18 abril 2015

Fanfiction: Diário dos que já se foram - Capítulo 8 – Número Três: Girl on Fire.


Texto/fic: Olga Vitória.
Capa: Kat Fanfics
Beta: Correção: @ValzinhaBarreto.

Todos foram embora com o tempo.  Uns menos assustados, outros um pouco mais assustados.  Logan foi o único que ficou disposto a me ajudar a abrir o diário, mas por mais que tentássemos, não abriu.

─ Acho que ela quer me enlouquecer. - Falei me sentando na minha cama no lado dele.

─ Não vou deixar. Isso não deveria estar acontecendo com você. – Disse Logan passando o braço por cima do meu ombro e me abraçou.

─ Vamos.

─ O que? Aonde?


─ Vamos sair, agora.

─ Não posso, alguém vai morrer se eu não abrir o diário.

─ Você pode levar o diário, mas com essa bagunça você nem teve tempo de conhecer a cidade.

─ Eu não posso.

─ Pode sim. - Insistiu ele se levantando e me jogando minha blusa de frio.

Nós tentamos abrir ele de novo no caminho, mas não deu em nada. Então, resolvi esperar mais.

─ Tudo bem? – Falei colocando o diário no meu colo observando a abotoadura.


Enquanto Logan dirigia, eu tentava forçar o diário a se abrir, mas simplesmente não consegui. Joguei o diário de lado com raiva. Logan parou na frente do café.

─ Sinceramente não vou ser uma boa companhia para você hoje.  É melhor eu voltar para casa.

─ Você é uma ótima companhia Lily. Eu sou um dos condenados de Isabelle, isso sim  é ser uma péssima companhia.

─ Não vou deixar isso acontecer com mais ninguém, nem com você, mas estou com tanto medo. Não sei exatamente o que fazer.

─ Eu sei. - Disse Logan colocando a mão no meu rosto. Eu sabia que isso não ia levar a algum lugar, mas assim que ele chegou perto o suficiente escutei o click do diário se abrindo.

─ Agora estou começando a odiar esse diário. Eu tenho que ler. – Falei começando a ler alto:

~OoO~

"Querido Diário, como eu disse amigos confiáveis são poucos, um exemplo de falsidade, é a Nina, aquele projeto de vadia. Eu peguei ela com Paul outro dia, o meu ex, tudo bem eu não gosto mais dele, mas ela poderia ter esperado pelo menos uma semana depois de terminarmos e nem falou comigo. Na verdade Nina quer pegar todos.  Paul foi o alvo, ninguém controla o fogo dessa garota".

~OoO~

Olhei a foto, o numero três pairava sobre a cabeça de Nina, mas antes que eu falasse, Logan já estava com o telefone na mão, ligando provavelmente para Nina.

─ Então?

─ Ela não está atendendo, tenta com o seu?

─ Está sem sinal. – Falei.

Na hora que disse isso, um carro de bombeiros passou por nós e logo deduzi: "Ninguém controla o fogo dessa garota”.

─ O que foi? – Perguntou Logan.

─ Segue os bombeiros! Rápido!!!!. – Ordenei desesperada.

Nina era a próxima e tinha a ver com fogo. Disso eu não tinha dúvidas.

─ Estão indo em direção a casa da Nina. - Disse Logan.

Naquele instante, já comecei a me contorcer no banco. Quando finalmente chegamos, toda a polícia da cidade está lá. Logan me puxou pela mão e me levou pelo meio da multidão. O fogo havia tomado conta da enorme mansão. A casa de Nina parecia estar completamente em chamas.

Logan parou na frente de um dos policiais e perguntou:

─ Tem alguém lá dentro?

─ A família toda conseguiu sair, mas a filha mais velha está lá dentro ainda, não se preocupe vamos conseguir salvá­la.

Parei de prestar atenção e olhei para cima na casa. Na mesma hora Nina apareceu na janela.

─ Socorro! Socorro! – Dizia Nina, tossindo muito.

Os bombeiros começaram a falar palavras para acalmá-la, mas não pareciam funcionar. Derrepente uma explosão abalou todo lugar. As janelas que restavam explodiram, e eu caí no chão. Quando olhei novamente o lugar que Nina estava, só havia chamas.

Cheguei em casa cheirando a fumaça, minha roupa estava suja. Depois de algumas palavras com os meus pais, claro que minha mãe logo se propôs a ir ao hospital dar apoio psicológico a família de Nina, e eu subi para meu quarto.

Joguei o diário em cima da mesinha, mas antes que eu deitasse na minha cama, ví que tinha algo em cima dela, primeiramente achei que era um dos presentes dos meus pais, mais percebi que era um velho porta retrato, com uma foto minha sozinha na frente da estátua da liberdade, que deveria estar lá embaixo, na sala.

Quando peguei o porta retratos, olhei mais de perto e me assustei.  Havia um número em cima da minha cabeça. Eu também estava na lista de Isabelle, eu seria a ultima a morrer.

Continua...

Notas Finais da autora.

Olá leitores do LautnerFanfics.com? Se gostaram comentem minha fanfic e deixe a opinião de vocês. Beijos: Vampire Revolts*Olga Vitória.

3 comentários:

  1. Omg ela tmb esta marcada!!! Continua to amando essa fic de suspense e meio terror adorooo!!!

    ResponderExcluir
  2. Continua.To super curiosa para ler os próximos capítulos.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA