01 maio 2015

Fanfic: “One of the boys” – Cap 5: Noite de amor (Fim)

Texto/Fic: Emanuel Daniel
Capa: Jessica Keli TLM
Beta/Correção: @ValzinhaBarreto

Eu fiquei refletindo sobre o que teria acontecido se ele tivesse tirado tudo e ficado nu. Já era o ultimo dia que estávamos lá e tínhamos que ir embora de manha.
                   

- Você quer sair hoje – Taylor perguntou.

- Não sei. Estou meio cansado. – Falei.

- Que tal vermos um filme?

- Pode ser. – Concordei.

- Vamos ver qual filme?

- Eu tenho o “Querido John” na minha mala.

- Ótimo. Vou comprar pipoca – Disse ele.

Quando Taylor voltou, eu já havia colocado o filme no DVD. Ele trouxe também refrigerante. Começou o filme e se passaram varias cenas, principalmente de romance.

Taylor me olhou por alguns segundo, mas fingi não notar, até que ele me chamou.

- Daniel?

- Oi. – Respondi.

- Eu quero deixar uma coisa bem clara. Eu estou gostando de você e não quero que as coisas fiquem estranhas quando voltarmos.

- Não se preocupe Taylor, não vou contar a ninguém sobre nós. Se você quiser se assumir, fará quando se sentir pronto. Eu não vou te constranger diante da sua família. – Falei.

- Minha família sabe sobre minha sexualidade há muito tempo.

- Eles sabem que você é homossexual?

- Na verdade eu sou bissexual. – Ele revelou.

- Que útil. – Comentei fazendo uma careta.

- Que cara é essa? – Taylor perguntou preocupado.

- Eu quero deixar uma coisa bem clara também. Essa viagem foi ótima, nós dois juntos, melhor ainda, mas eu não quero ser apenas mais um de seus garotos. – Expliquei frustrado.
           
- Eu te digo o mesmo. Aliás, Daniel, o que sentimos não é uma atração passageira, não é um amor de verão, você não é apenas mais dos meus garotos, okay? Eu vou te provar quando voltarmos, o homem que eu sou. – Taylor disse com imensa sinceridade e ficou pensativo diante da TV.

Em seguida, Taylor pegou o controle pausou o filme e me beijou intensamente. Senti seu beijo molhando e um grande arrepio quando suas mãos desceram pelo meu corpo.

Ele me acariciava calmamente. Senti suas mãos descerem pelas minhas pernas e acariciar o meu pênis. Ele deu um baixo gemido quando sentiu o quanto eu estava excitado e enfiou a língua no meu ouvindo sussurrando em seguida: - Eu quero você.

- Eu também te quero. – Falei levantando sua camisa e acariciando seu abdômen finalmente.

Tiramos nossas roupas rapidamente e nos entregamos aos nossos impulsos, beijando cada centímetro dos nossos corpos e a imagem do seu sorriso, eu nunca me esqueceria.

Taylor me pegou no colo e me levando para a cama, chupou por alguns minutos e me lubrificou penetrando-me de forma cautelosa, ao passo que acariciava minhas costas e beijava minhas nádegas carinhosamente.

Gemi alto quando ele começou a fazer os movimentos de entra sai do seu pênis gostoso que me fazia delirar com todo aquele volume enfiado apenas a metade em meu ânus, eu nunca poderia imaginar que seu pau fosse tão grande e grosso.

Taylor penetrava meu ânus de forma selvagem e estapeava minha bunda deixando-me cada vez mais excitado, não me restando nenhuma alternativa, senão gemer desesperadamente pelo tezão que ele fazia brotar cada vez mais.

Senti ele totalmente em mim, ele gemia e empurrava com força, beijava minhas costas e pegava meu pau alternando a penetração e chupando, conforme lhe agradava, não pude suportar sua boca carnuda lambendo meu pau, então gozei em sua boca...

Taylor voltou a me penetrar, gozando avassaladoramente, seu gemido era tão alto que temi que alguém o ouvisse, mas nada era tão gostoso quanto o sexo que havíamos feito.

Ambos já tínhamos satisfeito nossos desejos. Ficamos na banheira juntos, mas não falamos sobre nada, porque não havia palavras para o que tínhamos acabado de viver ali naquele quarto de hotel.

No outro dia arrumamos nossas coisas e fomos para o aeroporto. Taylor foi para sua casa e eu para a minha. Quando voltamos ao colégio Manchester, tive medo de vê-lo pelos corredores e tentei evitar cruzar com ele, pois eu não saberia o que fazer.

Fiquei me perguntando se aquela noite, havia sido apenas uma noite de verão, mas me surpreendi quando Taylor apareceu e me abraçou pelas costas.

O corredor estava lotado e todos os olhares focavam ele. Comecei a tremer frio, mas ele não pareceu se importar, me abraçou e beijou-me na frente de todos que ali estavam.

Nós éramos os caras mais comentados da escola e eu adorei vê-lo sair do armário e finalmente se assumir gay e que estava comigo. A parte estranha foi um torpedo que recebi do Zac me dizendo que queria ficar comigo, mas era tarde, eu estava bem com o Taylor, eu o amava e ele era tudo que eu nunca imaginei que poderia ter...


FIM

Um comentário:

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA