02 maio 2015

Fanfic: Diário dos que já se foram – Cap. 10: Você pode ser o próximo

Texto/Fic: Olga Vitória.
Capa: Kat Fanfics
Beta/Correção: @ValzinhaBarreto.

Passaram-se alguns dias, Logan e Paul montavam uma estratégia para conseguirem o arquivo sobre o caso de Isabelle que ficava na delegacia, Shailene tentava conseguir a maior quantidade de coisas sobre aquela época.


Eu e Elena nos juntamos em uma busca pelos Grayson que não haviam deixado pista alguma para onde estavam indo. Enquanto isto o diário se recusava abrir. A única coisa que sabíamos era que o próximo de acordo com a foto era Zayn, mas não sabíamos nenhuma pista, então nos dividimos em turnos para cuidar dele.

─ Você acha que eles sabem alguma coisa? - Elena perguntou enquanto olhava algo no notebook.

─ Não sei, mais a gente não tem nada a perder por tentar? – Perguntei.

─ Tem razão, mas nunca imaginei que um dia estaria em uma investigação por que minha melhor amiga do passado deixou um diário para matar seus próprios amigos. – Disse Elena.

─ Eu não consigo entender, parece que neste diário ela só escrevia as coisas ruis que aconteciam com ela. – Comentei.

─ Ela era bem dramática, mas todos gostavam dela, alguns nem tanto, como Liam, Zayn e os outros, mas ela não tinha motivos para nos matar mesmo depois de morta. Parece que nossa amizade não foi suficiente para ela. – Elena falou.

─ Sinto muito.

─ Tudo bem. Ei, acho que encontrei alguma coisa sobre eles -  Elena disse e eu me sentei ao seu lado.

─ O que? – indaguei ansiosa.

─ São eles, olha, eles abriram uma loja em uma cidade vizinha, não é tão longe. – Falou Elena.

Enquanto ela falava, anotei o endereço em um pedaço de papel, mas antes que eu pudesse dar a ideia de irmos, ouvi o mesmo o click do diário me interromper.

─ O que é isso? O que quer dizer?       

─ Que chegou a hora do próximo – Falei abrindo o diário na pagina que estava marcada, onde eu havia parado, Elena e eu corremos para o carro enquanto ela ligava o carro comecei a ler:

"Querido diário, pela primeira vez fui convidada para uma festa, o mais estranho foi que Zayn foi quem me convidou. Eu como uma boba, caí na conversa dele e quando cheguei à festa ele fingiu me tratar bem, mas ele teve a coragem de me jogar na piscina e todos riram de mim, menos a Elena, que me ajudou. Eu me senti um lixo, mas um dia ele irá me pagar na mesma moeda".


─ Meu Deus eu me lembro desse dia! – Disse Elena desesperada

─ Tudo bem Elena, fique calma, vamos chegar a tempo. – Falei e ela acelerou, mas ainda, eu estava começando a achar que logo um carro de policia iria nos parar e acabaríamos perdendo.
Assim que chegamos à casa de Zayn, Elena estacionou o carro meio em cima da calçada, mas pouco me importava naquele momento. Começamos a bater na porta.

─ De quem era o turno agora? - Perguntei.

─ Acho que era de Justin - Disse Elena. Peguei o celular e liguei. No primeiro toque Justin atendeu.

─ Onde você está? – Perguntei afoita.

─ Na casa de Zayn, mas alguma coisa me prendeu no banheiro eu não consigo abrir a porta.  – Disse Justin.

─ Onde Zayn está? - Gritei.

─ Eu não sei, não sei - Justin disse desesperado.

─ Aonde fica a piscina?. – Indaguei.

─ Nos fundos da casa. - Respondeu Justin.
                                                                                    
─ O diário abriu, ela vai tentar matá-lo na piscina. Já estamos entrando. – Falei.
                      
Desliguei o telefone e corri dando a volta na casa enorme, batendo em alguns arbustos que estavam ali, Elena e eu pulamos a cerca juntas. E lá estava Zayn, ainda vivo.

─ Socorro! - Ele gritou e voltou a afundar na piscina, mas logo voltou.

─ Me solta, me solta, por favor, eu sinto muito. – Ele gritava ainda mais.

Olhamos para ele e para dentro da piscina, mas não havia nada o segurando. Ele se debatia, olhava para o fundo e então gritou deixando-nos ainda mais apavorada:

─ Isabelle para! – Gritava Zayn afundando e tentando voltar para cima.

─ Eu não sei nadar - Elena falou desesperada, mas eu já estava pulando na piscina, e nadando até Zayn que tinha voltado para cima mais e se debatia bastante.

─ Fica calmo eu vou te ajudar! – Falei tentando acalmá-lo.

─ Ela está me puxando! - Ele disse voltando a afundar, mas dessa vez me levando junto. Lutei para me soltar, tentei puxá-lo para cima, mas não conseguia, ele estava me afogando junto com ele.

Eu não conseguia puxá-lo, não conseguia. Podia escutar Elena gritando. Zayn me puxou para baixo de novo em desespero, mas agora pelo pé, isso acabaria mau, ou para um ou para os dois, quando me libertei da mão dele nadei para fora. Elena me ajudou a sair da piscina.

─ Você está bem? - Ela perguntou.

Eu tentava recuperar o ar, quando olhei de volta para a piscina, não conseguia ver nada, Zayn não estava em nenhum lugar.

─ Não consegui puxá­lo, onde ele está? – Prestes a pular na piscina de novo.

─ O que aconteceu!? -Justin apareceu e me olhou no chão.

─ Como conseguiu sair? – Ela indagou olhando Justin junto a nós.

─ A porta se abriu sozinha derrepente. Eu escutei vocês gritando, onde está Zayn? - Ele dizia nervoso.

Naquele momento, não nenhuma resposta lhei dada, apenas o corpo de Zayn que emergiu a superfície.  Justin gritou caiu de joelhos no chão. Elena o abraçou quase instintivamente e eu não sabia mais o que fazer.



Um comentário:

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA