14 agosto 2014

Fanfiction: Herói de batalha. Capitulo 3- Amor á toda prova.












Fanfiction FIXO: Herói de Batalha. Capitulo 3



















OBS: Contêm uma leve cena de sexo.

Capitulo 03=Amor á toda prova  
  
Taylor segurou a minha mão e levou-me até o seu alojamento, onde só tínhamos nós dois. 

- O que foi em Taylor?

- Antes de qualquer coisa preciso te contar realmente o que aconteceu.


 ( Flash Black pov Taylor )

  Depois que Isa foi embora com o pai dela, não tinha o porquê de eu estar ali, na casa de Ana, os dois são muitos queridos e me simpatizei com eles e tudo, más a questão era que eu estava muito preocupado com Isa. Me despedi deles e fui para a casa.

 Quando abri a porta de casa, me deu saudade dos meus pais, pois sempre que eu precisava deles, eles me ajudavam. Infelizmente, eles não estavam ali.

- O que foi Taylor?_ perguntou Robert surgindo da sala_ É a isabela não é?

- É o pai dela, más a culpa é minha.

 Me sentei no sofá, e falei para ele toda a minha situação.

- Sabe, o que tu faz cara? Se ta preocupado, e sentindo culpado por isso, por que não vai agora, no teu sogro e fala.

- Más falar o que?

- Só você sabe. Seja homem, tenha coragem, você não é capitão por acaso.

 Robert estava certo, eu precisava ser forte. Mesmo morrendo de medo, eu toquei a campainha e o pai de Isabela foi até o portão.

- O que foi? _ perguntou ele bem bravo.

- Eu só queria dizer, que tudo o que aconteceu na casa da Ana, não foi culpa da Isabela. Foi minha, eu que fui lá.

- Vou fazer o que lá? _ perguntou ele curioso e desconfiado ao mesmo tempo.

- Eu.. eu.._ comecei a gaguejar. Tudo bem que eu queria falar a verdade, más essa não seria a hora de dizer que eu estava namorando com a filha dele_ Eu fui visitar a Ana, pois sou amigo dela, e acabamos estendo as coisas.

- Olha aqui... não importa quem é o culpado nessa situação, minha filha não voltou no horário combinado.

- Eu sei senhor, prometo que da próxima vez não vai acontecer. Eu me responsabilizo por tudo que aconteceu.

- Ta tudo bem. _ falou ele mais calmo_ Boa noite.

- Boa noite_ falei dando as costas para ele.

 Abri a porta da minha casa, e Rob estava me esperando. Não consegui esconder o meu 
sorriso de tamanha felicidade que estava de mim mesmo.

- Como que tá o teu sogro? _ falou ele rindo.

- Se acalmando.

 Fui para o quarto, e procurei o carregador do meu celular, e nada de acha-lo. Que raiva! Na hora em que eu mais preciso dele, eu não o acho.

O celular de Ed tocou, más eu nem dei muita bola, só conseguia pensar em Isabela, no seu olhar sincero, e em seu sorriso lindo.

 De repente, Rob, aparece na porta do quarto.

- Temos que ir agora para o exercito. O nosso batalhão foi requisitado para participar da guerra.

- Quanto tempo temos?_ perguntei levantando da cama ligueiro.

- 20 minutos.

- Más e a Isabela...

 Rob já tinha saindo da porta e arrumava as suas roupas. Eu não tinha o que fazer, estavam precisando de mim, infelizmente teria que ficar sem Isabela por uns dias, até ela ir ao exercito. 

Arrumei as minhas roupas em menos de 10 minutos, e colocamos as nossas malas no carro.

 No aeroporto, já havia um helicóptero nos esperando.

( Fim do Flash Black )

( Pov Taylor )

- Então é isso? Você estava aqui.. por isso não me ligou..

- Sim..

- Eu fui uma idiota, por pensar que você não me queria mais.. _ falou ela sentando em uma cama.

- Eu nunca te abandonaria Isa.._ falei abraçando ela.

 Era tão bom sentir aquele abraço novamente, sentir o seu coração batendo.. tudo nela me deixava mais louco de prazer.

 Mesmo sabendo dos riscos, eu me aproximei mais de sua boca, e a beijei. Foi só alguns segundos ( por medo de alguém ver a gente), más que pareceram uma eternidade sentir aqueles lábios novamente.

 Pedi para ela fechar os olhos, e do bolso do meu casaco tirei uma caixinha vermelha, que dentro, havia o anel lindo, assim como Isabela. Me ajoelhei  e entreguei-o para ela.

 Isabela começou a chorar com tamanha surpresa, e me abraçou.Infelizmente, Isa teve que ir, pois logo não iriamos ter mais só nós dois ali. Me despedi de Isa e deitei na minha cama.

Não demorou muito e os soldados chegaram, eles nem desconfiaram que ali, onde estavam havia sido o lugar de uma reconciliação.

 ( Isabela )

 Me despedi de Taylor e sai correndo de felicidade até o meu alojamento. Como as outras enfermeiras estavam trabalhando, eu consegui ter um alojamento só para mim, o que era melhor ainda.

 Coloquei sobre a cama, a minha mala, peguei o meu pijama e fui tomar banho. Quando as pequenas gotas de água caiam sobre o meu corpo, eu fechei os olhos e fiquei imaginando como se fosse Taylor ali, junto comigo, com suas mãos tocando-me por todo o meu corpo.

( Por Taylor )

 Incrível como a Isabela me deixa louco, faz-me sentir novas emoções a cada que ela chega mais perto de mim.

 Nunca mais faria essa besteira novamente, nunca mais iria sair sem ao menos me despedir dela, Isabela é uma mulher linda, e não merecia tanto sofrimento, que nem eu a fiz passar.

 Ah.. não vejo a hora de chegar o fim de semana, poder faze-la feliz e trata-la como ela merece.
 De repente, as luzes desligaram-se.  Era hora de dormir, e sonhar que Isabela, estava ali, em meus braços, e os nossos corpos se tocando, como se fossem um só.

 Dormir, pode até ser uma tarefa fácil para você, más para mim é terrível. Ao invés de dormir, eu só conseguia pensar em Isabela. Ah... chega, não aguento mais, tenho que ir ve-la.

 Me levantei da cama e de “fininho” , sai do meu alojamento procurando onde Isabela poderia estar, sem ao menos saber de fato.

 ( Por Isabela )

 Só de pensar em Taylor, eu ficava sorrindo, sem conseguir voltar ao normal, e o meu coração batia mais forte ainda.

 Ainda de pé... fiquei olhando, o anel, o quão bonito ficava em meus dedos. Logo imaginei uma aliança, em minha mão, e Taylor a minha frente vestido de terno numa igreja.

 Talvez, eu esteja me precipitando,imaginar toda a minha vida com ele, más estarmos aqui, nada é por acaso, não estamos aqui por nada, temos é que viver e aproveitar o momento, já que meus pais, não estão aqui parar me vigiar.

 Vesti um casaco, e fui em, busca de Taylor, me esquentar naquele corpo quente que me fazia tremer de desejo. Comecei a correr feito louca, em busca do caminho certo para o alojamento de Taylor. Até que senti uma batida forte na minha cabeça, e que me fez ficar tonta por alguns instantes. Eu havia “ atropelado ” alguém.

- Me desculpe eu..

 Quando vi aqueles olhos doces na minha frente... me agarrei em seu pescoço, e comecei a beijá-lo loucamente. Taylor, me pegou no colo, e me levou ás pressas para o meu quarto, deitando-me sobre a cama.

Taylor deitou-se sobre mim, e começou a me beijar enquanto passava as suas mãos pela minha cintura, fazendo-me enlouquecer ainda mais. Coloquei as minhas mãos sobre a sua camiseta e tentei tirar ela. Taylor me olhou e deu um sorriso, saindo da cama, ele tirou toda a roupa, menos a sua cueca. Ao vê-lo daquele jeito, fiquei ansiosa, e meu coração começou a bater mais forte.

 O máximo que consegui tirar foi o casaco ( devido ao tamanho da ansiedade ).

Eu te ajudo a tirar _ falou ele no meu ouvido, e uma das mãos começava a tirar a minha blusa.

 Com suas mãos, ele começou a desabotoar a minha calça, e a tirou completamente, em alguns segundos. Me levantei um pouco, e deixei um espacinho para ele tirar o meu sutiã. Ele tirou o meu sutiã, e olhou maliciosamente para os meus seios, fazendo meu rosto ficar quente.

 Ele começou a dar pequenos selinhos nos meus seios e logo depois tirou minha calcinha.

 Ai Deus... eu tava pirando com tudo aquilo, será que ia doer..?

 Ouvimos alguém bater na porta, e em poucos segundos reolhemos as roupas, e Taylor deitou em baixo da minha cama.

- Pode entrar_ falei deitada na cama.

- Oi.. seja bem vinda. _ falou umas das enfeiras.

 Em compensação.. a outra foi logo vasculhando o quarto.

- Eu sinto cheiro de homem._ falava ela.

- Esse é o cheiro do meu perfume e...

- Aha! Achei.. falou ela apontando de baixo da cama.

 Eis que surge Taylor, constrangido e só de cueca.

- Eu.. posso explicar.._ falei desesperada.

- Nem esquenta, a gente não é “ dedo-duro”.

- O que estavam fazendo em? _ falaram as duas soltando gargalhadas.

- Podem dormir, juntos nós não vamos contar pra ninguém.

Taylor foi correndo no banheiro e vestiu as roupas novamente,e foi dormir comigo




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA