30 julho 2015

Fanfiction: Every Detail - Capítulo 25


      

[...] gozamos pelo última vez e fomos dormir...

      Acordei sentindo dores, mas dores que me fizeram ter prazer. Sorri em ver ele, dormindo e eu deitada em seu peito, e ele me abraçando pela cintura. Sai com cuidado para não acordar ele, e deu certo, ele se remexeu um pouco, mas não acordou, fui logo tomar um banho e me vesti(1),quando eu sai do banho, ele já estava acordado.


     -Bom dia amor - falei assim que ele me viu, e ele deu aquele sorriso, e eu retribui.

      -Bom dia meu amor - falou e veio em minha direção, me deu um selinho, e ele me olhou assustado - Que foi isso? - falou e passou a mão por cima do chupão, no pescoço, nem me vi direito no espelho, e agora eu vi, por sorte, a parte da roupa que fica aberta não dava para ver, mas dava para ver algumas nas coxas.

      - ... foi você - falei e ri da cara dele, e ele me acompanhou, mas virei ele de costa, e puxei ele - olha... - falei e ele olhou para suas costas pelo espelho.

       -Nossa que namorada é essa senhor... - falou mordendo o lábio inferior.

       -Me desculpa... - falei beijando suas costas, e o abraçando por trás.

       - Tudo ótimo para mim, agora vou tomar um banho... quer vir comigo? - falou ele

      - Taylor, já tomei banho... - falei e ele me puxou - não - falei manhosa

    - Tudo bem... fui - falou e foi para o banheiro - hoje vou fazer...Na verdade vamos...Fazer um treino da estreia do filme, como vou me apresentar, como vai passar o filme, essas coisas...Falta alguns dias...

*Alguns dias depois*

     E está maior correria, agora mesmo estou em minha casa fazendo cabelo, unha, essas coisas, e agora estou terminando, faltam em torno de uma hora para começar,e vai apresentar tudo certo,e eu vou cantar por último. E deixa eu falar, ninguém ainda sabe como é a tattoo, na verdade somente meus amigos,no dia do show, vou mostrar, no dia do festival. Terminei, agora estou conversando com o pessoal.

     - Oi amor - falou Taylor, falou ele chegando de terno, dei um sorriso e ele retribuiu, já estava colocando o vestido e o salto com a ajuda do pessoal, quando ele me viu pronta, deu um sorriso tão lindo, terminei de colocar tudo e pronto(1)

     - Vamos? - falei chegando na sala com todos lá,e bateram palmas para mim, festejei.

     - Gata te pego na esquina...- falou Bia perturbando

     - Essa já tem dono - falou Taylor

    Vamos todos...Isso quer dizer que vai em um limousine eu, Bia, Paul, Jorgie e Deborah, Sophia está na casa dela, é muito tarde para ela, e Taylor vai em outro carro, achamos melhor assim. Chegamos, saímos cada um devagar, e eu fui a última, Taylor já tinha chegado e estava tirando foto, e quando eu cheguei seu sorriso aumentou, e fui caminhando pelo tapete, e cheguei tirei fotos, e até com o elenco, e até que ouvimos.

     - Beija - e daí vieram o coro e ele me puxou para um selinho rápido e dai vieram mas fotos, e logo entramos, fizeram a apresentação, falaram os elencos, diretores, tudo certo, e logo chegou a minha vez, cantei a música principal do filme, é gente...Principal. E logo terminei, terminou quase tudo, e teve ainda um festinha.

     - Cheguei - falou ele vindo e me dando um beijo - você foi perfeita... Desculpa, estão me parando, você sabe... - falou fazendo careta

    - Tudo bem... - e quando vimos Bia e Paul estavam quase... DROGA! Menina idiota...Tinha que ser Marie para atrapalhar, e ou vi um "ops", e Bia e Paul vieram se juntar com nós, Jorgie  e Deborah, estão pela festa.

     - Já estou por aqui com essa garota - falou Bia, falando meio sem graça

     - Vem cá... - falei e puxei ela por um canto

     - O que foi? - falou Bia

     - Eu vi isso direito...Você e Paul quase... - ela me interrompeu

    - Eu gosto dele pronto... - falou e eu sorri, e ela retribuiu -Eu gosto dele desde que a gente e conheceu, gosto do sorriso, do olhar, da forma como ele fica nervoso, fofo, dentre outros detalhes, gosto de como ele fala, de tudo que fez ou deixa de fazer, gosto tudo que ele faz, de tudo... - ela falava e sorria que nem uma boba, e o que ela não percebeu é que uma certa pessoa estava ouvindo tudo e sorrindo que nem bobo.

     - Então é verdade? - falou Paul, e Taylor veio para meu lado.

     - Verdade o quê? - falou Bia, querendo mudar o rumo da conversa.

    - Não muda de assunto Beatriz - falou Paul, mas quando ela ia sair, ele puxou ela - Agora você vai me ouvir... - falou, e eu e Taylor ficamos um pouquinho longe, vendo tudo e ele estava me abraçando por trás, com a cabeça no meu ombro. - Sabe... Eu sempre observei você com outros olhos, sempre gostei quando você fica feliz com qualquer coisa, quando você fica triste, também fico, gosto de olhar nos seus olhos, de pensar que um dia esses seus lábios vão estar colados nos meus, gosto de... - Ele foi interrompido pela Bia que o beijou, foi tão fofo, em meio o beijo percebi que Marie estava para chegar perto, me sai do abraço do Taylor, e ele veio junto comigo, na hora que ela ia chegar perto peguei ela pelo braço discretamente e a puxei e fiquei cara a cara, e Taylor pegou a minha cintura com sua mão, mas não me puxou.

      - Garota, por quê você não vai arranjar um capacho seu em? Fica tentando trazer a infelicidade... Já não basta a SUA infelicidade, fica querendo trazer para os outros, mas você não vai conseguir, quem sempre vence é o que sabe ser verdadeiro... - falei sorrindo

      - Está com medo de quê Luma? - falou ela olhando para Taylor, com rosto de raiva

      - Eu? Com Medo de você? - falei debochando - Garota se toca, ele está com que agora? Ele por acaso já te disse que TE AMA? Já chegou perto de você fez carinho como se não houvesse amanhã? Já te chamou de AMOR sem o coração apertar? - falei olhando nos seus olhos, e Taylor acariciava a minha cintura.

      - Ele já transou com você como se não tivesse o amanhã? - falou ela e na hora que ela ia falar outra coisa eu falei:

     - Já sim, e muito bem... Na verdade ótimo... E isso aconteceu ontem... quer provas? - mostrei marcas que davam para ela ver, e ela estava com os olhos transbordando em raiva - E outra... A gente não transa... A gente faz AMOR...Coisa que você nunca fez... Transar é uma palavra muito forte, e ainda mas para você não é? Agora espero que você nos deixe em paz, e que você encontre alguém que te ature... - falei e sorri debochando no final

      - Taylor...Você vai deixar ela falar assim comigo? - falou Marie fazendo cara de inocente

     - Vou, e ainda completo... Já estava cheio de suas manias, mas agora acabou... Estou com a pessoa que eu deveria estar, me arrependo de ter assinado aquele contrato até hoje, mas agora estou com ela, e é isso que importa - ele ficou falando isso e Bia e Paul vieram para de junto...

    - Agora espero que você não atrapalhe mas a felicidade dos outros... - falei e ela me olhou e me deu o dedo do meio - Querida esse dedo aí, você sabe muito bem o que fazer com ele - sussurrei no ouvido dela, e sai dali sendo puxada por Taylor

      - Cara você é louca? - perguntou Bia

     - Ela ia bulir com vocês...E quem bole com quem amo, é ferido e muito... Cansei dessa garota se entrometer na minha, na sua, na vida de cada um... Ela quer trazer a infelicidade que ela tem para a gente, mas eu não deixei, e nunca vou deixar... - Falei isso e receber agradecimentos e Taylor me puxou, Jorgie e Deborah chegaram, e Bia e Paul contaram para eles

    - Não sabia que eu tinha uma namorada, mercenária nas palavras... - falou ele e me fez ri, estávamos abraçados, olhando um no olho do outro

    - Bobo - falei rindo e ele me deu um selinho e ficou sério - O que foi?

   - É que eu me imaginei com você...A todos esses tempos, desde pequenos, quando você corria para brincar comigo, desde que seus pais... - falou isso e meus olhos se encheram de lágrimas - Não chora...Nada de ruim vai acontecer, sempre vou estar aqui com a pessoa que eu mais amo, a pessoa que eu posso dizer sim que é minha, a minha mulher, a minha vida, a mãe dos meus filhos... - ele falou isso e estava futucando o paletó, e eu confusa

     - Taylor... Você está aprontando o quê? - falei para ele

    - Deixa eu te contar uma coisinha... - falou rindo - Está vendo isso aqui... - me mostrou um anel lindo(3)- É para a mulher da minha vida, essa mulher foi a que eu passei a minha infância, a adolescência, é a que eu passei momentos felizes e tristes, e que passa e passou por várias coisas... Eu sei que está cedo, só que eu não aguento mas esperar, esperei por você a anos, e eu não quero te perder mas... Quero você aqui comigo, sempre... então... - falou e algumas pessoas estavam olhando para nós - Luma Miller... Você aceita se casar comigo? - falou, e ajoelhou e pegou o anel, todos estavam sorrindo, alguns surpresos, eu não tirava os olhos dele, eu estava chorando.

     - Aceito - falei em um sussurrou, ele se levantou, pegou o anel e colocou no meu dedo, e me beijou, e todos aplaudiram, gritavam entre outras...

     - Que perfeito vocês dois... - falou uma pessoa e quando eu vi quem era, eu sorri muito, como ela cresceu...

      - Você estava onde? - perguntei abraçando ela, e a surpresa foi maior a mãe e o pai de Taylor também estavam lá.

      - Pai,mãe e Makena...Minha noiva - falou Taylor me deixando sem graça e todos me abraçaram e nos deram os parabéns, curtimos a festa mas ainda, eu, Bia e Makena, sempre dançando e conversando, conversei também com meus sogros, os meninos estavam conversando sempre, as vezes Taylor chegava perto de mim e sempre me roubava um beijo, e as vezes ficava sem graça, pois os pais e a irmã dele estavam ali, e assim foi nossa noite, e fomos embora mais tarde.

       Fomos levar o novo casal do grupo Biul,Bipa... não sei como vou chamá-los e Jorgie e Deborah. E logo fomos para o condomínio, chegando lá, Taylor desceu do carro e veio falar comigo.

       - Vou dormir aí com você... - falou e eu neguei - Por quê?

      - Vai ficar com sua família... Eu não quero atrapalhar... - falei manhosa

     - Nada a ver... Eu já falei com eles - o carro estava parado e Makena olhando para nós sorrindo e falando com os pais, que sorriam também - Não quero deixar você sozinha... - aí tive a ideia..

     - Pronto já sei...Espera aqui que eu vou lá em cima, pegar algumas roupas para ficar na sua casa...Está bem? - falei e o sorriso dele aumentou, ele assentiu e fui andando e ouvi..

     - E aí? - foi Makena

   - Ela disse que vai dormir lá em casa...Não quer deixar eu ficar longe de vocês...Tudo bem pai e mãe? - falou

    - Tudo ótimo... - falou os dois juntos - aí batemos um papo - falou a mãe de Taylor

    Fui correndo, peguei uma mochila, botei algumas roupas, e desliguei tudo, tranquei as janelas e portas, e fui descer, mas antes peguei meu celular, e o carregador vou usar o de Taylor...

     - Cheguei... - falei entrando no carro e o que estava o pessoal, os pais, a irmã de Taylor e ele. E fomos conversando, chegando lá todos descemos, e Taylor entrelaçou nossas mãos e pegou minha mochila, e assim que chegamos no apartamento dele,cada um se despediu e foram dormir, eu e Taylor fomos para o quarto dele, e tomamos um banho juntos, e logo fomos dormir.

     - Te amo - sussurrou no meu ouvido, estávamos dormindo de conchinha

     - Também te amo - sussurrei e pegamos no sono...

Continua...



Um comentário:

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA