27 abril 2015

Fanfiction: Amor de infância – Capítulo: 12 - Último capítulo


Texto/Fic: Carla Ferrari.
    Capa: Jessica Keli TLM     
  Beta/Correção: @ValzinhaBarreto.

As aulas começaram de novo, e eu tentei esquecer essas férias com o Jacob sempre na minha cola. Depois de chegar à sala, nós descobrimos que íamos ter aula vaga, e o pessoal aproveitou pra juntar as cadeiras no fundão e falar sobre as férias.

Eu e Mia ficamos sentadas em um cantinho só nosso, conversando sobre a minha explicação pra minha mãe sobre o Jacob ter dormido lá.

- E ela acreditou? – Perguntou Mia.

- Se acreditou eu não sei, mas ficou muito desconfiada.

- Que coisa! Mas mudando de assunto.

- Ah, lá vem você Mia...

- Ah, eu quero saber! Então... Fale-me a verdade vai, vocês ficaram ou não?
                                    
Eu pensei bem antes de responder, pois não achava certo esconder uma coisa dessas da minha melhor amiga. Mas também, no entanto, se ela soubesse guardaria segredo por ser minha melhor amiga. Eu então resolvi falar a verdade, mas logo me arrependi, porque me esqueci de que estava falando não só pra uma amiga, mas sim pra Mia! (eu cochichei no ouvido dela:

- Sim, rolou...

Mia: AII MEOODEUS!! EU NÃO ACREDITO NISSO! VOCÊ FICOU MESMO COM O JAC...( eu tapo a boca dela pra ela não terminar de dizer)
- Shhhhh! Ficou doida? (eu sussurrei, depois de ver a sala toda olhando pra gente)

Eu me levantei pra sair da sala, e arrastei Mia pra ir comigo também. Jacob ficou completamente em choque, e Tato veio falar com ele.

- E ai? Eu soube que você dormiu na casa dela. – Indagou Tato.

- O que? Nãaããão! Claro que não! Eu nunca fiquei com ela, mas do que você tá falando..

- Calma Jake!! Eu to falando do dia da festa... Mas por quê? Teve outra vez? Você ficou com a Amanda?

- TÁ MALUCO?? (ele quase pulou da cadeira)

- Nossa! Não precisa gritar também... Só perguntei.

Mas a verdade é que Jacob não dizia seu segredo para o amigo, porque sabia que eu não queria que ninguém soubesse, e mesmo que ele tenha me visto contando pra Mia, sabia que eu não iria querer mais ninguém sabendo dessa história.

Então ele simplesmente respondeu: Não, eu não fiquei com ela, e nunca vou ficar... Perdi a minha chance com ela há muito tempo atrás.

Tato percebe que ele ficou meio triste ao dizer aquilo, e começou a pensar o mesmo que a Mia. Que nós nunca deixamos de sentir, o que sentíamos um pelo outro, antes.

Depois de descobrir a verdade Mia fez de tudo pra me convencer de que eu devia ficar com o Jacob.
- Mia, não adianta! Eu não vou voltar com ele, foi um erro que não vai se repetir.

- Mas você sabe se ele ainda gosta de você. – Insistiu ela.

- Mia ele não gosta! Nunca gostou!

- Mas ele sentiu a sua falta, desde o dia em que você partiu.

- Ele não tá nem aí pra mim Mia... Se ele se preocupasse tanto comigo, teria ido atrás de mim quando eu fui embora! Ele teria dito que me amava, quando eu quis terminar... Ele diria que não queria fazer isso... (eu não percebi que havia começado a chorar)

Mia me abraçou, e falou:

- Conversa com ele. O Jacob gosta de você, eu sei disso... você acha mesmo que o Tato não me conta tudo o que ele sabe?

Eu me afastei do abraço dela, enxuguei as minhas lagrimas e falei:

- Ah, se ele te contasse mesmo, teria dito que eu e o Jacob nos beijamos na cozinha da casa dele.

- Na verdade... Ele disse. Eu só queria que você admitisse. – Mia sorriu.

Eu fiquei tão chateada com o meu choro bobo por causa do Jacob, que nem liguei para o que ela disse.

- Eu ainda acho que você devia falar com ele, o Jacob sofreu bastante quando você foi embora, e mesmo que ele não tenha dito, eu tenho certeza que ele sempre amou você.

- Não... Eu não posso fazer isso... Eu não vou suportar a mesma dor, se ele não quiser ficar comigo de verdade.

Mia sentou do meu lado na cadeira, e eu fiquei pensando se o que ela disse valia a pena mesmo de se conferir.

Os dias passam, e na aula eu e Jacob mau nos falamos. Eu fiquei triste por que achei que o tratamento frio dele, era por causa do meu tratamento frio também.

Jacob achava que eu prefiria continuar do jeito em que estávamos antes daquela noite de estudos a meses atrás. Então nós continuamos assim por dias, até que Mia não se aguentou mais, e decidiu interferir.

Ela e Tato me chamaram na rua, e me obrigam a escutar o que eles tinham a dizer. Nós ficamos embaixo do aro de basquete em que jogávamos quando éramos crianças.

- Se você não vai fazer isso por ele, faça por você! Eu sei que você ainda o ama! Dá pra ver nos seus olhos!

- Mas... (Tato me interrompe).

- Eu sei que ele te ama, sempre amou. – Disse Tato.

Eu cruzei os braços, olhei pra ele e falei:

- Se me amasse mesmo, ele pelo menos teria me dito. Você não acha?

De repente Jacob saiu de trás do poste onde nós estávamos, e falou:

- Mas quem disse que eu nunca falei?

Mia e Tato se viraram pra olhar pra ele, e Jacob veio na minha direção esperando eu responder.

Ele me olhou nos olhos e disse:

- Tá bem, eu posso nunca ter falado abertamente sobre o meu amor, mas, se é verdade que os olhos falam, até um idiota teria percebido que eu sempre fui perdidamente apaixonado por você.

Eu fiquei completamente em silêncio, só o ouvindo dizer, e juro que nunca ouvi palavras mais lindas ditas por ele. Depois de ouvir, eu só consegui pensar em fazer uma coisa: beijá-lo.

Então Jacob me olhou com os olhos carentes, e disse: Eu te amo. Desculpe-me se eu não disse isso antes, ou se não demonstrei da maneira certa.

Eu o puxei pra roubar um beijo perfeito, e Jacob me segurou no ar. Depois ele olhou nos meus olhos e disse:

- Só precisa me prometer uma coisa.

- O que? – Indaguei.        

- Prometa, que se você me beijar de novo agora, e me abraçar... Você não vai poder me soltar nunca mais!

Eu sorri pra ele, e acenei que sim com a cabeça. Ele me gira no ar me enchendo de beijos. Nos dias seguintes Jacob tentou convencer minha mãe de que ele tinha mudado (de novo), e que dessa vez não ia me deixar por nada!

Ela aceitou o nosso namoro, e até meu pai, que mesmo botando medo no Jacob, aceitou me ver feliz em primeiro lugar. Na semana seguinte Jacob e eu chegamos à aula de mãos dadas, e o Professor Oliver falou:

- Tá vendo, eu não disse que vocês se dariam bem no final?

- Sim, professor, obrigada.

- De nada. Não fiz nada. – Falou ele.

Ele tinha razão sobre eu acabar agradecendo, mas na verdade ele não teve nada a ver com isso, porque o que foi escrito nas estrelas, ninguém, nem nada consegue apagar.

Jacob me olhava sorrindo e falou para que só eu ouvisse:

- Eu amo você, e ao invés de dizer, vou te provar isso a cada dia.

Dali em diante nós vivemos felizes, dia após dia, não posso dizer que não houve problemas, mas nós sempre achamos uma forma de resolver juntos. A vida era melhor com ele... Muito melhor...

(...)

FIM.

Notas da autora: Gostaram? Acabou, mas vem uma fic nova que estou escrevendo especialmente para vocês: “O ANJO” não esqueçam de comentar, sua opinião ou interesse por essa história é importante para que eu continue a escrever outras fics, talvez melhores que essa. Obrigada pelos comentários, um abraço.  Carla Ferrari.

12 comentários:

  1. Adorei do primeiro ate o ultimo pena que acabou

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Larissa santos. Eu confesso q tbm amo esses dois. Mas é uma pena q a historia tenha sido tao curtinha pra vcs. Espero escrever mais em breve, bjs.

      Excluir
  2. Adorei do primeiro ate o ultimo pena que acabou

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. Oi Layla karinny, acabou sim infelizmente. Mas quem sabe la na.frente eu não escreva mais sobre esse casal q arrancou tantos suspiros de vocês , ( e de mim) ?
      Em breve talvez role uma continuação.. Obrigada por fazer parte dos meus leitores.

      Excluir
  4. Por favor fala que ñ acabou

    ResponderExcluir
  5. Q história mais linda!Q pena q acabou...😢😢😢😢😢

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acabou sim Cristiane .. Mas em breve quem sabe não rola uma segunda parte dessa história linda.

      Excluir
    2. Acabou sim Cristiane .. Mas em breve quem sabe não rola uma segunda parte dessa história linda.

      Excluir
  6. Serio mesmo uma continuação dessa história pfv faz mesmo viu eu adoreii mt!!! E parabéns pela fic ela foi mt engraçada e mt fofa no final adoreii mesmo!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Lu, vou escrever sim breve.. Que bom q gostou. Obrigada por fazer parte dos meus leitores.

      Excluir
    2. Obrigada Lu, vou escrever sim breve.. Que bom q gostou. Obrigada por fazer parte dos meus leitores.

      Excluir

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA