20 fevereiro 2015

Fanfiction: Twinigt – Capítulo 3


Era um sábado. Acordei tarde... Também, merecido depois de uma semana cheia de trabalho na loja.

- Filha acorda por favor! Já é tarde e o Jacob já ligou umas 3 vezes... - disse minha mãe toda aflita. Ela odiava quando eu acordava tarde porque não fazia companhia pra ela... Rs era engraçado.

- Tá bom mãe! Já estou acordada e pro Jake eu ligo depois... - eu disse pensando porque ele tinha me ligado tanto.

         Tomei um banho, me troquei... Era verão, mas por vivermos em Forks um dia lindo de sol não era garantido, mas estava calor. Coloquei um shortinho jeans, uma regatinha branca colada e uma sapatinha.

         O meu cabelo vivia preso ou com uma trança, não gostava de soltar, apesar de minha mãe dizer que era o cabelo mais lindo de Forks! Haha eu ria sempre que lembrava dela falando isso.
          Eu era uma menina comum, nem magra, nem gorda, meu cabelo era castanho claro e meus olhos eram mel esverdeados... Pra mim, nada que chamava atenção. A única coisa que eu gostava em mim eram as pernas... Isso porque uma vez um menino da escola me disse isso e eu nunca esqueci! Que besteira...

Desci já arrumada e fui tomar o meu café quase almoço.

- Filha está tudo na mesa. Estou indo na casa do Charlie ok!? - disse minha mãe meio tímida.

- Ok, mas você vai fazer o que lá? - perguntei curiosa.

- O Charlie pediu para ajuda-lo com umas plantas novas que ele quer colocar em casa... - disse ela desconfiada.

- Ok mãe divirta-se e eu não sei se vou sair ok? Acho que não... - eu disse desanimada.

- Tudo bem me avise se for chegar tarde! Beijo! - disse minha mãe em tom fraternal, como sempre.

         Eu estava desanimada mesmo, pensava em Jake o tempo todo e pensando nele, jogada no sofá, que lembrei que precisava ligar.

- Alô, Jake!?

- Oi Jen! Poxa, te liguei várias vezes!! - disse Jake com a voz mais linda do mundo.

- Ah pelo amor! Estava dormindo... Eu mereço! - disse brincalhona.         

- Haha eu sei! Então, quer vir aqui em casa!? Eu estou precisando de ajuda com as compras para o aniversário do Seth. - disse ele.

- Ah...Sei... Pode ser... Quer que eu vá agora? - eu disse pensando: diz que sim! Rs.

- Sim, se não estiver fazendo nada... - ele disse baixinho.

- Estou meio ocupada com algumas coisas aqui, mas pelo Seth eu vou... - disse mentindo.

- Ahhh pelo Seth... Ok... - ele disse em tom de deboche.
- Daqui a pouco estou ai! Bye! - eu disse e desligamos.

         Eu me preparava psicologicamente quando eu ia na casa de Jake. Era porque eu estaria no seu ambiente, sua casa, seu cheiro estava em todo lugar... E o quarto dele... Meu Deus...
         Eu não entrava muito lá, apesar de sermos muito amigos e ele viver praticamente no meu quarto, o quarto dele nunca era tão visitado, até porque eu morria de vergonha de vê-lo sair do banho etc...No quarto dele tinha um banheiro e Era todo desarrumado, quarto de menino bagunceiro.

Quando estava pronta pra sair a campainha toca.

- Bella! Edward! Tudo bem!? - eu disse ao abrir a porta, espantada já que eles nunca iam me visitar.

- Oi Jen!! - Bella me abraçou com saudade e eu retribuí o abraço. Realmente eu sentia sua falta.

- Entrem por favor! Sentem-se! - eu disse.

- Jen nós viemos te ver! Eu estava mesmo com saudades e estávamos aqui perto.. Dai decidi tocar a campainha.. Rs. - disse Bella.

- Ah.. Claro... Venham me visitar sempre e você Bells nem precisa avisar mesmo.. É minha irmã poxa! - eu disse abraçando-a mais uma vez.

- O que você estava fazendo? Está toda arrumada.. - Bella perguntou.

- Na verdade estava de saída, estava indo na casa de Jake, ele quer que eu ajud....- fui interrompida por uma risadinha de Edward sem entender. Percebi que nesse momento Bella cutuca Edward com seu braço e o faz parar de rir.
- Ah então voltamos outra hora! - disse Bella.

- Não, não tem problema... Vocês nunca vem me visitar... - disse tristonha.

         Nesta hora Bella vai ao banheiro e eu fico com Edward na sala. Era estranho ficar com ele sozinha. Isso nunca acontecia e sempre ficávamos em silencio. Mas desta vez Edward quebrou o silencio:

- Jen, desculpe-me pela risada sem graça, mas eu sei o que se passa em sua mente. Eu sei que sabe que eu leio mentes. - disse Edward todo educado.

- Sim, eu sei... Mas o que que tem? - disse curiosa.

- Eu sei o que sente pelo Jacob e sei o que ele sente pela Bella. Sei que o que você sente por ele é muito maior, muito amor... Jen, sei que não tenho nada a ver com isso, mas porque não fala com ele? - disse Edward em voz bem baixa.

         Eu gelei. Quase desmaiei enquanto ele falava... Meu Deus! Não era mais um segredo meu compartilhado apenas com a minha mãe! Ele sabia! E Bella!? Será que sabia também!? Poxa ela é minha melhor amiga e ia me matar por ter escondido isso dela a vida toda... Ainda mais agora que não era segredo pra ninguém que Jacob era fissurado nela!

- Eu... Eu nem sei o que dizer Edward. Eu... - disse com os olhos lacrimejados.

- Jen desculpe.. Não precisa dizer nada e Bella não sabe.. Eu não disse a ela..

         Não fico contando tudo o que sei dos outros para ela... Ainda mais coisas particulares. Eu só achei que seria bom te dar um conselho e... - disse Edward quando eu o interrompi.
- Obrigada Edward, mas por favor, não quero falar sobre isso.. - disse enjoada de nervoso.

         Bella e Edward foram embora. Fui até a cozinha beber uma água sem acreditar no que Edward me disse. Ele sabia de tudo! Todas as vezes que estávamos juntos ele sabia o que eu pensava sobre Jacob! Que vergonha! Que pesadelo!

         Respirei fundo, peguei minha bolsa e fui para a casa de Jake. Encostando o carro eu o vi na porta. Lindo, como sempre, com um sorriso no rosto. O sorriso mais lindo do universo. Foi quando pensei que todo aquele amor e amizade poderiam estar por um fio caso Edward resolvesse contar para Jacob o que eu sentia... Sim, claro, pra ele seria muito conveniente...

          Jacob poderia se interessar por mim e deixar de perseguir Bella como fazia ultimamente. Mas como!??? Jake nunca tinha olhado pra mim com outros olhos, porque olharia algum dia? Por pena?

- Jen!! Porque você demorou!? - disse Jacob indo até o carro.

- Eu tinha umas coisas pra fazer lembra!? - eu menti. Não queria falar em Edward, Bella, ninguém...

- Ah ok.. Vem ver as coisas que já comprei e a lista do resto... - Jacob disse empolgado.

Enquanto entravamos na sua casa vi que Leah estava na sala com Billy. Cumprimentei os dois.

Jake e eu ficamos na mesa da cozinha olhando os itens da lista, riscando e acrescentando coisas para a festa de Seth.
- Você está distante... Está séria... O que foi!? - disse Jacob com cara de preocupado.

- Eu? Tô nada... Estou atenta na lista só isso... O Seth merece o melhor.. - eu disse rindo.

- Ah o Seth merece o melhor.. Ok ok - disse Jake me imitando.

         De repente a porta da casa de Jake se abre e era Embry. Ele nos cumprimentou e perguntou o que estávamos fazendo e se poderia ajudar. Como sempre ele me encarava.

- Não Embry, não precisa já estamos acabando. - disse Jake dispensando o amigo.

- Jake, não terminamos não! - eu o desmentia. - Embry por favor pode ficar aqui e nos ajudar com ideias. - eu disse e vi que Jake revirava os olhos.

         Embry sentou ao meu lado. Ele tentava me tocar sempre que havia oportunidade e eu ficava muito sem graça. Jake parecia incomodado, mas nada demais. Foi quando de repente:

- Jen posso falar com você quando terminarmos? - disse Embry olhando no fundo dos meus olhos.

- Há! Gente vamos nos concentrar... - Jacob bufou.

- Sim, ok, claro... - eu respondi a Embry, com vergonha.

         Passaram-se quase 2 horas. Finalmente tínhamos terminado e a festa ficaria linda. Seth realmente merecia. Eu amava aquele garoto! Quando me despedi de todos Jacob me acompanhava até o carro, quando Embry me chamou.

- Posso falar com você!? - ele disse tímido.

- Ah sim! Desculpe, tinha esquecido.. - eu disse sem graça.

Jacob parecia não acreditar no que o amigo falou e me disse:      

- Jen eu te ligo depois. - ele disse pegando na minha mão e soltando.

Estranho. Não estava entendendo nada!

- O que foi Embry? - eu disse curiosa.

- Jen, desculpe te falar assim, do nada... Mas... Eu queria muito sair um dia com você... Cinema.. Quem sabe.. Pode ser!? - ele disse sem jeito.

         Eu não sabia o que responder. Não sabia mesmo. Eu achava Embry muito bonito, forte, mas com cara de menino. Era sempre muito educado e seu olhar era lindo. Mas... Na hora eu pensei: era com Jacob que eu queria ter esse tipo de conversa, não com você Embry...

- E então? - disse Embry interrompendo meus pensamentos.

         Antes de responder pensei em uma coisa que minha mãe tinha me dito a um tempinho atrás: "Filha, você precisa viver a sua vida... Namorar.. Não pode ficar esperando pelo Jacob o resto da vida, ainda mais agora que ele admitiu para Deus e o mundo que ama a Bella". Nesta hora eu tremi e respirei fundo.

- Claro que sim! Eu vou... Você tem meu celular? Me liga e combinamos... - eu disse animada.

         Embry anotou o número e se despediu de mim com um abraço.

***POV Jacob***

         Eu não estava acreditando! Embry chamando a Jennifer pra sair? E ela aceitou! Haha era demais. A Bella nem ai comigo por causa do sanguessuga e a minha melhor amiga ia me abandonar de vez namorando o meu amigo. Ela nem gosta de cara assim que nem ele...

         Uma vez ela me contou. Tá mas porque eu pensava nisso tanto!? Porque isso me deixava nervoso? Um dia a Jen ia encontrar alguém mesmo e casar e ter filhos e.... Eu não conseguia pensar. De qualquer forma precisava me acostumar com essa ideia.

- Alo? Jen? - eu disse. Tinha que ligar pra ela.

- Oi Jake! - ela disse com voz de sono.

- Estava dormindo? Te atrapalhei? - perguntei sem graça.

- Não, estava descasando, mas dormindo não... O que foi? - ela perguntou.

- Eu fiquei curioso... Um dia você me pergunta porque o Embry te encarava e depois ele te chama pra sair.. - eu disse curioso.

- Jake como você sabe que ele me chamou pra sair? - ela perguntou indignada.
Nesse momento eu percebi que me intrometia na vida dela mais do que devia, mesmo sendo minha amiga. E era com muito incomodo que eu dizia:

- Jen, torço por você e pelo Embry. Ele é um cara legal. - disse confiante.

Quando desliguei o telefone percebi que não estava sendo sincero. Eu não torcia pelos dois.



Um comentário:

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA