17 fevereiro 2015

Fanfiction: A filha do chefe – Capítulo: 27- Última noite de amor


Mais tarde fui deixar Taylor e bia em casa.

- Você não quer subir? - Taylor disse retirando bia que dormia no banco de trás, ele tinha um olhar malicioso.

- Por que eu sinto que nesse convite tem um "quê" de malicia? - Eu disse ainda no volante do carro.

- Não... - Eu fui interrompida por ele.       

- É só um pouquinho... Ajude-me a colocar bia na cama! - Ele disse com aquela voz melosa e sensual - ou tentando parecer sensual - eu olhei pra ele e fingi pensar e mordendo o lábio inferior respondi.


- É só o tempo de colocar a bia na cama - Falei saindo do carro. -amanhã temos que chegar cedo à empresa temos uma reunião! -ele assentiu com o mais belo dos sorrisos safados.

- Será que os adultos também não podem se divertir um pouco? - já estávamos dentro do elevador que estava cheio quando ele falou isso não que eu me importasse com isso mais eu fiquei vermelha ao ver que algumas pessoas olhavam pra gente.

Uma parte da minha consciência me punia duramente por está fazendo isso com ele e porque não comigo também. Eu sabia que as coisas iam acontecer naquela noite e que Taylor não ia me deixar sair tão cedo daquele apartamento como ele me disse lá embaixo.

- Aconteceu alguma coisa você está tão quieta?! - Ele me perguntou enquanto eu o observava do batente da porta colocar a filha na cama.

- Nada! Eu estava aqui vendo você com ela... Eu nem sei se eu levo tanto jeito com criança assim como você.

- Eu sei que leva bia te ama igual ao pai. -ele disse isso fechando a porta do quarto enlaçando minha cintura e roubando um beijo meu,tentei resistir, mas quem conseguiria?. - Eu tenho certeza que você será uma ótima mãe pros nossos filhos!

Ai acabou!

- Filhos, Tay? Você nunca falou de filhos antes. - Disse saindo de seus braços. Minha cabeça, meu coração, meu corpo eles não suportava mais aquilo. Então eu disse indo pra sala.

- É melhor eu ir pra casa, bia já está na cama... - Ele não me deixou terminar a frase me virou pra ele e antes que eu pudesse protestar de qualquer formar ele me beijou e nós dois caímos no sofá, ele por cima de mim, eu tentei, mas uma vez fugi.

- Tay a bia!

- O que tem ela?

- Ela pode aparecer aqui.

- Então a gente fica bem quietinho. - Nunca vi homem mais insistente-mentira já vi sim.


O caso é que agora eu não tinha mais forças nem física e muito menos psicológica, eu só não queria ser a filha da mãe egoísta da noite, mas ali entregue totalmente em seus braços eu me esqueci desse "grande” detalhe.

5 comentários:

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA