04 fevereiro 2015

Fanfiction: Twinight – Capítulo 1


Eram 6h30 da manhã quando minha mãe Claire me acordou para ir a escola.

- Poxa mãe! Já? - eu disse mais que sonolenta...

- Sim filha! Já!! Acorde se não vai se atrasar! - disse minha mãe toda amável...

         Minha mãe era maravilhosa como sempre, minha melhor amiga e confidente. Sabia tudo e mais um pouco sobre mim. Éramos companheiras desde que ela se separou do meu pai. Eu falava com ele muito pouco, já que ele morava em Nova Iorque com sua nova esposa.
          Eu só o visitei umas três vezes e apesar de o amar muito também a nossa relação era fria. Ele me chamava varias vezes para morar com ele em NY, mas nunca pensei na possibilidade de deixar minha mãe sozinha.
         Chegando da escola naquele dia passei direto na loja da minha mãe. Tínhamos essa loja de peças de carro, herdada do meu pai, para não nos deixar faltar nada quando se separaram. As peças eram compradas para revendermos com a ajuda de Billy Black, pai do meu melhor amigo Jake.

- Oi filha, tudo bem? - disse minha mãe empolgada.

- Tudo bem mãe... - eu disse cansada de mais um dia de aula.

- Filha, preciso falar com o Jake... quero fazer mais compras e só ele pode me ajudar com isso... - disse minha mãe preocupada, pois ela nunca gostava de deixar a loja com falta de mercadoria.

Falar de Jake nunca era fácil pra mim, já que pra mim ele não era só um melhor amigo. Eu o amava desde o primeiro dia que o vi, quando tínhamos uns 5 anos... A única pessoa que sabia desse amor platônico era minha mãe. Sim, platônico porque eu morreria se um dia ele descobrisse esse amor.

- Ah mãe, posso pedir para ele vir aqui ou você mesma pode ligar para o Billy...

- eu disse.

- Ah tudo bem, eu ligo pra ele, se não você vai ficar muito tempo no telefone com o Jake gastando o nosso precioso dinheiro... - minha mãe disse em tom de brincadeira.

- Hahaha muito engraçada! - eu disse me arrepiando só de pensar em falar com ele. Isso porque eu o via e falava com ele quase todos os dias!

         Fui para casa com meu carro - um jipe verde - que eu amava. Chegando lá eu o vi, encostado em sua moto. Meu Deus, como eu o amava! Eu tremia dos pês a cabeça, mas modéstia parte eu era uma ótima atriz e não deixava transparecer nada, nem pra ele, nem pra ninguém.

         Desci do carro e ele veio com o sorriso mais lindo do mundo em minha direção.

- Oi Jen!!! E ai, tudo bem? - ele disse empolgado.

- Tudo bem Jake e você? - disse animada.

- Tudo bem! Eu vim aqui dar um oi e perguntar se sua mãe precisa de algo pra loja...

- Sim, ela precisa! Mas já deve estar ligando pro seu pai...


- Ah ok. Ah! Você já viu a Bella? Eu a vi hoje! Fui com o meu pai na casa dela...levamos a pick-up que consertei... ela ficou super feliz! - ele disse se derretendo.

- Claro que sim! Você acha que eu não veria minha melhor amiga? Ela esta ótima e eu estava morrendo de saudades! - eu disse sendo sincera.

         Apesar de estar na cara que Jacob babava pela Bella eu nunca fiquei brava com ela, ate porque ela era demais comigo, minha amigona e não sabia dos sentimentos dele. Eu também nunca contei claro... Ele morria de saudades dela e eu chorava a noite quando pensava nisso.

         Jacob ficou mais um tempo comigo enquanto minha mãe não chegava. Conversamos sobre tudo e apesar da minha mãe achar que ele sempre dava um jeito de me tocar eu não criava esperanças na minha cabeça. Eu já sofria demais.

- Jake, para! Que saco! - eu disse irritada enquanto ele fazia cocegas em mim.

- Ah vai, que frescura! Eu sempre fiz cocegas em você e você nunca reclamou!

- Ah mas eu não tô mais afim ué... e por favor, eu vou tomar banho, me trocar, então pode sair do meu quarto. - eu disse com tom de cansaço.

- Ok ok! Eu já vou! Até amanhã chatona!

- Tchau!! - eu disse fechando a porta.

         Passaram-se alguns dias e eu e Bella estudávamos na mesma escola em Forks. Ela me contava sobre o cara que tinha conhecido, o tal de Edward. O que eu não acreditava era na historia maluca que ela me contara.

- O que!??? - eu disse exaltada.

- Fala baixo!!! - disse Bella. Eu sei é loucura, mas ele é um vampiro. Já conheci os pais, os irmãos, a casa...enfim...estou completamente apaixonada.

- E agora? O que vão fazer? - eu disse atordoada com toda a historia.

- Não sei, simplesmente não sei... - disse Bella.

         Muitos dias se passaram e Jacob falava muito de Bella para mim. Ha muito tempo eu não chorava tanto, a noite, em casa, no meu quarto, pensando nele e nessa paixonite pela Bella.  Bella também me falava de Jacob, mas desconfiada e dizia que seu amor era o Edward e que não queria magoar Jake. Um certo dia aconteceu o que eu não queria que acontecesse, mas sabia que seria inevitável.

- Jen, eu sei que você é minha melhor amiga e melhor amiga da Bella também. Por favor, tenta saber se eu tenho chance, se ela está saindo mesmo com aquele branquelo... - disse Jacob com voz manhosa.

- Jake, por favor... eles estão juntos sim, eu sei disso! Bella esta apaixonada por ele e é reciproco! - eu disse nervosa e triste.

- Ok, mas eu não vou desistir.

Ele saiu do meu quarto e eu chorei, como sempre...

2 comentários:

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA