10 junho 2015

Fanfic: Twinight – Cap. 16. Casa


Eu só podia estar sonhando! Noiva? Eu seria a Sra. Black? Incrível... Como o tempo passou... Quanta coisa aconteceu...
Estava nas nuvens quando a realidade pairou sobre os meus pensamentos. Amanhã era o dia do confronto com os Volturi. Eu ia viajar. Ia deixar meu noivo em perigo... Mas o que eu podia fazer sendo apenas uma humana indefesa?

- Jen? Jen? Tá distraída... - Jacob me chamou... Estava com uma taça de champagne na mão pensando.

- Ai, desculpe... Estava pensando...

- Pensando em que? - ele perguntou curioso.

- Nada... Sei lá, estou com medo Jake... - minhas lágrimas quase sairam.

- Jen... Calma... Estou aqui ok? Não vou deixar que nada aconteça com você - ele me abraçou.

- Não estou com medo por mim... Estou com medo por você.

- Vamos fazer o seguinte... Assim que as pessoas forem embora eu também vou, levo o carro e volto correndo. Deixa a janela aberta... Quero ficar com você hoje ok? A noite toda... - ele disse bem baixinho. Aquilo aliviou a minha alma. Era uma delícia dormir com ele. Nem precisava de cobertor. Ele me aquecia.

- Ok... - disse sorrindo.

Todos foram embora. Eu ainda olhava de 2 em 2 minutos para a aliança em meu dedo esquerdo. Fui para o meu quarto, tranquei a porta e abri a janela. Coloquei a mesma langerie da nossa primeira vez. Foi então que ele entrou. Lindo. Era a visão do paraíso. Fui correndo até ele e nos beijamos. Quando não tinhamos mais folego paramos.

- Jake, preciso fechar a janela... 

- Eu fecho! - ele disse.

- E não podemos fazer nada de barulho... Senão... - era a primeira vez que iamos dormir juntos com minha mãe no quarto ao lado. 

- Nossa, vai ser engraçado e bem inusitado... Na verdade, eu vou até gostar mais, porque a adrenalina de ser pego nessas horas é até boa de certa forma... - ele cochichava.

- Haha pára seu bobo! - eu disse pulando de novo em seus braços.

Era engraçado não poder fazer nenhum barulho. Engraçado e excitante ao mesmo tempo. Fazer amor com Jacob e conseguir controlar as emoções era muito, muito difícil.

- Jen.... Não vou conseguir... - Jake dizia se contorcendo de prazer.

- Vai sim... Calma. - eu tentava amenizar a situação, mas eu mesma estava fazendo um esforço danado.

Fizemos uma, duas, três vezes. Sinceramente eu não controlei todos os nossos barulhos. Nem lembrava que minha mãe estava em casa. 

- Eu te amo... Muito... - Jake dizia me olhando profundamente. - Se eu sobreviver, quero casar logo com você. Não quero mais ficar pulando janela pra te ver, nem fazer amor com Você em silencio... Quero dividir a mesma cama, o mesmo teto. Quero acordar com Você todos os dias...

Eu já estava chorando.

- Quero ter filhos com você... Vários... - ele continuou.

- Se eu sobreviver também a essa angústia eu quero tudo isso... - disse soluçando de chorar.

Ficamos abraçados até amanhecer. Quando o despertador tocou:

- Jen... Preciso ir... - ele disse me acordando.

- Eu não vou me despedir. Isso não é o fim! - eu estava otimista.

- Não é mesmo... Escute, faça o que eu lhe disser ok? - Jacob me passava as instruções da viagem, o que dizer para minha mãe e para Charlie...

Nos beijamos. Ele disse que voltava logo. Meu coração diminuiu.

Arrumamos nossas coisas para a viagem. Minha mãe estava animada e Charlie também.

Chegamos ao nosso destino. Um hotel em Hampton, litoral de Nova Iorque. Os Cullen tinham uma casa lá. Tudo muito chique. Edward deixou tudo arrumado para a nossa "fuga".
Eu só pensava em Jake... Bella... Renesmee. Tentando provar aos Volturi que nada havia de errado com a menina. Pensei em Seth, Leah, Embry... Meu coração doía.

*** POV Jacob ***

Estávamos na famosa campina esperando os sanguessugas chegarem. A tensão era grande.

Depois de muito lenga lenga conseguimos provar que Renesmee era inocente e não faria mal a ninguém. 

Eu estava tão feliz! Precisava ligar para a Jen! Dizer que estava tudo bem e que morria de saudade!

- Jen? É você? - eu não reconheci a voz.

- Jake... É a Claire. A ligação está ruim... Ahm.. Jennifer está aqui no hospital, mas está bem… ela teve uma intoxicação alimentar, mas já está no soro, tomou medicação....

- Claire... Ela comeu o que? Ela está bem de verdade???

Ela só voltaria em 2 dias. Uma eternidade.

- Meu amor!!!! - ela gritou e me abraçou na porta de sua casa. Eu estava lá esperando eles chegarem. 

- Que saudade! Achei que nunca mais ia te ver... - eu disse.

- Eu também... - ela disse emocionada.

Claire não entendia nada, afinal estavam em uma viagem de 3 dias, não éramos para ter tanta saudade assim.

- O que você teve lá? Intoxicação? Fiquei preocupado... - eu disse.

- Sim, mas nada demais. Comi camarão.. Acho que foi isso...e o nervoso também...

- Você sabe que por um momento eu pensei que você estivesse grávida... - eu disse meio timido.

- Haha, sempre usamos camisinha... Como estaria grávida? 

- Ah sei lá... Eu ia adorar...

- Jake, nem casamos ainda!

- Mas vamos casar logo... Estava até vendo umas casas enquanto você não chegava da viagem...

- Ah é? E casas onde? 

- Aqui perto, mas estão caras... - eu disse decepcionado.

- Ah Jake... Vamos dar um jeito. Eu tenho umas economias. Juntamos com as suas e pronto.

*** POV Jennifer ***

Passaram-se 3 meses. Eu e Jake procurávamos casas, mas nenhuma cabia em nosso orçamento. Foi quando um dia:

- Filha... Quero que chame o Jake pra jantar aqui em casa hoje...

- Hummm… Vai fazer um jantar? Que bom… Faz tempo que não jantamos os quatro... -  eu adorava quando ficavamos em casa de casal... Charlie era divertido.

A noite chegou. Estávamos os quatro na mesa. O jantar estava delicioso, mas minha mãe estava estranha.

- Meninos, eu fiz esse jantar para dar o presente de casamento de vocês. Meu e de Charlie. 

- Mas mãe... Nem marcamos a data ainda. Porque presente agora?

- Vocês vão marcar a data depois do presente.... - disse Charlie.

Eu e Jake nos olhamos. Não entendiamos nada!

- Está aqui... Pegue... - disse minha mãe me dando o molho de chaves de casa.

- Mãe essas são as chaves daqui de casa...

- Eu sei... Estamos dando essa casa pra vocês...

- O que??? Mãe!!! - levantei e pulei em seus braços, chorava feito criança. - Obrigada mãe... Como eu te amo!

Jake levantava para cumprimentar Charlie.

- Mas Claire...ahm... E onde a Sra. vai morar? - perguntou Jake.

- A Claire vai morar comigo Jake. - respondeu Charlie.


2 comentários:

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA