23 março 2015

Fanfiction: Amor de infância – Capítulo 7


Texto/Fic: Carla Ferrari.
Capa: Jessica Keli TLM
Beta/Correção: @ValzinhaBarreto.

Como eu e Jacob não conseguimos fazer o trabalho juntos, acabamos ficando sem nota, e eu fiquei com ainda mais raiva de ter ficado com ele. Então, eu pedi para o professor:

- Por favor, me deixa fazer um trabalho extra?

- Eu até poderia deixar, mas você teria que fazer com o seu parceiro de dupla, pois ele ficou sem nota também.

- Ah, mas foi por culpa dele mesmo, por favor, professor!

Ele acabou deixando, e me pediu um relatório extra sobre a matéria da aula dele. Eu fiquei feliz em poder recuperar a minha nota, mas não tanto, quando descobri que ainda ia ter que fazer dupla com o Jacob.

- Isso é para o bem de vocês. Quem sabe até me agradeçam no futuro!

- Haha, só se for pra agradecer por ter estragado meu ano letivo.

No fim de semana Mia e Tato organizaram uma sessão de filmes, e Mia falou que ia rolar na casa dela. Eu lógico que fui, mas assim que cheguei encontrei Jacob todo esparramado no sofá.

- Olha só quem está de volta! – Disse Jacob.

- Dá licença, eu também quero me sentar. – Falei o empurrando.

- Tem certeza? - Ele sorriu com olhar de malicia.

Eu desisti da ideia e falei: deixa pra lá, vou ficar no chão mesmo.

Mia tinha dois sofás, ela e Tato ficaram em um, e Jacob ficou no outro.

E eu fiquei deitada em um colchão no chão, porque não queria ficar perto dele. O filme começou, era sobre ação, mas em algum momento deve ter ficado chato, porque eu acabei dormindo.

E então Jacob se debruçou no sofá, e ficou me observando dormir.
Mia e Tato percebem, e ficam olhando pra ele. Tato vê ele brincando com meu cabelo, e fala:

- Jacob?

- Hum?

- Você tá prestando atenção no filme?

- Claro. - Ele continua brincando com meu cabelo, e acaricia o meu rosto.

Mia então pergunta pra ele:

- O que ta acontecendo no filme?

- Sei lá... Alguma coisa sobre baleias. – Respondeu Jacob fazendo Mia sorrir, já que era um filme de ação e não tinha nada a ver.

Mia e Tato olham um para o outro e caíram na gargalhada, e eu acabei acordando com a bagunça. Jacob recolheu a mão, e ficou sem graça por ter sido pego no flagra.

- O que foi? – Perguntei.

- Nada. – Respondeu Jacob dando um sorriso sem graça.
Eu fechei a cara pra ele, e Mia diz:

- Ok, o filme não acabou, mas a pipoca sim... Quem se habilita a pegar mais?

- Eu vou!  - Jacob disse se levantando num salto.

- Tenho até medo dessa pipoca. – Comentei.

- Então porque não me ajuda então fofinha? – Disse me chamando.

Eu fiquei confusa com essa atitude, o ''fofinha'' dele era detestável, mas aceitei, afinal de contas eu também queria pipoca. Nós ficamos sozinhos na cozinha, e eu tentei manter distancia dele com medo de algo acontecer.

- Por que eu tenho a leve impressão que você está sempre fugindo de mim? – Disse ele.

- Não estou fugindo de você! – Falei firme.

Jacob me imprensou contra um armário da cozinha, e disse: É mesmo?

Eu automaticamente já fiquei com a perna bamba, e mal consegui me concentrar.

Mia de repente entra na cozinha, e Jacob disfarça e se afasta de mim na mesma hora. Ela nos olha com aquele jeito meio desconfiado de novo, e fala:

- Porque essa pipoca tá demorando tanto.

- Ela não consegue escolher entre queijo e manteiga. – Disse ele jogando a culpa da demora em mim.

- As duas são de manteiga, não sabem ler? – Disse Mia colocando os dois pacotes no microondas.

- Eu te odeio. – Falei baixando só para o Jacob ouvir.

- Acho que vocês não precisam mais da minha ajuda. – Falei saindo.

Jacob tentou disfarçar, mas Mia o conhece e a mim também, então ficou obvio que tava rolando um clima entre a gente. Ela sabia o que tinha visto naquela manhã, sabia que era ele saindo da minha janela, mas nada disse, pois isso me constrangia.

No final de semana seguinte eles decidem assistir outro filme de novo, mas dessa vez na casa do Tato, e eu falei pra Mia que não to a fim de ir.

- Ah, Por Favor! – Insistia Mia.

- Já disse Mia, eu não vou se ele estiver lá.

- E por quê? Para com isso, eu sei que vocês ficaram, não sou idiota.

- O que? Falei quase engasgando com meu suco, e digo depois:

- Que? Ficou louca? Eu hein!? – Falei negando.

- Okay, vamos fingir que eu não sei, mas para de se afastar de mim por causa dele, nossa amizade é a parte, somos todos amigos. Dá um jeito de lidar com isso e não me esconde mais nada. – Disse Mia um pouco chateada.

- Desculpa Mia. Eu realmente não sei como lidar com isso.

- Então você vem ver o filme ou não?

- Eu vou, mas eu juro que se ele começar a me irritar, você é quem vai levar a culpa!

- Deixa o Jacob comigo. – Disse Mia.

Nós vamos para a casa do Tato e levamos um filme de comédia dessa vez. Assim que eu cheguei, Jacob abriu o maior sorriso.

- Tô vendo que essa noite vai ser loooonga! – Pensei.

O filme começou, e nós começamos a brigar pra ver quem iria ficar do lado de quem. Tato só tinha um sofá, então colocou um colchão de casal no chão pra todos deitarem. É claro que ele deitou de conchinha com a Mia, e eu tive que aturar o Jacob no meu cangote.

- Se você não se afastar eu juro que vou te bater realmente onde dói!

- Eu não vou deitar no chão frio. Você vai ter que me aturar, não tem mais espaço. - Disse ele com  a cara mais limpa do mundo.

Durante o filme todo ele ficou me cutucando e irritando o tempo todo, de todas as maneiras possíveis, mas novamente em algum momento eu peguei no sono, e Jacob se aproveitou pra me abraçar enquanto eu dormia, eu senti seu abraço, mas não consegui evitá-lo.

Mia e Tato não percebem nada, e ele continuou assim ate o final do filme. Derrepente eu senti algo quente, pressionando o meu pescoço, e vi que era ele me dando beijinhos sem que ninguém visse.

- Ei, para com isso! – Falei.

Mia e Tato se levantam pra ver o que é, e Jacob tentou se defender:

- Parar com o que? Ta loca mulher? – Disse cínico.

- Tire sua boca e suas mãos de mim Jacob. – Pedi.

- Credo. Nem toquei em você.  – Disse ele certamente rindo por dentro.


Continua...

AVISO: Não esqueça de comentar, sua opinião ou interesse pela continuação da história é importante para que a autora continue a escrever, deixe um comentário.

5 comentários:

  1. kkkkkkk Jacob bem cara de pau kkk , continua

    ResponderExcluir
  2. Continua.Quero ver como vai terminar essa confusão.Kkk o Jacob mentindo que não tinha beijado o pescoço dela foi muito engraçado kkk.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA