21 abril 2015

Fanfic: Diário de uma paixão – Cap. 4. Ela não gosta de mim.


Texto/Fic: Jenny Hanson
Capa: Luane - SMD
Beta: Joyce Cruz.
                                           
*** Carol POV ***

        Eu não estaba acreditando que ele queria meu telefone! Que abusado! Foi a pior maneira de pedir o celular de alguém, mas, confesso que foi corajoso da parte dele. E pra que queria meu telefone?


Será que ele achava que eu era aquelas menininhas com as quais ele estava acostumado? Espere aí! Nem menina eu sou! Eu sou uma mulher e não posso ficar preocupada com esse tipo de coisa! Tenho que me preocupar com a minha carreira.

        Estava exausta e, assim que cheguei em casa, tomei um bom banho e fui dormir.

*** Sonho ON ***

        Ele beijava todo o meu corpo. Eu estava de costas. Eu sentia um calor que jamais senti. A barba dele me arranhava enquanto todo o meu corpo se arrepiava.
        Já delirando de prazer e, sem esperar, ele me penetrou. Era muito quente, era muito bom…

*** Sonho OFF ***

        - Merda!! - Gritei!

        Acordei com o despertador, às 8 da manhã. Dei um pulo da cama ainda ofegante. Que sonho foi esse? Por quê? Que vergonha! Sim, quando sonho com alguém tenho vergonha de olhar pra essa pessoa no outro dia. Que saco!

        Tomei banho pra ver se os ânimos acalmavam. Por que eu tinha sonhado com ele? Por que ele estava nos meus sonhos? Nem o conhecia direito… tinha que admitir que no sonho ele era demais. Que corpo! Que corpo! Eu só podía estar louca!
        Troquei de roupa e, em meia hora, James estava no carro, na frente de casa, para me levar ao galpão.

        - Que cara é essa? - James perguntou, me analisando.
        - Bom dia! A mesma de sempre. - Respondi.
        - Não é mesmo! Você parece assustada… - Ele insistiu.
        - Assustada? Com o quê? Impressão sua… - Falei tentando encerrar o assunto.
        - Preparada para mais um dia? - Ele perguntou.
        - Claro… - Respondi, sem certeza alguma.
        Eu estava com vergonha. O sonho foi muito intenso. É como se, ao olhá-lo, com certeza, ele saberia o que eu tinha sonhado…

***

        Chegamos ao galpão. Já estavam quase todos lá, exceto por Taylor e Tarik. “Graças a Deus!”, pensei…

        Saí correndo para o camarim. Queria me esconder e me preparar logo para mais um dia. Eu já estava debidamente vestida e meu cabelo e maquiagem já estavam prontos. Fiquei no camarim até ser chamada.

        - Carol? Pronta? - Perguntou James ao abrir a porta.
        - Já estão todos aí? - Perguntei, na verdade, querendo saber se ELE estava…
        - Sim! Estão só esperando por você… - James respondeu.
        Senti meu estômago revirar...
        Assim que passei pelo corredor dos camarins e entrei no salão principal, ele me olhou. Será que ele me fuzilava com o olhar ou era impressão minha? Talvez eu tivesse encanada por causa do sonho…
        - Oi! Bom dia. - Ele disse.
        - Bom dia… - Sussurrei.
        - Está tudo bem? - Ele perguntou.
        Estava tão assim na cara?
        - Sim, está! - Respondi.
        - Ótimo! - Ele disse.
        Fizemos as primeiras fotos do dia. E, para o meu sofrimento, tínhamos que nos abraçar em algumas fotos. Eu ia desmaiar a qualquer momento! Eu me arrepiava toda quando ele me tocava… só esperava que ele não tivesse percebido.

        Saí correndo quando acabou a primeira sessão. Mas, no corredor dos camarins ele me chamou:

        - Carol! Espera!
        - Oi… - Respondi virando de costas, mas, continuei andando pra trás… eu sei, essa foi péssima!
        - O que foi? Por que está correndo? - Ele perguntou.
        - Nada! Só estou com pressa... - Respondi.
        -Pressa? Temos o mesmo tempo… - Ele questionou.
        - Eu sei! Mas, eu demoro mais para me arrumar… - Expliquei.
        - Espere! - Ele pediu, segurando o meu braço. - Respira! - Completou.
        - Estou respirando... – Eu respondi e ele sorriu.
        - Fiz alguma coisa que não gostou? Ou você não gosta de mim? - Ele disse sorrindo.
        - Nossa, imagina! Desculpe passar essa impressão… eu sou assim mesmo… - Expliquei.
        - Assim mesmo como? Séria? - Ele perguntou.
        Assim que ele terminou a frase, ouvimos a voz de James:
        - Carol, não está pronta ainda? - Ele gritou.
        - Estou indo! Tchau, Taylor… - Despedi-me.
        Ele nem respondeu. Continuou parado me olhando enquanto James passava por ele e dizia um “Oi” forçado.
        Assim que James entrou no camarim disse:
        - Eu não falei! - Ele disse.
        - O que foi James? - Fiz-me de desentendida.
        - Falei que ele estava interessado! - Afirmou.
        - James, por favor… eu preciso me arrumar! E, não! Ele não está interesado! - Eu disse, tentando acalmar James.
        - E por que está nervosa, então? - Perguntou, me analisando.
        - Não estou nervosa! Tchau! Preciso trocar de roupa!!! - Disse empurrando-o para fora.
        Fizemos mais fotos, porém, Taylor não falou mais nada. Não trocamos uma palavra… melhor assim…
        Quando mais um dia de fotos acabou, segui em direção à lanchonete. Estava morrendo de fome!
        Assim que entrei no espaço, eu o vi. Estava com Tarik. Fingi que não queria nada e dei meia volta, mas, não adiantou…
        - Carol! - Gritou Tarik.
        Virei, mas continuei onde estava.
        - Venha aqui! - Pediu.
        O meu interior eu dizia: “Não, por favor! Eu não quero conversar!”. Mas, por fora, eu dava um belo sorriso.
        - Se for comer algo, sente-se aqui com a gente… - Tarik liderava a conversa enquanto Taylor tomava água.
        - Estou sem fome… - Menti.
        - Você trabalhou o dia todo! Coma algo! - Tarik insistiu.
        No fim, estava com fome mesmo, então peguei um sanduíche natural e uma água. Sentei com eles.
        - E aí? Está gostando? - Tarik perguntou.
        - Sim... - Respondi entre uma mordida e outra.
        - Você é quieta… - Ele continuou. Taylor sorriu sem dizer nada…
        - É, eu sou assim… - Concordei.
        - Você tem namorado? - Tarik perguntou.
        - Tarik! - Taylor o repreendeu.
        - Sim, tenho… - Menti.
        - Tem? Alguém do business? - Insistiu.
        - Não… - Respondi.
        - Tarik, deixa ela… - Taylor pediu.
        - Qual é o nome dele? - Ele não ia desistir!
        - Christian… - Me rendi.
        - Christian de quê? - Forçou a barra.
        - Nossa, quantas perguntas! Por que quer saber? - Questionei.
        - Vai que eu conheço… - Deu de ombros.
        Eu sorri e respondi.
        - Grey, Christian Grey… - Zombei.
        Tarik e Taylor se olharam e começaram a rir.
        - Ah, você tem senso de humor, então… - Tarik disse.
        - Viu? Não sou tão séria assim…
        Peguei meu sanduiche, minha água e saí.
        - Tchau! Até amanhã. - Falei.

*** Taylor POV ***

        - Ok, pode começar! O que vc vai dizer? - Eu disse para Tarik.
        - Ela é legal, vai… - Tarik falou.
        - Ela não gosta de mim… - Falei, cabisbaixo.
        - Claro que gosta! - Ele afirmou.
        - Ela não fala! É muito introspectiva… - Analisei.
        - É nada! Isso é timidez, normal... e, pelo menos, tem senso de humor… - Tarik observou.
        - Ah, tá… - Assenti.
        - Aposto que você gelou quando ela disse que tinha namorado! - Ele provocou.
        - Seria a única explicação pra ela ser assim! - Eu disse.
        - É nada, parece que o tal de James é bem duro com ela! Tipo um pai… - Tarik comentou.
        - É, eu já percebi… mas, vamos mudar de assunto? Quantas vezes eu vou ter que dizer que não estou interessado??? - Falei, mentindo.
        Sim, era mentira. Eu estava interesado! Na verdade, curioso… Ela tinha um ar de mistério que me intrigava. Além da beleza… e que beleza!!!
        Assim que cheguei em casa, recebi uma mensagem de Tarik:
        ADIVINHA O QUE EU TENHO???
        Respondi: O QUÊ?
        O CELULAR DELA!
        Nem respondi. O que eu faria? Nada!
        VC QUER???
        Respirei fundo e respondi: PARA QUÊ?
        TAYLOR, DEIXA DE SER TROUXA! QUER OU NAO QUER? ÚLTIMA CHANCE! DEPOIS VOCÊ VAI PEDIR E EU NÃO VOU DAR!
        Eu ria sozinho. E respondi: PASSA LOGO! SACO!

Notas finais
Comentem!!!


3 comentários:

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA