13 setembro 2015

Fanfiction: One Day you hated Cap. 5


Acordei tarde naquele dia e estou torcendo para o dia passar correndo e assim foi, almoçamos e fomos para o spar, minha mãe ofereceu um dia de princesa para gente, mudei meu cabelo de novo, fomos embora para casa com a minha mãe, subimos tomamos nossos banhos e jantamos,tudo que eu mais queria era que a hora passasse de pressa, fiquei fazendo hora vendo TV, depois subi para meu quarto para me arrumar, deu 21 horas  fui ver se a meninas precisavam de ajudar,ajudei elas e já eram 21:30 minha mãe chegou no quarto. 

- Estão lindas! – Disse minha mãe.

- Obrigada mãe. 

- Juízo vocês três em, por favor. 

- Hellen deixa com agente.  – Disse Alessa.

Escutamos a buzina de carro deveria ser Daniel. 

- Tchau mãe. 

- Tchau filha e tchau meninas. 

Descemos, era realmente ele. 

- Uau vocês estão maravilhosas. 

- Muito obrigada. Você também estar. 

- Que isso nada comparável as vocês,vamos lá, então. – Disse Daniel. 
Entramos no carro. Daniel estava muito cheiroso e seu cheiro encheu o carro e todas ficaram curiosas para saber que perfume era aquele. Chegamos ao tal clube já estava um pouco cheio. 

- Uau que máximo. – Falei,

- Aaah é hoje que eu me acabo. – Disse Alessa.

- Daniel terá uma foto com a gente vem. – Disse Christina.

Tiramos muitas fotos e postamos nas redes sociais. 

- Ei aqui toca as músicas que tocam na balada do Rio. 

- O DJ de hoje é brasileiro. – Disse Daniel.

- Ah sim entendi. 

- Então vamos buscar nossas bebidas? – Disse Daniel.

- So se for agora. – Disse Alessa.

Fomos até o bar do clube e pedimos nossas bebidas. Começamos a dançar e eu estava meio zoada, dançando muito e as meninas também. Até que Taylor apareceu, eu quase pedir todo meu fôlego ele estava I-N-C-R-I-V-E-L-M-E-N-T-E lindo e mais sexy do que nunca, eu até parei de dançar para ver aquela coisa. 

- Eu já to bêbada ou aquela ali é o Taylor? 

As meninas ainda não tenham visto. 

- Senhor que homem é aquele. – Disse Alessa.

- Não pode ser não é o Taylor, meu Deus me belisca. – Disse Christina.

Nós três estávamos de boca aberta, ele fico lá conversando com Daniel eles ficavam vendo agente dançar. 

- Então vai atacar quando ela já ta meio animadinha. - Disse Daniel

- Eu não vou atacar, ela mesma vai vim com as próprias pernas, quer aposta quanto? 

- Eu aposto que ela vai te seduzir em 3,2,1. - Disse Daniel


Comecei a dançar olhando para Taylor tipo seduzindo ele. Ele abria um sorriso do tipo que estava gostando daquilo. 

- Ela ta linda demais. – Disse Taylor.

- Ôh! – Disse Daniel.

Não parava de dançar até que cheguei até ele. 

- Oi. – Falei.

- Oi. – Disse Taylor.

- Eu não sabia que viria. 
- Pois é resolvi de última hora. 

- Ah sim, que bom que veio.  – Falei e abri o sorriso. 

- Daniel busca uma bebida para mim? – Pedi.

- Pode deixar que eu pegou. Continua dançando vai lá. – Disse Taylor.

E assim eu fiz comecei dança esquecendo-me de tudo e de todos, até que chegou um cara em mim, até que ele era bonito, mas nada comparado ao Taylor naquela noite. Taylor chegou bem na hora com uma bebida para mim e para ele o cara sem graça saiu fora. 

- Você ta maravilhosa. – Disse Taylor.

- Você também obrigada. 

- Vim especialmente para você. – Disse Taylor.

Eu abri um sorriso e mordi o lábio. Decidi subi até o DJ e pedi para ele tocar algumas faixas que tinha no meu celular, sim eu já estava muito louca e sim eu estava querendo Taylor e queria a todo custo deixar ele nos meus pés.

O DJ colocou uma música bem legal do meu celular do tipo que dar para provocar, eu e as meninas começamos a dançar e aos poucos o pessoal ia deixando a pista de dança liberada para nós três.
Nós recebíamos elogios e gritos e palmas meus olhos vidrado em Taylor ele parecia estar hipnotizado, dava para ver que estava funcionando.
Puxei-o pela camisa, dancei coladinha nele, roçando em seu membro ele beijava meu pescoço eu arrepiava. Aquilo estava acabando comigo eu tenha que beijar ele a todo custo, eu já estava muito louca e as meninas também, Alessa pegou Daniel e Christina também elas estavam dividindo ele. Foi engraçado e não estavam nem aí. Taylor me virou eu senti sua respiração. 

- Eu quero você. – Disse Taylor.

- Cala boca idiota e me beija. 

 Sem pensar duas vezes ele segurou na minha cintura e em meu pescoço, foi um beijo totalmente com desejo e ao mesmo tempo doce, sua língua invadia totalmente minha boca e aquilo fazia querê-lo mais e mais. Até que paramos para respirar. 

- Vamos para outro lugar? – Taylor me convidou.

- Para onde? 

- So vem comigo. 

Taylor pegou meu celular com o DJ e cochichou algo no ouvido de Daniel. Naquele momento, Daniel piscou o olho. Taylor me puxou. 

- Ei, eu não posso deixar minhas amigas aqui. 

- Fica tranquila que Daniel vai levá-las para casa. 

Entramos no carro de Taylor, se eu queria saber para onde estávamos indo? Não, eu não estava nem ai, só queria aproveitar aquela noite, queria esquecer um pouco do Brasil, esquecer um pouco do Guilherme, eu estava muito doidona. Chegamos tipo numa casa. 

- Entra fica a vontade.

- De quem é essa casa? 

- Minha. 

- Você não mora com sua mãe? 

- Não mais. 

- Você mora sozinho? 

- Não o Daniel mora aqui e um amigo meu do serviço mais ele ta de plantão. 

- O Daniel não me falou que eram amigos e nem muito menos que moravam juntos. 

- Vai ver não era importante ele falar isso. 

- Talvez. – Falei e soltei uma risada. 

- Quer beber alguma coisa? 

- Não já to legal. Aliás, quero uma coisa.


3 comentários:

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA