12 março 2015

Fanfiction: Projeto estrela - Capitulo 6




                                   Capa/escrito por: Jessica keli - @jessica_keli TLM
PERSONAGENS DA FANFIC

Acordei de manhã. "Na duvida. Era sonho ou realidade?

Olhei minha cama toda bagunçada. 
Reparei que estava somente de roupas intimas. 
-Ok isso foi real..
Pensei alto.

Me sentei na cama olhando aquela bagunça.


Ele não estava ali. Olhei para a porta do banheiro temendo ele estar lá, por  incrível que pareça, depois da noite que passei, morri de vergonha de ve-lo.

 Não eramos nada um do outro. Então isso me fazia sentir muita vergonha. Porque não costumava ser assim, e não queria que ele pensasse coisas ruins de mim por isso.

Me levantei devagar. E fui no banheiro a porta estava aberta e ele não estava lá. Respirei aliviada e fui ate a cama e me joguei. Pensei na noite passada. O quanto foi bom ter ele daquele jeito, foi fantástico. Foi Errado. Mais tão bom..





POV DE TAYLOR LAUTNER:

Me senti muito estranho quando conheci marie, ela era muito bonita, parecia ser legal. Stevan parecia que gostava da ideia. Enquanto conversávamos sobre oque deveriamos fazer. Anny chegou, e meu chão parecia ter sacudido, que vontade de desistir

de tudo, mais parecia que ela não se importava. Talvez.. Ela só queria resolver as coisas para ir para casa..
Eu deveria controlar meus sentimentos. Entrei com Marie no elevador, vendo Anny me olhar enquanto as portas se fechavam. E Duvidei se eram coisas da minha cabeça. Aquele seu jeito, seu olhar estava mudado. Poderia ser ilusões da minha mente. As portas se fecharam e pude finalmente deixar de fazer a Expressão serena que tentava fazer para que ela não notasse meu desespero. Respirei fundo passando as mãos no rosto. Eu não podia continuar assim...
Marie me olhou. -você esta bem Taylor?
-sim.. estou, vou ficar melhor.
-oque foi? Do nada mudou..
-não é nada, me desculpe..
-ouvi dizer há um tempo que você andava mal..
-agora me sinto bem..    tentei
sorri.
-Ai! Isso é bom, assim agente pode aproveitar muito mais!    Riu.

Fomos ao restaurante e conversamos sobre muitas coisas como, fãs, amigos, musica, filmes. Ela parecia muito divertida. Mais eu estava louco pra passar logo as horas. Precisava falar com Anny ainda hoje.. Marie pediu uma bebida forte e isso me fez sentir vontade de beber. Olhei a bebida.
-quer?
-h.. não, não bebo mais.   Olhei tentado.
-Serio? Isso é maneiro! Como conseguiu?
-Longa história..    falei olhando para baixo. Pensando em Anny e
o quanto ela ficaria decepcionada comigo por sentir vontade de beber.

Parei pensativo.
 Rápidamente me julguei. Porque isso agora? Nunca me preocupei com esse tipo de coisa. Me irritei comigo mesmo. Isso ainda era a certeza dentro de mim que era fogo de palha. TUDO PASSARIA SE LEVASSE ANNY PRA CAMA.

-Taylor?   Marie me despertou.
-Oi?
-oque motivou sua mudança assim? Foi legal! Eu adorei!   Sorriu.

-Obrigado.. mais meu motivo agora vai ser você.   Falei irônico.

Ela riu mordendo seu labio inferior. Parecia ter visto isso como uma cantada, mais só percebi quando saiu da minha boca.
-que legal.. vou adorar..   riu e tomou mais a bebida.

Conversamos mais um pouco e íamos saindo. Os paparazzis nos rodiavam.
-Sabe que agente tem que rir, né?!   Falou ela baixinho e gargalhando alto.

Gargalhei de propósito pela forma como ela havia dado um jeito de rir.
Levei ela em sua casa e fui correndo para o Hotel. Parecia que Anny não estava no quarto. Vi o funcionário passar pelo corredor.
-hey! Hey!     Sussurrei. -Preciso de um favor.
-Sim, diga senhor Lautner.
-Preciso entrar neste quarto.
-Senhor.. sinto muito, mais Não podemos fazer esse tipo de coisa, e a segurança dos nossos clientes e.
cortei. -Te dou mil dólares.
-Ta aqui.   Tirou do bolso rápido.

Que Viado.. pensei pegando a chave, Anny tinha razão. Precisava morar em uma casa. Qualquer um poderia entrar assim no meu quarto.
-vai lá no meu quarto pegar o dinheiro amanhã. E te entrego a chave.
-Sim senhor.     Sorriu e se retirou.
Coloquei a chave na porta desacreditando.   -Que safado cara.. pensei alto Trancando a porta.
me sentei esperando ela chegar, eu tinha que tentar, tinha que terminar oque não haviamos terminado.
Eu sabia que poderia ser somente a vontade de leva-la para cama. E TUDO QUE EU SENTIA VONTADE DE FAZER POR CAUSA DELA, TUDO QUE JÁ NÃO PENSAVA EM FAZER, ACABARIA NUM ESTANTE.


POV DE ANNY:
Menos 1 ponto para mim. Não deveria ter feito oque fiz. Pensei arrependida.
Oque Ellen pensaria do meu trabalho? Aposto que ela nunca passou uma coisa dessas um dia.
Me levantei, tinha que me levantar.
A casa já estaria pronta, isso já era ótimo.. ele poderia melhorar mais num ambiente melhor.

Tentei desfazer todos os meus pensamentos sobre aquela noite. Tinha que agir como se não tivesse acontecido nada. Roger veio até há mim dizendo que levaria Taylor na gravadora vê se conseguia resolver algumas coisas e de lá eles iriam direto para a casa nova, pra nunca mais, GRAÇAS A DEUS nunca mais sair.
Realmente estaria de folga naquele dia e fui as compras. Que me deixariam super calma, havia um paparazzi mais uma vez atrás de mim. É eles não nós deixaria mais em paz, pensei enquanto caminhava.

-Não chegue tão perto.. porfavor..ta?    Falei caminhando.
-Ok, posso fazer uma pergunta senhorita Anny?    Percebi que ele falou meu primeiro idioma.

-Hahaha ual! Fala português?    Continuei caminhando enquanto ele batia fotos.

-sabemos o suficiente! E assim chamei sua atenção.      Riu

-Estou vendo.

E mais paparazzis chegavam pelo caminho. Atrapalhando minha passagem, e Fernando chegou pedindo que parassem.
-Deixem ela em paz porfavor..   falou calmo.
-Ta tudo bem.. deixa.     Falei ouvindo os cliques. E parei em sua frente e o paparazzi se afastou mais um pouco e perguntou em inglês.

-Você pode ter cido a causa da mudança de Taylor Lautner?
Fernando me olhava curioso pela resposta.
-Profissionalmente sim.
-Então emcionalmente não?
Ri sem graça.  -Não.
E Fernando riu.
 -Então Marie é a motivadora?
Olhei para o paparazzi. -Talvez.. Não sei, vão descobrir.   Ri

Fernando e eu entramos no primeiro restaurante que vimos para ver se nos deixavam em paz.
-Nossa! Esta tão assim?

-É, pra você ver oque estou passando.  Ri
-Que surpresa te ver aqui.    Sorriu.
Sorri. -também Estou surpresa.
Sentamos em uma mesa próximo a janela.

-Iai.. oque faz andando por aqui.
-Estava indo ao shopping. E ainda vou, preciso comprar algumas coisas para mim, aproveitar que estou de folga.    Ri.
Ele se apoiou com os braços na mesa. -E.. hoje a noite.. eu vou te ver?
-Hum.. não..    falei sem graça.

Eu estava fugindo dele. Risos.
-Que isso.. mais porque?

-Taylor vai precisar sair novamente com Marie e eu precisarei resolver as coisas enquanto ele estiver fora..
Ele jogou o olhar para cima quando falei do Taylor.
-Taylor, Taylor, Taylor.. só sabe falar dele..   falou sem graça.
-fazer oque.. eu vim para isso. Pra ajudar ele e depois vou voltar para nova york.

Ele respirou fundo. -estou vendo.. parece que pra você quanto mais rápido melhor..

-é bem isso.    Sorri sem graça.
Conversamos por uma hora. Ele era bem legal, calmo. Gostei de conversar com ele, antes de ir embora me fez prometer que eu teria um tempo pra ele. E então depois de passar a tarde toda no shopping fui para o condomínio. Todas as coisas já estavam nas caixas. Coisas que o pessoal do Hotel graças a Deus fizeram por mim. Só tive o trabalho de por no lugar e não eram muitas coisas.

Quando terminei de por toda as roupas do Taylor em seu armário peguei a ultima camisa de cima da cama.
 Apertei em minhas mãos e senti o seu perfume ainda na camisa. Lembrei o quanto senti aquele cheiro tão bom ontem a noite. Meus pensamentos viajaram até a noite passada. Me forcei a despertar.
E coloquei sua roupa no armário. Agora arrumaria a minha.

--
Quando terminava de arrumar ouvi a gargalhada de Roger. E fui até a sala.desci as escadas.
-o que foi?
Taylor ria. -Agente esqueceu que tinha que vir pra cá.
Roger completou. -só que ai chegamos no Hotel e ficamos desesperados porque pensamos que haviam roubado nossas coisas.
-vocês são muito bobos mesmo.   Ri.
-Taylor ia arrombar a porta!     Falou rindo.
-claro, minhas roupas novas.    Sorriu sem graça colocando suas mãos no quadril.
-já esta tudo arrumado..    falei.
-vlw.     Falou ele me olhando sem graça.
Roger olhou o relógio.
-ih, olha só a hora. Vou buscar algo pra comer. Querem alguma coisa?

Taylor entortou os labios. -hum.. não preciso, Marie ta vindo pra cá, vamos sair pra jantar.

Meu coração acelerou. Olhei para qualquer lugar menos pra ele.
-E você Anny?
-eu quero Roger, não vou sair.     Encarei Taylor.

Oque eu estava fazendo? Não era pra mostrar incomodação nenhuma! Comecei fazer ações para que ele não percebesse meus ciúmes.

Roger saiu em busca do nosso jantar. E me virei para subir.
-Hey, anny..    falou enquanto subia as escadas.
Parei e me virei.
-Oi?
Ele me olhou sem graça. -Você esta bem?
O olhei abrindo mais os olhos. Era só isso que ele tinha pra me dizer?!?
-estou.. não parece?   Me virei e indo em direção ao meu quarto.

Pensei. Anny, assim ele vai perceber sua incomodação sobre tudo que esta acontecendo, seus ciúmes!!
Respirei fundo. Tentando me acalmar. Fui colocar minha última roupa no armário.

Ouvi uma batida fraca na porta e ela se abriu. Olhei ele entrando.
-O que foi? Ta irritada ? A noite Foi tão ruim assim?   Riu sem graça.
Olhei pra ele e não respondi.
-O que é? Porque ta assim Anny?
Respirei fundo.  -tive um dia ruim, só isso.. amanhã vai passar.
-Tomara.. porque esta me assustando.     Riu.
E eu não aguentei e ri pela forma que ele falou.
Ele mal sabia porque eu estava assim, mais preferi deixar desta forma. Quando ele melhorasse teria que deixa-lo. E quem cuidaria dele?
Pensei tentando me conformar.
-sorriu? Isso é bom.. te fiz sorrir. Geralmente é o contrário.   Riu.
-é..    falei sem graça.
-quer falar alguma coisa pra mim?    Estranhou.
-Não.
-tem certeza?
-tenho..    sorri.
-Mais eu tenho, o que ta achando disto? De mim e da Marie ter que sair assim?
Olhei pra baixo. Tentei olhar pra ele mais não consegui.
-Há.. isso é  oque queriamos, e esta dando certo. Ela parece ser legal.. e..

Me doeu dizer.    -é perfeita pra você..
Meus olhos me traíam. Tentei segurar meus olhos para que as lágrimas não aparecessem. Mais estava cada vez mais difícil. Olhei para ele. E ele estava me olhando pensativo totalmente serio. Não consegui reparar o seu rosto direito. Minhas lágrimas me cegavam.
-Taylor!!       Ouvimos a voz de Marie la em baixo. E ele olhou pra porta.
Sequei as lágrimas escondidas rápidamente.

E ele virou e tentei ficar normal. Então pude ver o seu rosto, seus olhos ficaram avermelhados. Estava doendo muito ter que permitir tudo aquilo.
-vai la..       falei vendo ele me olhar em silêncio.

Parecia que seu rosto me dizia. "Porfavor me impessa de ir!"

Mesmo vendo que poderia ser isso, respirei fundo. E Marie gritou novamente.
Ele respirou fundo. -Ok..   me olhou pela ultima vez e saiu.
Fechei a porta, me encostei e ouvi.

Um nó na garganta se formava.
-Taylor.. me desculpa ter entrado. 

Vi o Roger saindo e ele aproveitou e me permitiu entrar. Ele disse que seria melhor saberem que tenho autorização de entrar a hora que quiser.   Riu.
-então vamos?
-nossa o que foi?
-Não nada.. só preciso sumir daqui.
-Ta, então vamos.
Ouvi seus passos sumirem.
Sentei no chão me apoiando na beira da cama. E chorei. Que dor ter que fazer isso. Mais era para o bem dele! Eu não podia pensar só em mim! Tinha que pensar como ele ficaria daqui algum tempo. Quando eu não tivesse mais aqui.

Abracei minhas pernas e apoiei minha cabeça pra chorar. Pensei em como eu viveria depois de ter conhecido ele. Parecia que todos os objetivos que procurei em minha vida toda não apresentavam nenhum valor agora.
Larguei minhas pernas apoiando meus braços nos meus joelhos. Tentando parar de chorar.
Que dor que eu estava sentindo ter que permitir ele agir assim.


GOSTOU?  DEIXE SEU COMENTÁRIO!
Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho dos outros deixando um comentário.

7 comentários:

  1. Marie sempre atrapalhando né -_- ! Continua que tá perfeito

    ResponderExcluir
  2. Marie sempre atrapalhando né -_- ! Continua que tá perfeito

    ResponderExcluir
  3. Cara caiu uma lagrima :'(
    Continua

    ResponderExcluir
  4. Nossa quase choro junto com Anny,como fica as coisas agora???Contt..

    ResponderExcluir
  5. Nossa quase choro junto com Anny,como fica as coisas agora???Contt..

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA