19 abril 2015

Fanfiction: Projeto ESTRELA - Cap 12




                                   Capa/escrito por: Jessica keli - @jessica_keli TLM
PERSONAGENS DA FANFIC



Ele veio em minha direção sem dizer uma palavra e parou em minha frente mostrando sua surpresa por me ver ali, estava com um papel nas mãos E ele soltou passando as mãos no rosto.

 Fiquei ainda mais nervosa vendo  Uma lagrima cair dos seus olhos, por que ele estava chorando?

-Você esta tão linda..    sussurrou me olhando.
E eu continuei parada sem expressão tentando entender porque ele estava assim. Parecia gostar, mais ao mesmo tempo pensativo.

E vi outras lágrimas caírem dos seus olhos. Ele deu seus passos chegando finalmente mais perto de mim.

-Anny.. eu esperei tanto por isso.. mais.

-Taylor?     Falou Marie parando na porta.

Senti como se um grande balde de água fria fosse jogado em meu corpo.
 Ela entrou olhando tudo impressionada. totalmente surpresa E Taylor olhou para trás.

Ela olhou nós dois. Indagou parecendo com muita raiva. saiu correndo.

-Não! Marie!! Marie!!    Falou correndo até a porta E parou batendo com a mão na parede e colocou as mãos na cabeça. Estava nervoso.

A culpa era minha! A resposta da minha pergunta estava bem ali. Já era tarde demais pra se desculpar.

POV TAYLOR:

Quando Makena me pediu um favor para que fosse buscar um notebook na casa da minha tia, que estava viajando, No endereço dizia o local que encontrei com um pouco de dificuldade por ser afastado de tudo. Marie foi comigo. De lá iriamos sair.

Naquela tarde oficializamos nosso namoro, ela era a única pessoa que meus fãs aprovavam por acharem que ela havia me ajudado, era legal, divertida e ela sim me dava valor que merecia.

Coloquei minha melhor roupa que ainda não havia usado. Uma camisa social preta, calça jeans e um sapato fechado. Hoje faria tudo que pudesse para ser a melhor pessoa para Marie. Ela teve paciência e se esforçou muito para me conquistar.
Foi oque eu estava pensando antes de entrar naquela casa.

E vi aquele lugar, Anny estava tão linda.. olhei para ela querendo guardar aquela imagem na minha memoria para sempre. Mais me perguntei por varias vezes em minha mente. Porque só agora Anny?! Porque?!

Por um momento me esqueci de tudo. Me aproximei querendo vê la de perto. Era a coisa mais linda que já vi.. pensei o quanto queria ficar ali com ela e sabia que se ela se tentasse conseguiria.

Temi. Marie estava lá fora. Então tentei me explicar, mais as palavras não queriam sair.
Não queria falar nada! E nunca mais sair dali!

Ouvi Marie me chamar. Pronto, agora não tinha explicação. Agora eu era o maior idiota! Fazendo as coisas por impulso.

Me embolei nos meus próprios sentimentos. Corri até a porta e parei. Sabia que se saísse nunca mais seria a mesma coisa.
 Eu teria que escolher. Me explicar para Marie. Ou desculpar Anny por tudo e ficar ali com ela. A maior parte de mim me segurava naquele lugar. Que raiva! Porque isso estava acontecendo?!
Chorei em silêncio.

-Vai.. já sei a resposta.. não se sinta pressionado por nada. Não fiz essas coisas pra você se sentir assim.

Ouvi de costas. E respondi, -mais eu amo você.

-besteira, se amasse não ficaria indeciso. Isso é sinal que já pode viver sem mim.   Falou calma.

Suas palavras me machucaram de tal forma que me fazia sentir raiva. Mais porque? Eu quem estava confuso! Todos os melhores jeitos que ela poderia mostrar que sentia algo por mim estava bem ali.
Pensei e pensei.

-Vá atrás dela Taylor.
Aquilo já estava me deixando irritado. Ela não lutaria por mim se eu não a escolhesse?!
Ela falou.    -Me esqueci dela.. eu não deveria ter feito isso, meu problema enquanto fazia tudo aqui era ter pensando só em nós dois..

Me virei para olhar seu rosto. E ela chorava.
Caramba, aquilo estava acabando comigo. Parecia que eu não ia aguentar!
-Pode ir.. daqui alguns dias não estarei mais aqui. Ela estará.

Respirei fundo e minhas lágrimas caiam sem controle.

Passei pela porta com um nó na garganta, coração apertado. Sufocado pela decisão de ir atrás de Marie. Parecia que eu estava enlouquecendo! Entrei no carro e bati os braços no volante. E me apoiei nele perdendo todas as minhas forças. Chorei tanto, cada passo, cada distância daquela casa, tudo parecia mudar. Parecia que tudo se tornava mais pesado. Mais dolorido. Era a minha decisão, deixa-la. Sequei as lágrimas controlando minha respiração. Liguei o carro e fui atrás de Marie.

POV DE ANNY:

Assim que ele saiu. Tranquei a porta e me sentei no chão pra chorar. Estava na hora de sumir pra sempre da vida dele. Me levantei arrumando todas aquelas coisas.
Troquei a roupa E deixei o vestido.

Não queria mais, me lembraria ele, me lembraria aquele pesadelo.

Fui em direção há casa de Melany e chegando lá ela me recebeu na porta. -Entra! E ai como foi lá? Vocês estão bem?!
Soltei um ar de riso lembrando.

-Não..   quando entramos na sala Roger estava lá. Sentado no sofá.
-Depois te conto Melany..   falei ainda olhando Roger se levantar. Tava tenso. Seus olhos brilhavam.

-Oque Foi?    Perguntei preocupada.
Ele me mostrou a pasta com a confirmação do relatório. Me tirou um peso das costas, não precisava mais estar trabalhando para Taylor.
Coloquei a pasta na mesinha de centro. E ele me abraçou.

-Caramba Anny, não queria que você fosse..

Retribui o abraço. -Calma.. eu não vou morrer..   ri.

-É! Assim que agente for em Nova York nós iremos visita la.   Disse Melany para confortar-lo.

E ele sorriu. -E você será madrinha do meu casamento. Não se esqueça.   Riu.

-ual!! Esta vendo Melany? Estou sendo convidada primeiro que a noiva veja só!

E ela riu,   -vou sentir sua falta..
e me abraçou, comecei a chorar, eu adorei conhece-los.

-Ai.. vocês estão me fazendo chorar. Podem parar!    Falei secando minhas lágrimas.

Passando o tempo organizei tudo, passagens, roupa, tudo já estava arrumado. Contei oque havia acontecido E até Melany concordou com oque eu tinha feito. Realmente não me sentiria melhor incentivando ele a ficar comigo por um dia e deixando ela pra sempre.

 Eu adorava eles mais não via a hora de ir pra casa, de me ocupar com outras coisas. Antes de ir para o meu estado, liguei para Makena e contei oque houve e o quanto foi um fracasso. Ela pegou meu número e me despedi, Santos me ligou do numero de Roger para me dar boa viagem.

 Fui para o aeroporto. Respirei fundo vendo meu voo ser confirmado na tela que sairia daqui há 30 minutos. Um nó na garganta se formava.

Entrei no avião tremula. Eu estava tão nervosa que estava me dando tontura.
 Minha vista embaçava. Pisquei os olhos. Seria melhor tentar dormir.

- -
-Atenção passageiros do voo 4-11 dirijam-se até a linha de saída em 3 minutos.

Abri os olhos acordando ainda enjoada do nervosismo do voo.

Fui para casa. Descansaria e iria para a empresa.
Liguei para os meus amigos avisando que já estava em casa. E deixei recado na caixa postal da Ellen. Passei aquela noite me revirando na cama. Estava nervosa por tudo que aconteceu e tentei o máximo me esquecer das coisas que passei.

Chegando no outro dia me dirigi a empresa. E já seria encaminhada para outro trabalho. Natan me deu uma ficha rindo do meu próximo trabalho.

Justin Bieber lá vou eu..   pensei vendo aquela ficha. Respirei fundo. Taylor seria o primeiro e o ultimo que deixei me levar. Isso não aconteceria outra vez.
Fui pegar meu Voo em direção há onde Justin estava.


POV DE TAYLOR:

Aquela casa cheia de velas, rosas por toda a parte.. som baixinho. Garota dos meus sonhos. Era muito romântico, coisa que nunca achei que me agradaria um dia..

Então sorri para ela e ela retribuiu com um olhar fixo em mim.
Dei meus passos apressados em direção dela e a beijei com todo o meu desejo. Sentindo vontade de arrancar aquele vestido. Passei as mãos fortes em suas costas enquanto sentia nossas respirações mais aceleradas. Ela passou as mãos na minha nuca deslizando até minha orelha. E a apertei e a joguei na cama atrás dela. E continuamos cada vez mais quentes.

Der repente ouvi um choro em meus ouvidos. Me fazendo parar. Olhei para o rosto de Anny. Mais não era ela quem estava chorando. Então segui o som detrás de mim. Me virei para olhar.
E Marie estava chorando desesperadamente. Me levantei apressado. Mais Anny segurou minha mão. E parei olhando para ela ignorando totalmente a Marie.

Me despertei ouvindo o choro de Marie novamente. Olhei para Marie.
 -Você me prometeu!!!    Gritou Marie chorando.

Acordei. E ME ASSUSTEI, DANDO UM PULO DA CAMA. Me dei conta que estava no meu quarto e me joguei aliviado na cama.
Aquele sonho era o 13° pesadelo que tive em 1 mês, desde quando Anny se foi.

Sonhei por várias vezes em uma semana com que realmente desejava ter feito, mais de todas as formas Marie aparecia do mesmo jeito.
Respirei fundo pensando onde Anny estaria.. oque fazia..

tinha vezes que acordava desejando ve-la ali de manhã com sua Agenda me explicando oque deveria fazer hoje. Sentia falta dela.. me perguntei por várias  vezes como estaríamos se eu estivesse ficado lá naquele dia. Como estaríamos agora.

De manhã cedo acordei cheio de dor de cabeça. Coloquei os seriais na tigela, coloquei o leite e tentei engolir. Não senti vontade de pentear o cabelo joguei o boné por cima enquanto mastigava E Roger entrou na cozinha todo animado.

-Boom diiaaa!!
Olhei ele, queria eu ter 10% da animação dele agora.

-Bom dia..     falei baixo.
-Que isso cara?! Dormiu mal de novo?

-É.. esta virando rotina, minha cabeça parece que vai explodir!!

-Nossa! Que azar! Porque Dormi bem pra caramba!    Riu.

-legal.. joga na cara.. amigo é pra essas coisas né!    Ri.

-Eu estou feliz! E se eu estou feliz é porque eu estou recebendo felicidade!    Falou

-Aham, eu sei.     Olhei pra ele.

-qualquer coisa de ruim pode me acontecer hoje. E Eu não to tem nem ai cara!     Falou rindo.

-Sua felicidade parece que tem nome..     falei mastigando.

-E a sua também deveria ter. E não aquela revista que encontrei no seu quarto!
Falou gargalhando e joguei um pouco de serial nele rindo sem graça.

-Há, e em falar nisso. Olha quem esta do lado de Justin Bieber.
-Oque isso tem haver com a revista?
Falei sem pouco interesse vendo ele olhar uma revista.

Continuei comendo. E ele falou.
-Você é meio tonto né? Nem se ligou. To falando da Anny do lado do Justin.
Parei de mastigar. E me apressei até ele querendo ver.

Meu coração acelerou vendo ela rindo  do lado dele Nas ruas.

Sentei novamente se passou um monte de coisas na minha cabeça E Roger só observou calado.
-Parece que esta bem.. que otimo. Tem algum outro assunto interessante?

Ele continuou me olhando
Tava na minha cara a minha incomodação, imaginei tudo que vivemos sendo vivido por ele, fiquei com medo. E meus pensamentos foram cortados.

-esta vendo ai..   disse Roger baixo.

-Oque?

-Anny tinha razão cara, olha oque você esta pensando dela. Não precisa nem me dizer, esta bem na sua cara. Você pensou a mesma coisa que ela tinha medo que alguém pensasse. Acha que o progresso dele foi do mesmo jeito que o seu.

Tentei engolir o café.
Era isso que ela não queria que pensassem dela, ela era muito boa, muito talentosa, realmente seu trabalho iria por água a baixo se tivesse ficado comigo E se fosse só isso.. mais os tablóides manchariam a reputação de sua empresa e o nome dela.. e muitas outras não ficariam a favor. Ela lutou desde nova por esse trabalho.

Fechei os  olhos entendendo e desejando voltar para 2 meses atrás. Pensei em como fiz há pagar por coisas que para mim pareciam serem certas. Há 2 meses atrás. Eu a fiz tanto mal, mostrando revolta sobre isso..

Pensei em como ela sorria de manhã cedo, quando sentia seu cheiro pela casa, como organizava as minhas coisas, coisas que muita das vezes não precisava.

-ta sentindo falta dela, né?
Confirmei com a cabeça.
-hey.. então vai atrás dela!

-Não é tão fácil assim.. não dá mais pra fazer isso..

-Porque não?

-Por causa da Marie. Não dá, deixa tudo como estar.

-Taylor, eu sei que esta querendo ser o certinho do ano. Mais.. não exagera!! Ok? Vai sacrificar o amor que você tem. Pra ficar com alguém por gratidão??!!

Olhei pra ele voltando a mastigar. Ele completou.

-Ok! Quer ficar com alguém por gratidão ?! Então vai atrás dá Anny. Porque pelo menos por ela você tem as duas coisas! Gratidão e amor! Pronto!

Joguei o olhar pra cima E Santos chegou na cozinha, estavamos os três se dando super bem. A minha mudança influenciou Santos a mudar e até me ajudava no trabalho agora.

 Não dava mais pra guardar oque tinha acontecido da ultima vez.
 Resolvi contar para eles. Depois que contei eles me olharam assustados com os olhos arregalados e Paralisados.

-Oque deu em você?!    Perguntou Santos.

-Não tinha como ficar, a Marie estava no carro e

-Porque levou ela seu idiota?!

-Eu havia convidado pra ir jantar comigo.

-Caramba.. tu é maior vacilão! Que vacilo cara! Coitada da Anny.. Quando ia nos contar isso!?     Falou santos não acreditando.

Roger disse.    -Po.. tenho que concordar com o Santos.. foi o maior vacilo..

Santos falou agitado. -Cara, é sério eu não estava brincando com você quando falei que só não tentava nada, porque você já estava afim dela.

ri e Roger falou indignado.
-E ele ficou com ela Santos! E ainda por cima deixa ela ir, ficaram uma vez, só uma vez!

-Opa! Chega gente, eu sei que vacilei mais não tem mais volta. Não posso fazer nada para isso mudar mais..

Doeu dizer. Mais procurei não tentar não pensar diretamente nela para não ficar mal.

Eu já estava um tanto distante de Marie não consiguia mais fingir aquilo. Mais antes que eu disesse algo ela me disse naquele jantar. Me fazendo tirar um peso das minhas costas.
-Taylor..
-Oi..
-preciso falar uma coisa.    Falou sem jeito.

-Fala..
-Eu gosto muito de Você, mais.. eu não vejo ser correspondida..

Olhei sem jeito. Não podia mandar no meus sentimentos. Então esperei ela dizer.
-Bom.. se isso fosse verdadeiro..estariamos felizes juntos e não importaria oque dissessem ou oque acontecesse. Mais fico insegura porque isso prejudica você e prejudica há mim.. então..

-Então. .?
-Então não podemos ficar juntos! Eu sei que você me escolheu, mais acho que você nunca vai me olhar como olhava para aquela garota..    caiu uma lágrima dos seus olhos.

Não falei nada, oque diria? Era óbvio meus sentimentos transpareciam para todo mundo que quisesse enchergar. Não tinha como me defender disto.

-Eu sei que você precisa continuar a dar seus pulos na carreira. E eu também, e nos dois, se sentissemos o mesmo, agente até sacrificaria. Mais.. não é do jeito que queria.. então me desculpe.
Ela tentou secar suas lagrimas e se levantou para ir ao banheiro.

-Marie..    falei me levantando indo atrás dela.

Ela foi ao banheiro e esperei na porta entre a entrada dos dois banheiros. E ela saiu e me abraçou.

-Me desculpa ter forçado a barra.. deveria ter feito outra escolha..

-Tudo bem.. fica calma.. ja passou.. esquece..

-Não vai se chatear comigo né?

-Não..    e a abracei.
E ela me beijou pela ultima vez e se retirou.
Respirei fundo.

E me virei meio aliviado. Fernando saia do banheiro.
Eu ia ignorar  mais parei quando ouvi.
-Serio mesmo?

-Oque?     Me virei para olha-lo.

-Deixei a garota que incrível que me interessou porque ela tinha algum sentimento idiota por um idiota feito você E vejo que você não aproveitou esta oportunidade e estava aqui. Levando um pé na bunda desta mulher..    falou serio e surpreso.

Respirei fundo segurando a vontade de socar a cara dele.
-Você teve motivos pra isso, lembra?

Ele riu baixo.  -Você é inocente ou é idiota demais. Acha que mesmo que deixaria ela ir por esse motivo? Por uma festa? Precisei encontrar um. Pro bem dela.

E ele falou serio. -Se fosse pra você não ouvir o motivo, ou qualquer coisa Que seja.. eu teria deixado na caixa postal do celular dela.. e não no residencial da sua casa..

Era bem convincente. Ele cortou meus pensamentos.
-Serio, eu realmente. ACHAVA que você era idiota. Mais agora, TENHO CERTEZA.

-Não acredito que tenha feito isso.
Falei.

-Fiz. E foi a maior idiotice que fiz. E percebi isso agora..

E se retirou, nem procurei revida-lo. Fui um idiota mesmo. Não adiantaria ir atrás dela agora..

Passando uma semana vimos que havia saído uma matéria completa da garota misteriosa que saía do lado dos bad boys do mundo.
Respirei fundo antes de ler aquele absurdo. Então comecei.


"Quem é aquela loira linda que aparece frequentemente do lado dos Bad boys? E por algum tempo descobrimos que o bad boy se torna o Anjo da América. Aqui estará todo o artigo que conta mais sobre a anjinha Americana."Ri lendo isto, mais continuei.
"Achávamos que Marie a Co-estrela de Taylor Lautner Era sua inspiração para mudar!mais estávamos enganados! Foi esta mocinha quem fez tudo sozinha! Acreditam?Bom, fãs, não fiquem enciumadas.. pesquisando em nossas fontes descobrimos que Anny Mondaín é apenas uma assistente substituta da empresa "Assistent express" Ela antes de ajudar "Taylor Lautner teve sua lista de Talentos" como "Britney Spears, Selena Gomez, Lady Gaga e entre outros pequenos trabalhos.
E seu ultimo trabalho foi com Justin Bieber que pareceu muito melhor neste fim de semana.. qual será sua próxima missão na terra?"


Ri pela forma de chama-la de um anjo. Pós foi assim que há vi da primeira vez, em baixo contava um pouco sobre a vida dela.

Caramba os meses estavam passando bem devagar. Parecia que ela tinha levado tudo com ela. Eu tinha a sensação de esta vestindo somente a roupa do corpo.

Depois de ler aquela revista me joguei no sofá, eu estava me preparando psicologicamente para a próxima Tour, Passei as mãos no rosto controlando meus pensamentos. Que vontade de ligar pra ela.. saber como ela estava..

Roger havia chegado.
-Tenho uma notícia ótima pra você! Levanta!

-acho que não tem nada que possa fazer me levantar animado.

-Há! Para de graça!   Deu tapa na minha testa. E se sentou no sofá.

-Sua Turnê vai começar na Argentina e em seguida vamos ao Brasil!
Olhei pra ele calmo. Oque ele estava inventando?

-Idai?
-Idai que eu descobri que Anny já terminou seu trabalho com Justin e esta indo para o Brasil!

-Serio?   Perguntei confuso mais animado, Porque ela iria pro Brasil? Ela não conhecia ninguém da sua família.

-Melany já marcou com ela de ve-la. Ela vai com a gente desta vez, vocês se veem, e você pode tentar desfazer a burrada que fez!

Me sentei pensando. Será que eu poderia me reconciliar com ela? Será? Me levantei apressado.

-Ué. Onde vai?
-Vou resolver oque deveria ter resolvido a muito tempo.

4 comentários:

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA