07 fevereiro 2015

Fanfiction: Projeto ESTRELA - Capitulo 1

TEXTO FIC/Capa: Jessica keli TLM.

PRINCIPAIS PERSONAGENS DO CAPITULO:

POV ANNY: 
Estava muito bem, terminando um estagio com uma mulher incrível que se chamava Ellen.

 Ellen me deu a maior oportunidade que uma garota poderia ter. Eu trabalhava como sua estagiária em uma pequena agência que faziam grandes trabalhos.
Lá havia muitos assistentes que cuidavam de agendas de cantores, atores, agendamento de entrevistas etc.. Era algo bem organizado. Era só ser alguém famoso que precisasse de substituto imediato. E era só procurar nossos serviços e através de nós, eles em contratariam alguém treinado para a correria e para se adaptar ao dia a dia.
Apesar de toda correira, era um trabalho muito bom. Enquanto estagiei 2 anos em treinamento com os outros que entraram junto comigo. 


Estava chegando a hora de entrarmos para a lista de funcionários disponíveis. Olhamos de longe uma garota sentada prestes a assinar um contrato.

-É Anne daqui a pouco somos nós..   disse Natan vendo uma garota assinar seu contrato para ir trabalhar para Tom Cruise.
-algumas pessoas tem sorte..           falei olhando para a garota. Ela estava super feliz.
-fala serio Anne.. Tom Cruise? Ia te dar maior trabalhão..   riu ele.

Eu o ignorei olhando para a garota terminar de assinar e comemorar. Fernanda se meteu parecendo prestar atenção na conversa.

-ouvi dizer que agora ele esta solteiro !uii!! Que sortuda!
-Fer, ela assinou o contrato pra cuidar dos negócios de trabalho e não um contrato de acompanhante.
-há! Mais ela tem cara! Olha pra ela!
E rimos olhando.

-você é muito má.                         Ri voltando as minhas anotações.
Ellen chamou todas as pessoas que entraram junto comigo para uma pequena reunião.
Eu temi não passar, pós ela me olhou triste.

Meu coração disparava de minuto a minuto esperando aquela reunião terminar para falar com ela.
Todos saíram sorrindo, e me preocupei comigo.
Ela me olhou triste, respirei fundo.

-Anne.. será que podemos conversar a sós?     Olhei pra eles e eles olharam preocupados.

-sim.. claro..   falei baixo.
Me levantei e fui até seu escritório.

 legal. Depois de ser a unica a vivenciar o trabalho em massa junto com ela, depois de ter aguentado Britney por 1 mês de viajem na sua Tour, ter resolvido sozinha a divulgação de um CD da Selena Gomez, porque sua assistente estava grávida, de ter providenciado todos os pedidos de decoração da Lady Gaga ,porque ela estava resolvendo outros assuntos pessoais. Depois de tudo eu iria ser dispensada? Que ótimo!  Pensei sentando na cadeira enquanto ela fechava a porta.

-Eu tenho um problema..                  Falou
-Estou fora?
-Não é bem isso..
-Não entendi..                         falei ficando nervosa.
-É que, eu queria você aqui comigo, você me ajudou mais do que qualquer outro funcionário meu. Eu devo tudo a você por isso.. você viajou comigo e resolveu coisas que pessoas que trabalham no ramo há 10,20 anos não saberia como lidar.. e você foi a unica pessoa que conseguiu fazer tudo que pedi direito. Ou seja. Você é a unica que poderia me substituir..

-E isso quer dizer oque? Que eu vou substituir você?
-Não..          sorriu ela.
-Então eu vou fazer oque? Vou continuar aqui como estou?!              Perguntei surpresa e não gostando.
-Não..
-eu to fora?
-Não..                           ela fez uma cara triste.
-Eu vou pra onde? Porque ta fazendo essa cara triste pra mim?!                     Perguntei agitada.
-Eu não queria deixar você ficar longe de mim!! Você me lembra tanto quando eu era mais nova..

Tentei ficar calma esperando ela terminar.
-até me recusei na primeira vez, e eles aumentaram muito a quantia para aceitar do contrato. Então achei que era sua chance.

-Hum?                     Perguntei não entendo nada do que ela falava.
-me ligaram e precisavam de mim em Los Angeles. E eu não posso ir.. mais os Agentes se lembraram de você, porque você estava comigo quando estávamos com a Britney Spears e viram realmente Que você é a unica que pode me substituir..  você é a unica que trabalha da mesma forma que eu, na verdade como estagiaria você fez muita coisa!é formada em psicologia, vamos dizer assim. É perfeita para esse trabalho!

-E depois?
-Não calma.. olha, você vai ser contratada oficialmente para me substituir nesses casos. Não tínhamos ninguém até agora. E esse cargo é seu.

-Serioo?                     Falei sorrindo.
-Serio.                      deu um sorriso maroto.
-Caramba!!                Falei correndo para abraça la.
-Mais, olha. Não muda esse seu jeito ouviu? Promete pra mim que tudo que fizer vai terminar direito? Não vai me envergonhar, viu?!

-Tá, prometo.          Sorri.
Eu estava muito feliz. Eu era substituta de Ellen Loues. Eu estava mais feliz do que nunca!
Fui comemorar com os amigos, todos já estavam indicados para o trabalho.

Fui para o meu apartamento, e me senti mal por não ter ninguém da família pra contar, para me dar os parabéns, eu não os conhecia. Meu pai era o único que me criou e nunca soube por ele, sobre tia,primas, irmãos, nada. Nunca tive uma família perto de mim. Meu pai morreu quando eu tinha 17 anos, de câncer. E agora ia fazer 3 anos.
Olhei nossas fotos no porta retrato. Peguei sua foto nas mãos.

-Pai.. eu consegui!!                          Falei muito contente.
Meu salário iria multiplicar ou até mais. Era tudo que ele vivia dizendo que queria pra mim.. quando ele estava vivo, ele me contava sempre sobre sua carreira antes de me ver nascer. E contava o quanto se sentiu livre de tudo depois do meu Nascimento. Ele fazia seu sucesso no Brasil. E quando nasci ele desistiu de tudo até da minha mãe e veio para cá. Era a unica coisa que eu sabia.. ele me pedia perdão sempre quando eu necessitava de explicações, a unica coisa que eu sabia era que minha mãe estava no Brasileira.. E não me procurou desde então.
Respirei fundo e o telefone tocou. Atendi.

-Parabéns meeu amoor!!
Falou Rick.  Meu ex namorado, mais me tratava como se fosse sua namorada ainda. Tínhamos terminado por ele ter ficado com uma garota enquanto eu viajava com Ellen. Era engraçado sua cara de pal.
-Quem é que esta falando?

-Ué.. me esqueceu?   Riu disfarçando seu desapontamento.
-Não, mais pensei que fosse engano. Não tenho mais amores.
-Amores? Tem mais um?
-Rick, oque quer?
-Quero te dar os parabéns, fiquei sabendo que você ganhou uma promoção incrivel!!
Ele soube por aquela que fez ele me trair.
-claro. imagino por quem ficou sabendo. E acredito que ela nem imagina o favor que te fez. Imagino que encontrava motivos para me ligar..
Ele riu. -Fazer oque.. não consigo te esquecer.
-Papo furado Rick, olha. Estou ocupada, outro dia a
Agente se fala.   Desliguei o telefone e puxei o fio.

Olhei aquela casa. Eu quase não estaria mais ali, estaria de viagem sempre, mais não venderia. Era algo que lembrava meu pai, e uma hora ou outra eu teria tempo pra visitar.
Fui guardando tudo que me importava levar. amanhã saberia para onde iria. E para ajudar quem. Esse seria meu primeiro trabalho sozinha, sem ser quebra galho, ou uma estagiária fazendo oque a chefe manda. Eu resolveria tudo.
Coloquei uma foto do meu pai dentro da bolsa, e quase não dormi de tão ansiosa que estava.

Como era de urgência, eu assinaria os papéis e pegaria o voo hoje a noite mesmo.
Ellen havia estudado a noite anterior sobre o caso que era muito sensível ao ponto de precisar dela, Para me passar tudo. 
Então cheguei em sua sala somente para pegar as suas anotações.
Ela fez uma cara preocupada.

-o que houve?

-O caso é mais grave do que eu pensava, por isso quando acontece esse tipo de coisa. Pedem prioridade, eles arrasam, esfolam, prende, solta demais. Ai acontece pela primeira vez ignoram. Ai na segunda,terceira e assim vai.. Ai ocorre isso, os familiares não aguentam, os funcionários pedem arrego. E pensam que agente pode resolver assim do nada!
Falou ela me preocupando.

-acha que vai ser difícil? Porque é minha primeira vez.. e

-não! Que isso! Você lidou com a Britney Spears. Acha que isso é problema pra você?   Jogou a revista na mesa e eu olhei.
Um rapaz na rua, de óculos cabelo mal penteado, camisa um pouco desbotada, tênis sujo.

-quem é esse?
-você anda no meio desse povo todo e não sabe?
-Não.. não consigo lembrar.                        Falei enrugando os lábios.
-Pera ai. Tem uma revista antiga aqui.             Falou abrindo a sua gaveta. E pegou outra revista e jogou na mesa.
-nossa! Caramba! É ele?!                   Falei surpresa arregalando os olhos.
-é!   Disse ela agitada.
-o my good!     Surtei.

O rapaz estava diferente. Bonito, bem arrumado, sem barba e cabelo penteado. Não parecia a mesma pessoa.

-é exatamente isso que querem que agente resolva, ele não sente mais vontade de se apresentar nos seus shows. Ele não come, não dorme direito, por isso fica de mal humor e ataca todo mundo com palavras. Anda bebendo, anda saindo para um monte de festa que não presta. Anda se metendo em confusão, e não sabemos se ele usa alguma droga.

-Hum., e isso é mais fraco que a Britney Spears?                     Perguntei rindo.
-não.    riu ela.          - mais sei que posso confiar em você. Né?

-Eu não sei.. bom. Claro que pode, mais.. sei que não vai ser tão fácil. Ele é um rapaz!
-você tenta. Os Agentes dele estão desesperados.
-Mais de um?
-é, longa história. ele não esta mais fazendo tanto sucesso devido aos seus problemas. E só tem notícias ruins.

-ok.. lá vou eu.. né.    Ri
-Você é demais!   Riu ela, -Parabéns pela promoção.   E a abracei.

Peguei meu vôo e eu encontraria seus agentes, no Hotel que foi marcado pela empresa.  Descendo do Taxi um funcionário do Hotel me ajudou com a mala.

-ola.. é a Senhorita Anny Mondaín?
-Sim.. sou eu..    falei e aquele rapaz me levou até ao local onde eles estavam. Era na cobertura. Era a maior suíte que havia no Hotel. Haviam 3 homens sentados no sofá.
Ao me verem se levantaram. Todos de terno. Bem arrumados com Expressão preocupada.

-ola senhorita Mondaín.
-Anny por favor..                      sorri.
-Tudo bem.. Anny.                    Riu.
-Eu sou o Stevan, esse é o Roger e esse é o Ricardo.

Eles sentaram e eu fiz o mesmo.
-Então, sei mais da metade do assunto do motivo de precisarem de alguém como Ellen Loues. Podem me contar tudo que preciso saber?
Eles trocaram olhares.

-O Taylor Lautner. Era um rapaz muito jovem quando começou a carreira. Mais ele tem sofrido problemas com isso.
-Isso todo mundo já percebeu!                    Sorri.

-então.. ele tem sofrido transtornos, não sabe mais se controlar quando é preciso, ele perdeu vários shows, não faz músicas novas, o antigo assistente comprou varias musicas e ele nem se quer gravou uma. E foi um dos motivos de perdermos o 5° assistente esse ano.
-Ual! O quinto?             Me surpreendi.

-Ele esta mal de mais, sua voz esta péssima por causa da bebida constante. Os únicos shows que conseguimos são feitos fora do país, porque ele viaja e não consegue sair porque não conhece..

O Roger cortou. -as vezes ele consegue sim.. ele consegue sempre alguém pra levar ele. Ele ta foda.    Disse o rapaz muito irritado.

-Opa. Me desculpa.    Completou. E eu sorri.
-Ele ta demais, até os familiares não suportam mais ajudar, é tudo que a Ellen te informou. Durante os dias vou te explicando mais.

-ok..-E sobre as atuações, porque não faz mais?
-Ele nunca ler os papéis que enviam.
, ignora completamente. Joga no canto e deixa lá.
-E cade ele?

-Deveria estar aqui te recebendo. Mais saiu para beber com seu amigo e uma garota.
-Nossa, me senti muito importante..   falei sorrindo.
-Não, você vai se acostumar, e olha.. ele esta muito grosseiro, ignora oque for de inútil que sair da boca dele..  

E o outro completou. -É, mais a maioria das coisas que ele disser serão inúteis, então, quando ele disser oi. Ignora o resto.

Ri. Eles ja estavam sendo engraçados. Eram legais demais.
-Ok.. eu vou tentar lidar com isso, se não serei a 6°.   Ri contagiando eles.

-Aqui esta, tudo que deveríamos fazer, mais eles e eu estávamos tentando sem um assistente. E não conseguimos lidar com todos esses agendamentos.  Me entregou uma pasta. Estava a maioria dos dias vazios.

-Aqui não tem quase nada..    falei estranhando.
-Esse é um dos motivos que procuramos vocês.. se acabar assim, todos nós iremos perder o emprego.. e teríamos que desligar nosso contrato com a sua empresa..
Respirei fundo. -Quando agente começa?   Ri.

POV: Taylor Lautner.

-Uuuuuuoooou!!    Gritávamos com a cabeça para fora do carro enquanto Endri estava acelerando.
-Uuhuuul!! Corre maaais!!     Falou Santos.
Estávamos super bêbados. Não parávamos de rir. Tudo rodava.

Até que Endri tentou freiar e o carro bateu em um casal jovem na calçada o carro capotou e parou de cabeça para baixo. Depois de alguns minutos desmaiei.
Ouvia meu coração bater em meu ouvido. E me despertei com o barulho de sirene. Algumas pessoas em volta. Diziam. -Ai meu Deus!

-É o Taylor Lautner!  -Oh..
Olhei em volta e Endri estava desmaiada.
 E Santos estava ao meu lado acordando. Olhei para fora do carro e a cena era assustadora daqueles dois jovens feridos e abraçados.

 -Caralho!oque Gente fez cara?!   Perguntei.
Ele parecia sem forças para responder. Sua mão sangrava muito. E ele der pente sentiu dor e gritou me assustando.

A ambulância se aproximou, e eu me senti fraco pelo susto de tudo aquilo ter acontecido.  -Endri?!!
-Endriii!!!!                 gritei mais ela não se movia.
-droga!! Aii ta doendo muito!                Gritou Santos.
-Calma cara!fica calmo! A ambulância chegou!!

Meus olhos rodaram. E desmaiei outra vez.




GOSTOU?  DEIXE SEU COMENTÁRIO!
Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho dos outros deixando um comentário.

6 comentários:

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA