04 setembro 2014

Fanfiction Herói De Batalha - Capitulo 5




Capa: @jessica_keli TLM
Texto/Fic: @DanniPinheiro
Nome da Fanfiction: Herói de batalha
Personagens principais: Taylor Lautner e Isabela Felitini
GêneroRomance/ Drama
Censura 13 anos Restrições: Sexo
Status: Em andamento
Nº de capítulos: Indeterminado
 Sinopse : Encontrar um amor verdadeiro, não é fácil, más o mais difícil é aguentar as consequência e mesmo assim  não desistir dele. 

Capitulo 5= Noite de amor


Mas credo! Ele achava que iria ser tão fácil, tê-lo em seus braços.

 Me virei de costas e fingir estar odiando os seus lábios quentes em meu pescoço.

- Saiba que esse seu joguinho, aumenta ainda mais o meu desejo de ter o seu corpo. _ falou 
ele virando-se e indo dormir.

Incrível, como tudo na minha vida, havia mudado. Meu pensamento, em relação ao meu pai havia mudado, não estava brava com ele por ele ter me posto de castigo, agora eu sabia que ele tinha feito isso por que amava, para eu aprender a fazer as coisas certas. Se há dois meses alguém disse que eu parecia por tudo isso na minha vida, eu com certeza diria que estava louca.

  Me acordei com o sol no meu rosto, e o som das ondas do mar. Vesti uma roupa mais adequada, e fui para a cozinha, e como de costume ( quem diria) , Taylor e nem os seus amigos estavam em casa. Estava começando achar que Taylor adorava dar uma saidinha enquanto eu estava dormindo.. quando eu vejo ele, com um calção azul, e uma prancha de surfe nos braços, saindo do mar e indo para dentro da casa.

 - Adora sumir em? _ falei como se nada tivesse acontecido ontem a noite.

- Eu estava surfando.

- Mais uma qualidade sua_ falei assustada_ Você não é ruim em alguma coisa?

- Em relacionamentos.

 Aquela frase me fez estremecer, e não consegui falar nada até os meninos ( ou seriam 
homens?) entrarem todos alegres na cozinha.

- Deixaremos vocês em paz hoje. _ falou Rob indo em direção ao quarto dele.

-Como assim? _ perguntou Taylor.

- Vamos á uma festa. Uhu! _ falaram Dilan e Ravi ao mesmo.

- Por que não podemos ir?_ perguntei.

- A festa é só para solteiros. Dãã.. sem falar que eu tenho certeza que vocês dois vão fazer uma festinha particular.

- Ô se vamos! _ falou Taylor rindo descaradamente.

 Os meninos se arrumaram rapidinho e saíram pisando o acelerador do carro de Taylor.

  Tomei o café da manhã, e depois fomos dar uma caminhada na praia.

 - Sabe.. eu nunca imaginei encontrar alguém como você, que pudesse me fazer muito feliz.

- Mas Taylor.. falei sentando na areia_ Você já teve tantas namoradas, eu sou.. apenas mais uma.

- Isa, você é muito especial, e nem se compara a elas.

- Mas...

- Isa, olha para mim. Agora que estou namorando com você, eu nem lembro delas, e você não deveria lembrar.

- Por que? _ falei com ciúmes.

- O namoro com elas, durou menos que o nosso.

 Levanto ligeiro da areia, e saio correndo para dentro da casa, não tendo controle das minhas 
pernas. Parei em frente á televisão, “ pera, o que eu estou fazendo? ” falei para mim mesma. 
Olhei para a porta que dava para os quartos, e quando pensei em ir até lá, senti os braços fortes de Taylor envolvendo-me.

- Dessa vez você não me escapa._ disse ele.

 Tentei de toda maneira sair, más.. não tinha jeito, ele era bem mais forte que eu.

- Por que você saiu daquele jeito?

- Poxa. Por que você não quer me contar sobre o seu passado?

- Por que não vale a pena.

- O que foi? Você matou suas antigas namoradas._ falei em tom de deboche.
 Por um tempo ele ficou olhando para o chão, e depois falou:

- Que tal assistirmos um filme em? Tem um de romance que eu acho que você vai adorar.

- Beleza então, eu faço a pipoca.

 Aquele papinho de assistir filme não me enganou, ele tinha algo para me contar,e não era bom pois não queria me falar nada sobre o seu passado. O que ele tinha de tão aterrorizante assim para esconder, será que ele não tinha que não importasse o que fosse, eu o amaria igual, e nunca o deixaria?

  Na metade do filme, Taylor começou a passar as suas mãos na minha coxa, e depois no fecho do meu short. Me levantei um pouco, e agarrei as suas costas, e lhe dei um chupão no pescoço, fazendo ele soltar um gritinho.


 Com força, ele me puxou para mais perto dele, e tirou a minha blusa enquanto eu passava as minhas mãos em seu cabelo macio. Com suas mãos grudadas em meu pescoço, começou a me beijar, um beijo picante e cheio de desejo. 

Tentei tirar a sua camisa más foi em vão, ele apenas deu um sorriso e me pegou no colo, me levando para o quarto. Eu sentei em seu colo, e consegui a tirar a camisa dele. Com minhas mãos, tentei procurar o fecho da calça e não achei então o empurrei na cama , e dei longos beijos.

Enfim , avistei o fecho de sua calça, e bem devagarinho cheguei nele, olhei para Taylor, e vi o seu rosto. Abri-o bem devagarinho, e a cueca boxe, branca que ele usava.

 Só de ver aquele volume, fiquei com vergonha, e senti minhas bochechas queimando de calor, então... ousei em tocar, só de leve, e foi ai que senti o volume palpitar.

- Viu o que você faz comigo?_ disse ele rindo e me puxando para cima.

 Ele me girou, e num piscar de olhos, senti o seu corpo quente colocado no meu e suas cariciais por todo o meu corpo. Com cuidado e bem devagar ele tirou meu sutiã, e ao olhar para os meus seios mordeu o lábio inferior, me deixando ainda mais quente e cheia de desejo.

  Ele saiu de cima da cama e foi atrás da porta me deixando sozinha. Me levantei da cama e fui indo bem devagar até onde ele estava, até, que á poucos passos, ele joga a cueca dele na minha direção. Fiquei ainda mais curiosa para vê-lo nu.

- Pode voltar_ falou ele ainda atrás da porta.

- O que foi?.

- Volta pra cama amor, confie em mim.

 Tudo bem , más que eu voltasse, tirei meu short, ouvindo a linda risada dele.Deitei na cama, 
e fiquei de olhos fechados ( conforme ele havia pedido). Depois de alguns segundos senti algo tapando meus olhos, fazendo-me não enxergar mais nada.

- Taylor?

- Sim, querida.

- Tira isso, eu quero te ver.

- Nem pensar. No final, você me diz se gostou.

  De repente, senti as mãos quentes dele percorrerem minhas nádegas, até chegar a tira da 
minha calcinha, eu estremeci um pouco, e fiquei com um friozinho na barriga, más continuei parada sem fazer nenhum movimento e curtindo as sensações que ele me proporcionava.

 Ele estava tirando minha calcinha! Eu não estava acreditando, então ousei em mexer minha mão, para ver se eu ainda estava usando-a e toquei em algo quente e  pulsante, voltei a minha mão rapidinho aonde ela estava.

 Taylor passava suas mãos por todo o meu corpo, como se estivesse curtindo cada parte do meu corpo. Senti minhas partes intimas pulsantes e meu corpo todo quente.

 As sensações, mudaram de cariciais para mais quentes, e ele passava algo meio pontudo, por entre os meus seios.

 Chega, não aguentava mais... queria ter ele dentro de mim, poder ver ele novamente, então mais que depressa rasquei o pano, e vi toda a perfeição do corpo dele, pingando de suor. 

Com minhas mãos em seu pescoço, o puxei para mais perto, para o próximo passo.

 - Tudo bem amor? _ perguntou ele.

-Sim

 Ele beijou o meu pescoço, e penetrou só a pontinha, fazendo doer muito, e eu gritar de dor. Vi que Taylor me olhou assustado  e parou.

- Não para Taylor. Não para _ falei gritando.

   Quando ele entrou completamente  dentro de mim, doeu pra caramba, más com as caricias que ele me fazia foi diminuindo, diminuindo, até eu curtir aquele momento só com um leve dorzinha.

   Depois de 15 minutos de puro prazer, Taylor caiu ao meu lado cansado.

- Está tudo bem com você? Eu te machuquei?

- Esta.. tudo bem _ falei quase sem força para falar.

 Fechei os olhos.... e capotei. Eu estava exaustada , ele entenderia.
  
                              



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA