06 abril 2015

Fanfiction: Amor de infância – Capítulo: 9


Texto/Fic: Carla Ferrari.
  Capa: Jessica Keli TLM     
Beta/Correção: @ValzinhaBarreto.

No dia seguinte eu acordei com a Mia me dando uma travesseirada na cabeça, e dizendo:

- Acoooooordaaa!!

Eu me levantei esfregando os olhos, e disse bocejando:

- Miaa?

- É sou eu! Onde você se meteu ontem maluca? Sabia que eu tive que mentir pra sua mãe? – Disse ela.


Eu já havia acordado completamente depois da primeira pergunta, mas foi a segunda que me fez pular da cama e dizer:

- O Que? Minha mãe já esta em casa? O que você disse pra ela?

- Ah, ela perguntou que horas nós chegamos ontem.. E eu disse que você veio comigo e o Tato de carro cedo.

- Ai, Mia, você foi convincente? Porque minha mãe é mestra em me pegar na mentira.

- Bom, eu não precisaria mentir, se você não tivesse sumido!

- E você? Você e o Tato sumiram também! Você queria que eu fizesse o que? Hein?

- Nós estávamos te esperando na barraca de cachorro quente! Eu pedi para o Jacob te avisar, você não viu ele?
Eu comecei a bufar de raiva, e na mesma hora troquei de roupa pra ir tirar satisfações na casa dele. Mia me seguiu até a rua confusa, e perguntou:

- O que você vai fazer?

Eu parei no meio do caminho, e pensei: “Droga! Eu não posso ir lá brigar com ele por mentir pra mim, senão ela vai saber que eu voltei pra casa com ele”.

- Hein? Aonde você vai?

- A lugar nenhum deixa pra lá. Eu só ia perguntar pra ele porque não me avisou isso, mas é perda de tempo. Vamos embora.

Mia e eu voltamos pra minha casa, e passamos a tarde conversando sobre o que faríamos no próximo fim de semana. As férias estavam quase no fim, e Mia se animou pra me levar em uma festa na casa de um colega, que ela o Tato e o Jacob fizeram enquanto eu morava com o meu pai.

- Se esse cara conhece e anda com o Jacob, com certeza ele não deve ser uma boa pessoa. – Falei implicando.

- Ah pára! Ele é super legal! Eu tenho certeza de que você vai adorar conhecer o Robert.
                                         
- Eu duvido, mas, já que você insiste.

Mia insistiu muito pra que eu fosse beeeeem arrumada, e ainda completou dizendo:

- Ai amiga você vai morrer, quando conhecer o Robert. Ele é muuuito gato (ela sussurrou com medo do Tato ouvir).

Tato levou a gente de carro ate lá, e mais uma vez eu não vi nem sinal do Jacob e fiquei pensando: espero que ele nem apareça.

Jacob chegou antes da gente, e eu me arrependi de ter me arrumado tanto pra acabar dividindo o mesmo ambiente que ele. Eu estava usando uma saia lápis bem justinha de cintura alta, uma blusinha com decote, saltos, e uma jaqueta jeans pra completar o look. Mia estava de vestido tubinho e um salto lindo, que deixou o Tato morrendo de ciúmes a noite toda, já que ela tem o corpo violão.

Jacob nem sequer disfarçou, e assim que nos viu veio direto na nossa direção dizendo:

- Uau! Minha nossa! Mia, assim você me enfarta mulher!

Ele também olhou pra mim de cima a baixo com olhos de desejo, e falou:

- Humm, nada mal hein.

Tato só não teve ciúmes dele, e depois dos elogios a parte, Mia quis me apresentar o tal amigo dela e ela estava certa, o cara era de matar! MEU DEUS, COMO É LINDO! (eu pensei ao ver ele).

- Rob? Oi, essa é minha melhor amiga: Amanda – Disse Mia.

- Oi linda, tudo bem? – Disse Robert com um sorriso.

Puxa! Até a voz dele era sexy! Ele era alto, bem alto, aliás, e tinha o cabelo ruivo, de um tom que deixava os olhos azuis dele, ainda mais perfeitos. Até a barba dele era ruiva, e mesmo eu, que nunca fui chegada em barba, achei linda demais. Robert também era muito educado, como um homem que foi criado com muita classe com certeza. Não como o ogro do Jacob, que mais parecia não ter um pingo de decência.

Derrepente eu me peguei pensando nele e disse pra mim mesma:  Porque eu ainda to comparando os dois? É claro que o Robert é bem melhor do que o Jacob!

Nós ficamos conversando a sós (graças a Mia, que me deixou sozinha com ele), e passamos a noite toda se conhecendo.

Eu estava adorando conhecer o Robert, mas por mais que eu quisesse, também não podia passar a noite toda alugando ele na sua própria festa.

Eu fui procurar a Mia, e encontrei ela se amassando com o Tato em um cantinho. Sem querer atrapalhar eu fui andar pela casa, procurando mais alguém que eu conhecia.

E vi alguns rapazes sentados fazendo um jogo de vira-vira. Jacob estava no meio deles. Eu fiquei observando, e me posicionei do lado deles pra assistir.

Jacob parecia estar sempre ganhando, enquanto os outros participantes não aguentavam dois copos ou mais, ele virava tudo!

- Aff, além de ogro, agora eu descubro que ele é um alcoólatra.

O jogo acabou, Jacob me viu e foi falar comigo.

- Oi amor. Você ta muito gostosa hoje! – Disse Jacob se aproximando.

- Você está bêbado né?

- Eita, não posso elogiar? Estou distante de ficar bêbado! E aí ta sozinha hoje?

- Não te interessa.

- Poxa, eu pensei que a gente podia sair daqui e tal.

- Nem morta! – Falei me virando pra sair e esbarrei no Robert.

- Oi, eu estava de procurando. – Disse-me Robert.

- Acabou de me encontrar, vamos? – Falei para Robert.

- Ah, agora você vai me dá o fora, pra se jogar nos braços de outro? – Jacob reclamou em meio tom.

- Com licença, você esta falando comigo? – Robert indagou a Robert.

- Robert, deixe-o... Esquece isso. Vamos – Falei e puxei-o pra sair dali.

- É isso mesmo, vai saindo Roberrrrrt! – Jacob disse sendo imperativo.

- O que você fazia ali com ele? Sabe, o Jacob pode ser um cara legal, mas não serve pra você. – Comentou Robert.

- É uma looooonga historia, mas eu não quero falar sobre isso agora, me ajuda a procurar a Mia?

- Claro, ela pediu pra eu te procurar.

Eu encontrei a Mia, e nós voltamos pra casa de carro com o Tato, mas assim que nós chegamos em casa, eu me lembrei que ia ter que ficar sozinha outra vez, e pedi pra Mia:

- Fica aqui em casa, eu não quero dormir sozinha hoje..

Mia não entendeu meu receio de ficar sozinha, mas logo depois de aceitar, ela descobriu o porquê.

Continua...

AVISO: Não esqueça de comentar, sua opinião ou interesse pela continuação da história é importante para que a autora continue a escrever.



9 comentários:

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA