eu amor, o Tay.

_ Amor? Tay? Que Tay, não conheço nenhum Tay! Olha se é alguma brincadeira...!

_ Sou eu linda Taylor Lautner. –Ele disse rindo.

_ Taylor Lautner? –Eu disse em choque. –É... O-oi.

_ Oi linda. Achou que eu não ligaria?

_ Pra falar a verdade achei.

_ Aprenda gata, sou diferente dos caras de hoje, sei tratar uma mulher como realmente ela deve ser tratada.

_ Não é isso é que... Sei-lá... Geralmente os caras pedem o número de telefone, mas nunca ligam, eu estou acostumada com isso. –Eu disse sem graça.

_ Mas o que você vai fazer amanhã?

_ Amanhã? Nada por quê? –Estranhei sua pergunta.

_ Eu queria te convidar pra jantar comigo.

_ J-jantar?! –Eu disse pânico. –E-eu... E-eu...

Vendo minha reação minha mãe pegou o telefone da minha mão.

_ Oi Taylor aqui é a Fernanda.

_ Oi! Como à senhora está?

_ Bem meu filho, agora você me surpreendeu viu. Não achei que ligaria pra minha filha tão rápido.

_ Eu não sou igual esses caras que cozinham as garotas, quando eu realmente estou afim eu vou fundo.

_ Que bom ouvir isso querido, mas você convidou a Dany pra jantar?

_ Sim e pelo jeito ela entrou em choque.

_ É que você a pegou de surpresa. Ela é atrapalhada então imagine como ela não fica não é?

_ Mas será que ela gostaria de jantar comigo?

_ Mas é claro que ela vai aceitar. Ela está aqui na minha frente dizendo que adoraria jantar com você. Ela está perguntando o horário.

_ Mãe! –Eu disse fazendo sinal pra ela.

_ Pode deixar. –Ela disse olhando pra mim. –Ela estará pronta às nove.

_ Ok, manda um beijo pra ela. Vou ter que abrir a porta, estou esperando o meu agente.

_ Nossa é sempre essa loucura de campainha e telefone tocando?

_ Direto, eu não tenho sossego.

_ Como você aguenta?

_ Fazer o que né? Às vezes tenho que fugir disso tudo e me isolar.

_ Nossa, deve ser estressante.

_ Pra falar a verdade é sim, mas me passa o seu endereço.

Sem perder tempo minha mãe lhe passou o endereço e depois de se despedirem ela finalmente desligou o telefone.

_ Nossa mãe! Porque a senhora fez isso?

_ Eu te conheço Daniely! Você iria dar uma desculpa esfarrapada e iria dispensar o garoto!

_ Aí que vergonha! O que ele não vai pensar de mim?!

_ Relaxa criatura! Pelo jeito ele está muito afim de você.

_ Como à senhora sabe?

_ Pela conversa que tivemos. –Ela disse sorrindo.

_ E o que ele disse?

_ Só amanhã no jantar pra saber. –Ela disse me jogando uma piscadela.

Logo ela saiu me deixando sozinha.

_ Mas que droga!

_ A Nanda adora fazer isso e acaba deixando a gente sem graça.

_ Minha nossa! Desse jeito ela me arranja um casamento e eu só vou saber no dia de ir pra igreja.

_ Porque você não quer sair com o cara? A Nanda disse que ele parece estar afim de você.

_ Até você Henrique? –Eu disse irritada. – Até parece que Taylor Lautner está afim de mim! –Eu disse começando a chorar. –Parece que todo mundo tirou o dia pra zoar comigo!

Nisso fui pro meu quarto, eu queria ficar sozinha, já estava de saco cheio de todos ficarem zoando comigo.

[...]

~ Pov de Henrique ~

Alguma coisa muito grave tinha acontecido com Daniely no Brasil e eu iria descobrir o que era pra eu poder fazer alguma coisa para ajuda-la. Eu não estava aguentando ver tanto sofrimento assim e isso estava acabando com ela. Fui pro meu quarto pensar em alguma coisa, pra tudo tinha uma solução. Saber que esse cara metido a besta estava cercando a “MINHA” Daniely era um problema, e eu teria que pensar em algo para afastá-lo dela. Dando a hora eu fui me arrumar, e assim que terminei fui chamar Daniely, mas ela não me respondeu, então fui falar com meu pai, pois eu sei que Nanda era a última pessoa que ela queria ver no momento. Preocupado meu pai foi falar com ela.

_ Dany querida, posso entrar?

_ Eu quero ficar sozinha.

_ Por favor, querida, deixe-me entrar.

Não demorou muito para que ela abrisse a porta e deixasse meu pai entrar e logo fechou a porta.

[...]

~ Pov de Daniely ~

_ Querida, você não está pronta?

_ Não. Eu não vou sair.

_ Meu Deus porque você está chorando querida? –Victor disse me abraçando.

_ Porque minha mãe faz isso Victor? Parece que ela quer me ver pelas costas!

_ Calma meu anjo. –Ele disse me embalando. –A Nanda faz isso para ajudar. Ela acha que está te ajudando com ele porque ela sabe que você é tímida demais.

_ Eu não gosto disso! Eu não sei me portar com as coisas que ela arma.

_ Não se preocupe meu amor, você vai tirar de letra esse jantar.

_ E se ele está fazendo isso pra zoar comigo?

_ Como assim zoar com você?

_ Já passei por isso. Não quero passar de novo!

_ Do que você está falando?

_ Deixa pra lá.

_ Você pode contar comigo, meu anjo. A conversa que estamos tendo aqui vai continuar aqui, eu não vou falar com sua mãe, por mais grave que seja. Se você confiar a mim eu sozinho vou dar um jeito de te ajudar.

_ É que já zoaram assim comigo. Um garoto pediu pra ficar comigo e no baile de formatura ele me humilhou na frente da escola inteira.

_ Ai meu Deus. E o que seu pai fez pra te ajudar?

_ Nada. Uma das garotas que me humilhou é filha da noiva dele.

_ Não se preocupe, deixe isso comigo. Esse tal de Taylor não vai se meter a besta com você. E pode deixar que ninguém vai ser louco pra fazer alguma coisa do tipo com você ok.

_ Tudo bem. –Eu disse enxugando as lágrimas que teimavam em escorrer pelo meu rosto.

_ Agora vá se arrumar e fique bem linda! O Henrique está te esperando.

_ Ok e... Obrigada.

_ Pelo que minha flor?

_ Por me escutar e me ajudar.

_ Que isso! Eu faço isso porque gosto de você e te considero muito. Você está sendo a filha que eu nunca tive. Pode contar comigo sempre viu. –Ele disse me dando um beijo na testa. –Vai se arrumar.

Logo Victor saiu do meu quarto para que eu pudesse me trocar. Rapidamente me aprontei, vesti um vestidinho curto na cor preta, vesti meu All Star também preto, amarrei meu cabelo em um rabo de cavalo e já estava saindo quando minha mãe me barrou na porta.

_ Onde você vai vestida desse jeito? –Ela disse incrédula.

_ Vou ao parque com o Henrique.

_ Vestida desse jeito? Ta doida garota? –Ela disse me empurrando pra dentro do quarto. –Você é mais linda que isso. Venha, vou mostrar a mulher que há escondido aí.

_ Mas mãe!

_ Mais nada menina! Todo homem fica ansioso pela arrumação da mulher. Pra eles isso é tudo.

_ Mas é só o Henrique que está me esperando.

_ E daí? Ele é homem como outro qualquer! Sem contar que aonde vocês vão terão vários gatinhos.

Minha mãe me fez sentar na cama e foi até o closet pegar outra roupa pra mim e veio com um vestidinho de alcinha vermelho soltinho, porém justo do busto. Pegou também uma sandália preta aberta e assim que me vesti ela começou a mexer em meus cabelos. Ela preferiu deixar soltos e prender apenas uma mexa e me fez colocar um brinco simples e fez uma maquiagem básica, apenas rímel, lápis e um gloss transparente.

_ Não está grande coisa, mas já melhorou bastante.

_ A senhora acha?

_ Olha você mesma.

Logo fui até o banheiro ver o que ela tinha feito em mim e quando me olhei no espelho eu me espantei com o que vi, eu estava totalmente diferente.

_ Ai meu Deus.

_ Amanhã vamos às compras! Você precisa de roupas e mais algumas coisinhas. Quero comprar algo bem lindo pra você usar no jantar.

Eu sabia que amanhã seria um dia cheio, e eu teria que aturar minha mãe me enfeitando pra esse bendito jantar. Peguei meu perfume preferido e passei um pouco e logo sai, deixei minha mãe falando sozinha sobre as coisas que teríamos que fazer amanhã. Logo desci as escadas e assim que cheguei à sala pude ver o choque de Victor e Henrique ao me ver.

_ Ai minha nossa! O que a Fernanda fez com você...! –Victor disse boquiaberto.

_ Eu sabia que minha mãe tinha exagerado! –Eu já disse sentindo um nó na garganta. –Eu estou ridícula né? –Eu sentia meu rosto pegando fogo.

_ P-pelo c-contrário...! –Disse Henrique ainda em choque. –V-você e-está linda.

_ Caramba! A Nanda fez um ótimo trabalho!

_ O que foi que eu disse? – Disse minha mãe do meu lado e que me fez dar um pulo no lugar.

_ Ai que susto!

_ Eu não disse que os homens gostam disso? Agora vão e se divirtam.

_ E não voltem muito tarde. –Disse Victor.

Logo saímos e até o carro foi um silêncio que já estava me incomodando. Depois do que quase nos aconteceu, Henrique estava estranho comigo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA