28 junho 2015

Fanfic: O ANJO - Cap. 10 ''Humana''


POV Taylor:

Estava exausto, e não via a hora de chegar em casa e me trancar. Eu não aguentava mais ficar longe dela, e só de pensar que ela podia ter fugido por minha causa estava me deixando ainda mais intrigado. 

Eu não me lembrava de muita coisa, só de ter acordado sujo de sangue, sem nenhum ferimento, e de perceber que ninguém além de mim estava sentindo a falta dela. Nem mesmo os homens que queriam levá-la.

Cheguei em casa e fui ate o galpão guardar minha caixa de ferramentas,  assim que entrei não acreditei no que vi. Ela estava bem na minha frente, imóvel e linda. Pensei ate ser uma miragem, mas eu não havia bebido, e tão pouco estava alucinando por causa de saudade. Respirei fundo e disse quase gaguejando:


- A-Ariel?

Ela sorriu e uma lágrima escorreu pelo seu rosto, e eu não pude me controlar mais.
Corri de encontro a ela, e a abracei o mais forte que pude.
Ficamos parados sem dizer nada por um tempo, ate que eu percebi que ela estava fria e machucada.

- vamos entrar, você esta gelada!

- ta bom.- ela disse meio chorosa.

Levei ela ate a bancada da pia da cozinha, e procurei por uma caixa de primeiros socorros pra limpar um ferimento que tinha no joelho dela.

- você tropeçou não foi?- perguntei olhando ela.

- não, eu caí mesmo. - ela riu sozinha.

- caiu?- perguntei imaginando se era mesmo oque eu achava.

- sim. - ela confirmou minha dúvida.

Ariel tinha ido pra casa então, eu não sabia como, mas se ela caiu do céu outra vez, isso só podia significar que ela estava voando e caiu na Terra novamente.

- e como você..?- perguntei parando na metade da frase, nem era preciso dizer.

- eu fui obrigada, sinto muito. - ela baixou o olhar.

Levantei o rosto dela pra olhar em seus olhos avermelhados, e disse:

-foi aquele anjo? com quem ia se casar?

- não.. foi o meu pai, ele me obrigou a ir pra casa. sou a nova rainha agora.- ela deixa uma lágrima cair.

-rainha?- repeti perplexo

Ela fez que sim com a abeça.

- Ariel .. você não veio aqui pra ficar não é?- perguntei desanimado.

Mas ela não precisou responder, apenas me abraçou e começou a chorar descontroladamente.

- calma anjo..não chora por favor..- eu pedia sem perceber que também chorava.

Ariel se afastou e disse:

-mas eu não quero voltar pra lá, eu não posso mais.. não quero ficar longe de você.

- eu também não quero ficar sem você meu anjo..- disse segurando seu rosto.

- Taylor, eu não quero mais ser um anjo, queria poder ter nascido humana. queria ter nascido aqui.- ela chora mais uma vez.

- eu não vou deixar que ninguém te leve.- disse decidido.

- mas como?- ela limpava as lágrimas.

- eu não sei, mas não vou deixar que mais ninguém te tire de mim..ok? você nao vai voltar pra Axtrid.- falei encerrando o assunto.

Mais tarde naquela noite, Ariel se deitou ao meu lado me abraçando e enquanto observava ela dormir eu tive certeza, de que eu jamais poderia viver o resto da minha vida sem que fosse com ela.


pov Ariel.

Na manhã seguinte acordei e não vi Taylor na cama.
Senti um frio na barriga , e de repente ouvi um barulho que me acalmou.
Ele só havia ido na cozinha, e ao que parecia estava fazendo um delicioso café da manhã.

- humm..- disse sentindo um cheiro bom.

- bom dia meu anjo.- ele sorriu pra mim.

- otimo dia.- sorri de volta pra ele.

Nós tomamos café, e depois ficamos a tarde toda aproveitando todos os momentos juntos.
Tudo estava perfeito, pelo menos era oque eu achava.

O céu começou a soltar raios e trovões, e nuvens negras desciam ate o chão formando um redemoinho.
Eu ja sabia oque iria acontecer, meu pai havia vindo me buscar de novo, mas dessa vez eu não iria deixar que ele me levasse.
Taylor e eu saímos para fora, pra ver oque estava acontecendo.
E assim que o furacão parou, eu me vi parada na frente do Taylor na varanda da casa, com minhas asas abertas tentando proteger ele.
Meu pai surgiu no meio da floresta atras da cabana do Taylor, e começou a andar ate mim.

-pai.. eu não vou voltar pra casa dessa vez, não há nada que você possa fazer ou dizer, eu vou ficar com ele!- disse firme

- eu não vim aqui pra te levar, eu vim pegar oque é meu por direito! se você decidiu virar as costas para a própria família, deverá devolver os poderes que foram passados à você!

-eu faço oque for preciso, para poder ficar com ele, eu o amo papai.

Meu pai anda na minha direção, e toca a minha mão como se fosse me cumprimentar, e então num segundo um raio de luz saí das nossas mãos transferindo todos os seus poderes de volta a ele.


Logo depois de transferir meus poderes de volta para o meu pai, eu me sinto fraca e caio de joelhos, me soltando do seu aperto de mão.
Taylor se abaixa e me socorre, enquanto isso meu pai ja se afastava pra voltar a Axtrid.
Antes de partir ele se vira pra mim e diz:

-espero que você aprenda a fazer parte do mundo deles agora Ariel, pois é assim que você vai ficar .. e quanto as  suas asas.. elas não pertencem mais a você.. você agora é apenas uma humana. adeus Ariel.

Ele voa em direção do redemoinho que surgia outra vez, e desaparece em minutos, no mesmo instante que minhas asas.
Taylor continua do meu lado no chão, e assiste enquanto as marca das minhas asas desaparecem pra sempre, junto da minha antiga vida.

- anjo você esta bem? - ele diz preocupado

- agora estou. vou poder ficar com você pra sempre..- sorri fraca porém contente.

Ele me levanta do chão, e nós nos beijamos embaixo das estrelas daquela noite, nossas únicas testemunhas do que aconteceu.

Taylor e eu entramos na casa dele, e ficamos sentados no sofá por bastante tempo sem falar nada, só sentindo a respiração um do outro enquanto nos abraçávamos.
Eu ainda não conseguia acreditar que agora seria só dele, e ele só meu. Então eu coloquei a mão no seu peito, na intenção de poder ler o coração dele. Mas tudo oque eu senti foi seu coração batendo, e se acelerando cada vez mais quando eu chegava perto.
Ele me olhou confuso e disse:

-oque esta fazendo?

-nada. só estava checando..- sorri

-você queria poder ouvir.. como antes?- ele pergunta curioso

-não. agora eu só preciso saber se você ainda me ama..- disse olhando pra ele.

-mas é claro que eu te amo meu anjo, como não amaria?- ele diz simplesmente

- mesmo agora que eu não sou mais um anjo?- perguntei fazendo drama.

- te amaria de qualquer maneira!.. e só pra você saber.. você sempre será minha anjinha. - ele sorri e me beija na testa.
Eu o abraço e nós nos beijamos apaixonadamente.


Os dias se passam, e nós continuamos felizes vivendo na nossa pequena casinha.
Taylor preferiu continuar ali depois de eu muito insistir, porque aquele lugar era especial pra gente, e eu não queria ter que me despedir dos momentos inesquecíveis que vivemos ali desde que o conheci.

- como no dia em que eu decidi fazer o café não é mesmo?- eu lembro o ocorrido.

- claro.. lembro sim. aliás como poderia esquecer um sabor tãão suculento. - ela zomba de mim.

- haha engraçadinho , eu ate que estou melhorando ta!- falei séria.

-e espero que continue.. rsrsrs- ele ri

Num belo dia de primavera,ele acorda cedo e prepara um lindo café da manhã pra mim.
Ele me desperta com um beijinho na testa.

- oi meu anjo.

-oi amor..- sorri ao ver o banquete.

Ele se senta do meu lado na cama, e pega a minha mão.

-oque esta fazendo Taylor?- perguntei confusa

-estou fazendo algo que eu deveria ter feito desde o começo.- ele tira do bolso um anel, e depois se ajoelha ao lado da cama no chão.

Perdi completamente o ar dos meus pulmões, quando percebi oque ele estava prestes a fazer.

- desde o dia em que você entrou na minha vida, eu sinto que tudo ficou melhor. Só de estar aqui com você agora, significa que minha vida ja valeu a pena, então... casa comigo?- ele sorria de um jeito meigo.

Eu  fico emocionada, e depois de recuperar o fôlego respondo:

-sim, é claro que eu caso!

Taylor se levanta do chão, coloca o anel no meu dedo, e me tira da cama me pegando colo e me girando no ar. E em semanas nós planejamos tudo e nos casamos.

4 comentários:

  1. Gosto muito dessa fic... E estou esperando ansiosíssima para o próximo capítulo!

    ResponderExcluir
  2. Continua.To super curiosíssima para ler os próximos capítulos.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA