18 agosto 2015

Fanfiction: Diário de uma paixão - Capítulo 10: Quase!


Texto/fic: Jenny Hanson | Capa: Luane/SMD | Beta: Erica Rocha

– Oi, James! – disse eu.
– Oi, tudo bem?
– Tudo, entre!
– O que está fazendo? – James perguntou.
– Lendo um livro – eu deveria ser uma atriz. Apontei para o livro 50 tons de Cinza em cima da mesa.
– Mas parei de ler – continuei. – Estou morrendo de dor de cabeça – menti.
– Ah é? Tome um remédio.
– Já tomei, e estava indo deitar um pouco.
– Ah, desculpe... Queria saber se estava tudo bem. Precisa de algo?
– Sim, dormir.
– O.K, O.K, vou para casa. Qualquer coisa, me ligue! Amanhã falamos sobre a agenda no intervalo das fotos.
– Ah, sim, claro! Obrigada.
– De nada.
Ufa. Ainda bem que foi uma visita rápida.
Fui até meu quero e abri a porta. Taylor estava com um porta retrato nas mãos.
– Oi. E aí? Estou a salvo? – perguntou ele.
– Sim. Sorte sua que foi uma visita rápida.
– Você está muito bonita nessas fotos.
– Ah, obrigada.
Ele deixou o porta retrato onde estava e caminhou em minha direção. Ops. Sinal de alerta. Com Taylor no quarto? Perigo!
Ele me abraçou e beijou meu pescoço. Gente! Nem conseguia descrever a sensação. Taylor ficou me beijando delicadamente...
– Taylor, agora você precisa ir. Já está tarde – disse eu quase perdendo a consciência (Já tinha anoitecido).
Ele nem deu bola. Continuou me beijando e me apertando contra seu corpo. Ele estava animado e eu sentia. Eu sentia tudo! Que vergonha! Pelo menos tive certeza de que ele sentia prazer por mim. Mas ali, no quarto, era muito perigoso.
Lembrei de Rose. Se eu pedisse uma opinião, ela diria: sexo já! Mas, eu nem estava preparada. Nem lembrava com qual calcinha eu estava. Depilada tudo bem, porque eu precisava me cuidar, mas eu nem tinha tomado banho ainda!
– Taylor, já ultrapassamos os limites... – disse eu, interrompendo o beijo.
– Isso é ultrapassar os limites?
– Sim! Vem, eu te acompanho até a porta – disse eu.
– Você não quer? Mesmo? – Taylor teve coragem de perguntar.
Eu o olhei e ri. Não tinha como não rir. Homens...
– Não vou responder – disse eu rindo.
– Vem aqui – disse ele, me puxando para mais perto.
– Taylor, eu vou levar você até a porta.
– Tá, mas me dá outro beijo antes.
Que sacrifício, pensei. Sorri e o beijei novamente.
– Até amanhã... – ele disse, me dando um selinho demorado.
– Até amanhã, Taylor.
– Ahm... Posso te ligar? – ele perguntou.
– Não vamos nos ver amanhã? Por que ligar?
– Como. Você. É. Difícil. – Taylor disse pausadamente.
– Hahaha. Sou mesmo!
E então ele se foi.
Demorei mais ou menos meia hora para processar o que havia acontecido. Tirei todo o atraso de beijos de um ano! E como Taylor beijava bem! Poderia beijar mal, pelo menos teria uma desculpa para colocar um ponto final nisso, mas não há motivo. Se eu ficasse com ele seria uma idiota completa!
Resolvi contar o que aconteceu para Rose por telefone:
– Mas e aí? Transaram? – Rose perguntou.
– Rose, você só pode estar louca! Fiquei com ele ontem e hoje, e já iriamos transar? Nem pensar!
– Por quê? Você até já trabalha com ele, ou seja, já tem intimidade!
– Por isso mesmo! Imagine ter que olhar para ele no outro dia?
– Ah, e você acha que ele nunca transou com as meninas que ele fica?
– Sei lá. Nem quero saber. Mas comigo não!
– Você não vai aguentar. Eu dou alguns dias para vocês transarem...
– Hahaha – fingi gargalhar. – Vamos apostar então!
– Apostado – Rose aceitou. – Mas apostar quê?
– Aposto 100 dólares.
– Wow, Carol. Você acha que pode aguentar? Duvido! Apostado.
– Não vou perder – eu garanti.
– Vai sim. Dou quinze dias.
– Eu nem vou beijá-lo em quinze dias, imagine transar.
– Tá, mas e aí? Nem uns amassos mais fortes? – Rose perguntou com tom de malicia.
– Ah, sim, mas foi só isso.
– E você sentiu ele animado? Taylor tem aquilo grande?
– E você acha que eu sei se é grande ou não?! Rose, nem parece que você é casada.
Claro que dá para sentir, mas saber o tamanho é demais, não é?
– Tá, só perguntei.
– Bom, amanhã falo com você – disse eu. – Preciso me preparar e dormir.
– Aproveita e toma um banho de água gelada – ela recomendou, fazendo graça.
– Engraçadinha. Tchau. Boa noite!
E, mais uma vez, eu sonhei com Taylor. Mas, desta vez eu sabia exatamente como era o gosto de seu beijo.

Um comentário:

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA