29 setembro 2015

Fanfiction: Diário de uma paixão - capítulo 16: E no quarto...


Texto/fic: Jenny Hanson | Capa: Luane/SMD | Beta: Erica Rocha


Droga! Droga! Atende, Rose!
‒ Alô?
‒ Rose! Oi!
‒ Carol? Oi! Você não está em Manila?
‒ Sim, estou! Preciso falar com você rápido, se não vou pagar uma fortuna de roaming.
‒ O que foi?!

‒ Resumindo: Lautner acaba de sair do meu quarto aqui do hotel! Só ficamos, mas ele queria transar. Eu também queria, mas, sei lá. O que você acha? Me ajuda! Vou ser muito idiota se transar com ele?
‒ Wow! Ah, amiga, não sei! Faz o que o seu mandar. Você quer?
‒ Quero! Ele me deixa louca!
‒ Então vai fundo!
‒ Mesmo sabendo que ele só quer isso? Por que algo sério é claro que ele não quer, né?
‒ Amiga, coloque isso na sua cabeça também. Que isso vai ser só sexo. Temos que pensar como homens, às vezes. Vai lá, e não se esqueça da camisinha!
Eu ri. Camisinha! Não tinha nenhuma. E agora?! Desliguei e desci até a recepção. Perguntei onde havia uma farmácia. E, para minha alegria, tinha uma ao lado do hotel. Ainda bem que camisinha não precisava de legenda. Era igual em qualquer lugar do mundo.
Comprei um pacote com seis. Nossa! Será que tudo isso seria usado?
Corri para o hotel. No andar dos quartos decidi que tinha que tomar um banho antes de bater na porta dele. Precisava fazer isso direito!
Tomei um banho, passei creme hidratante, perfume, desodorante e vesti a melhor lingerie que levei. Preta, claro. Vesti um vestido preto e curto para completar e um salto alto. Na minha bolsa coloquei meu celular e o pacote de camisinha.
Na hora, pensei: ele ai conseguir o que quer, mas pelo menos eu vou aproveitar um pouco a vida.
Pensei em mandar uma mensagem antes, mas resolvi fazer surpresa.
Sai do meu quarto devagarinho, rezando para que James não me visse. Bati duas vezes na porta do quarto de Taylor. Nada. Bati mais duas vezes. Já estava nervosa, balançando as pernas impacientemente.
E finalmente ele abriu a porta.
‒ Carol?!
A cara de espanto dele era engraçada.
‒ Oi. Preciso entrar ‒ eu disse, entrando rápido no quarto.
‒ Aconteceu alguma coisa? ‒ ele perguntou maravilhosamente lindo e sexy. Ele vestia uma calça moletom cinza e uma camiseta branca. Se eu fosse bem mais experiente diria com certeza que ele estava sem cueca.
‒ Não queria que James me visse entrar aqui v confessei.
‒ Mas o que foi?
Não tive coragem de dizer nada. Entrei no quarto, quer era semelhante ao meu, porém, com o cheiro de Taylor. Tirei meus sapatos, deixei minha bolsa em cima da mesa enquanto Taylor me olhava sem saber o que acontecia.
‒ Estou aqui, não estou? ‒ eu disse.
‒ Sim, mas... ‒ ele disse e eu o interrompi.
‒ Você saiu do meu quarto e... Eu precisava vir aqui e fazer o que queremos fazer.
Ele riu e disse:
‒ Tá, você está brava comigo. Eu sei que fui grosseiro dizendo que temos nossas vidas. Enfim, fui bem idiota.
‒ É, você foi. Mas não é sobre isso que vim falar.
‒ Não?
‒ Taylor, estou aqui porque também quero o que você quer... por mais que no próximo final de semana você já tenha um encontro com outra pessoa.
‒ Carol, eu...
‒ Não precisa falar nada.
‒ Mas e o seu jantar? Não foi bom?
‒ Já disse que foi ótimo.
‒ Mas?
‒ Taylor, você quer ou não quer?
Nessa hora eu tirei meu vestido bem devagar e fiquei de lingerie. Meu coração disparava enquanto ele olhava cada detalhe do meu corpo.
E, de repente, como um foguete, ele veio até mim e me beijou.



2 comentários:

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA