06 abril 2015

Fanfiction: Believe – Capítulo 6: Canalha


Capa: BWD
Texto/Fic: Jenny Hanson.
Beta: @ValzinhaBarreto


Enquanto Taylor conversava com Tarik, eu resolvi dar uma volta pela festa. Cumprimentei umas pessoas e fui até o jardim da cobertura. Lindo por sinal...
Enquanto observava a vista do lugar uma voz grave fAlôu comigo:

- Jenny McCalister...  – Ouvi uma voz chamar.

Era Patrick Schwarzenegger. Eu já tinha o visto em alguns eventos, mas de longe...

- Patrick... - Eu disse.

- Você sai beijando todo mundo por aí nas festas? - Ele perguntou enquanto dava um gole no whisky

Eu sorri porque eu achava que era uma brincadeira da parte dele.

- Bom, primeiro, muito parazer... - Estendi a mão para ele. - e segundo, não, não saio beijando todo mundo nas festas.

- Se eu soubesse teria participado... - Ele disse com um sorriso sarcástico
Que cara ridículo. Eu pensei...

- Não participou porque não quis. - Eu disse saindo e ele me puxou pelo braço.

- Fica mais um pouco... Ahm... Você é brasileira né? - Ele perguntou.

- Sim... Agora se me dá licença. - Eu disse saindo e ele fAlôu alto:

- Dizem que as brasileiras são boas de cama... - Ele deu mais um gole no drink.

Eu não acreditei no que ouvia! Eu já tinha escutado isso, mas muito pouco, sei que algumas brasileiras são vistas como prostitutas, mas eu nunca liguei! Apesar de não falar português eu amava meu país e o visitava sempre que podia... Meus shows das turnês eram sempre os mais lotados no Brasil.

- Ah é? Eu já ouvi falar o contrário dos americanos... - Eu disse e ele fechou a cara.

Nessa hora Taylor chegou.

- Jenny estava te procurando! Oi Patrick! Você veio? - Taylor disse o cumprimentando.

Eu não acredito que ele era amigo desse canalha.

- Taylor eu vou buscar algo para beber. - eu disse e saí...

- Peraí! Eu vou com você... - ele disse e veio atrás de mim.
Eu estava com os olhos cheio d'água. Eu não era o tipo de mulher que me abalava, mas aquele idiota pisou no meu cAlô.

- Jenny o que foi? Parece chateada... - Taylor disse.

- Não… Imagina... Impressão sua... - eu disfarcei.

- O que você acha então de eu finalmente te mostrar o apartamento? Quer ir? - ele disse empolgado.

- Sim... - eu respondi indiferente.

Depois de conhecermos todos os cômodos entramos na biblioteca... Eu amava livros!

- Não acredito que Tarik tem uma biblioteca!!! Que linda!! - eu disse emocionada.

- Sim.. Pode mexer em tudo… Tem a minha permissão.. - disse Taylor sorrindo.

Percebi que ele fechou a porta. Eu o olhei sem entender...

- Muito barulho.. - ele disse sem graça
Depois de ver os livros e as milhares de coleções de Tarik eu sentei para ver melhor um dos livros e Taylor me acompanhou...

Ele me olhava de cima a baixo. Eu percebia de canto de olho, mas fingia que não estava vendo. De repente eu guardei o livro em seu devido lugar e fui caminhando até a porta.

 - Peraí... Jenny... - ele correu e ficou na minha frente.

- Jenny, não sei se consigo mais esconder o que estou sentindo por você... - ele disse me olhando. Eu o olhava também. Ele estava se declarando?

- Taylor... O que aconteceu foi uma brincadeira... - eu ia continuar e ele me interrompeu.

- Foi sorte minha... Ou o destino não sei... Só sei que quero que você me dê uma chance... - ele se aproximava mais e eu gelei.

- Uma chance? - eu disse.

- Sim.... Sei que você disse que prefere não namorar e eu também acho cedo para isso, mas… - eu o interrompi.

- Eu tenho meus motivos para não querer namorar Taylor... - eu disse.

- Eu sei.. E respeito... E é por isso que... - ele dizia e se aproximava mais.  Pegou nas minhas mãos e continuou...

- Fica comigo essa noite? De verdade... Sem beijo técnico. - ele riu e eu sorri também.

- Taylor Lautner me pedindo para ficar com ele? - eu sorri tímida.

- Eu disse que a minha palavra era coragem... Eu sei que não mereço, mas... - ele disse.

- Porque não merece? - eu perguntei.

- Porque você deve me achar um moleque... - ele riu.

- O Bieber é moleque.. - eu sorri e ele também.

Ficamos nos olhando. As nossas mãos ali, juntas... Eu pensei no beijo que tinha sido muito bom.

- Me ensina aquele beijo técnico de novo... Eu preciso aprender! Vai que um dia eu faça um filme... - eu falei séria e ele deu uma gargalhada tão natural, mostrando aquele sorriso lindo que eu conhecia, inclinando a cabeça para trás...

- Eu te ensino, mas tem que paraticar bastante...
Assim que ele disse isso nossos lábios se juntaram. O beijo era urgente, quente... Na hora eu já coloquei minhas mãos em seu pescoço e ele apertava minha cintura. Só paramos quando não tínhamos mais ar...

- Essa é a primeira aula ainda... - ele disse encostando a testa dele na minha.

- São quantas? - eu perguntei.

- Quantas você quiser... - ele respondeu e eu o beijei.

Ficamos na biblioteca um tempão e com isso é claro que Danny e Tarik estavam loucos atrás de nós.

- Meu celular... - disse Taylor tirando o aparelho do bolso. ´

- Tarik...  Fala cara! - Taylor atendeu.

Fiquei ali olhando ele falar no celular. Como eu não tinha percebido aquela beleza toda antes? Cabelo, dentes, corpo, cheiro, tudo nele era bonito...
Quando ele desligou:
- Era Tarik.. Estão nos procurando desesperadamente...- ele disse e eu levantei.

- Vamos lá então... - eu falei estendendo a mão para ele
- Vamos, mas antes quero outra aula... Pode ser rápida.. - ele disse e eu beijei aqueles lábios quentes novamente.

*** Taylor POV ***

A festa tinha terminado. Eu fiz questão de deixar a Jenny em casa e voltei para a cobertura de Tarik.

- Pode contar tudo agora mesmo! - eu mal entrei e ele já estava lá esperando pelos detalhes.

- Ah... Tarik... Aconteceu... - eu disse.

- E como aconteceu??? Fala logo! - Tarik parecia mulher! Adorava uma fofoca...

- Acontecendo! Pára de me encher! - eu disse rindo.

- Foi bom? - ele perguntou.

- Bom??? Foi mais que bom! Nossa, faz tempo que eu não sentia isso que senti hoje... Aliás nem sei se um dia eu senti... - eu disse.

- Ah não me diga que vocês?? Ah não cara... No sofá da minha biblioteca??? - Tarik disse rindo.

- Cala a boca!!! - eu joguei uma almofada nele. - Você acha que ela é assim? Estamos ficando ok? O que acontecer depois vai ser consequência... E eu não vou te contar! - eu disse tímido.

- Ahhh vai me dizer que não teve vontade hoje mesmo? - Tarik não tinha limite.

- Vontade eu tenho desde o dia que eu a vi e eu nem a conhecia pessoalmente..

- Ahhh eu sabiaaaa!

Tarik e eu ficamos rindo, falando da festa etc...

- Eu só sei que eu sou um cara de sorte! - eu disse quando vi que não estávamos sozinhos no apartamento.

- Patrick? - eu disse espantado. - Você tá ai cara? Nem tinha te visto!

Patrick era nosso amigo, mas não tínhamos contato sempre.

- Estou sim... - ele disse. - E eu ouvi bem? Você ficou com a Jenny? - ele perguntou.

- Sim... Porque? - eu perguntei.

- Ah cara essas meninas que saem beijando os caras na festa e brasileira ainda!? - ele disse e eu o encarei.

Ele ficou mudo quando viu minha cara e Tarik também olhava feio para ele.

- Inveja mata Patrick... - eu sorri e dei um tapinha nas costas dele. - Boa  noite! - eu disse saindo dali.

3 comentários:

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA