23 janeiro 2016

Fanfiction: Bizarre Love Triangle - Capítulo 42






Depois de um jantar maravilhoso, regado a muito vinho, conversas agradáveis e muitos carinhos, cada casal se recolheu para seu quarto.


Parecia um sonho, eu e Taylor, juntos, ao lado de meus melhores amigos no mundo. Uma única ironia, na casa de Gill.



É claro que Gill ligou enquanto jantávamos. Tomas falou com ele rapidamente, mas não entrou em detalhes sobre o que estava acontecendo. Por fim, ele queria saber quanto tempo mais ficaríamos na casa.


Além de Gill, tivemos que desligar o celular pois Robert ligou insistentemente, para mim e para Taylor.


-Você é muito perigosa... - Taylor falou enquanto me abraçava por trás, dentro do quarto. Tinha um sorriso matreiro nos lábios.


-Eu? - respondi me virando, no início assustada, mas relaxei quando vi que ele sorria. - Por que você diz isso? - perguntei me jogando em seus ombros e me deixando carregar até a cama.


Taylor me deitou suavemente, e não saiu de cima de mim. Começou uma série de beijinhos em meu colo e pescoço que estavam me deixando louca.


-Todos os homens com quem você se envolve ficam loucos por você... Esse cara o Gill, Robert... - ele falava e me beijava, me provocando. - Eu....



Taylor parou e me olhou fixo nos olhos. Tinha mais que paixão neles, tinha um sentimento que eu havia buscado minha vida toda: Amor. Eu sabia pelo olhar dele que não apenas me desejava mas me amava, louca e profundamente.


Afaguei seus cabelos e puxei seu rosto para perto de mim. O beijo saiu sereno e calmo no início, e foi aumentando a cada carícia.


-Então você deve ter cuidado realmente. - falei entre carícias e beijos quentes. - Sou uma dominadora de homens. -Taylor se divertia com minhas brincadeiras, estava solto, leve. Finalmente podíamos ser nós mesmos. Até quando é que eu não sabia...


Taylor pressentiu meus pensamentos, pela mudança de minhas carícias e deitou-se na cama do meu lado.



-O que houve, Lôra? (na verdade ele falou “Blondie”, que é loira em inglês. Não esqueçam meninas que falamos em inglês na fic, ok? Rsrsrsrsrs) - ele perguntou ajeitando uma mecha de meu cabelo atrás da orelha. - O que essa cabecinha tão linda e preocupada está pensando agora?


-Você percebeu, é.... - tentei disfarçar. - É, você me conhece.... Estou feliz por estar contigo aqui, agora.... mas até quando? Sei que não é hora de pensar nisso, mas é inevitável. Nossa vida não pode ficar para sempre nesse quarto, nessa casa. Como vai ser lá fora? Porque de uma coisa eu tenho certeza, eu não vou abrir mão de você, Taylor. Não mais! E eu sei que isso será um problema para nós dois.


-Nem eu vou abrir mão de você, seja para Gill ou para Robert, ou para qualquer outro engraçadinho que queira se aproximar de você. - ele disse me abraçando.


-Não é bem com eles que me preocupo.... – olhei para ele bem séria. Taylor sabia que o mais difícil seria resolver isso sem magoar Lilly.


-É.... Eu sei....Vamos pensar em algo juntos, ta certo? Mas pode ser uma outra hora?? - ele disse me olhando sério.


-Pode.... - eu disse ainda receosa.


-Porque, Lôra, agora a única coisa que eu quero é amar você, e a noite toda.... - Taylor subiu em cima de mim como um touro. Senti toda sua excitação tocando meu ventre, ainda por cima da roupa.


- Lôra, lôra... vc me enlouquece... – ele brincava com seu nariz em minha pele, me cheirando e me abraçando forte junto a ele.


Comecei a rir pelas cócegas e carícias que ele fazia e por seu jeito solto e apaixonado. -De onde saiu essa agora, “Lôra”???- perguntei sorrindo mas já adorando.


-Não gostou? – Taylor perguntou desconfiado.


-Adorei.... mas vc nunca me chamou assim antes. Sempre foi Flavinha...


-Flavinha todo mundo te chama, os teu amigos eu sei – ele revirou os olhos e eu ri- É normal, mas é mais comum. Lôra é só minha, só pra mim..... – Taylor disse e me beijou. Seu beijo era forte e me dizia o quanto nós nos pertencíamos.


- Se você soubesse o quanto eu te amo. - e suas mãos percorreram meu corpo, como se estivessem decorando cada parte dele. Seu toque me fez parar de pensar em qualquer outra coisa que não fosse nele naquele momento. Ele sabia como me tocar e como me excitar.


Taylor me beijou calorosamente, devorando minha língua, apertando meu corpo contra o dele e mostrando toda sua excitação em me ter nos braços.


- Seu perfume me embriaga, sua pele me enlouquece... hummm. - ele sussurrava em meu ouvido enquanto me lambia o pescoço e mordia o lóbulo de minha orelha. Eu não conseguia falar nada, apenas retribuía suas carícias.


-Lôra... –ele sussurrava e eu estava totalmente entregue.




- Ai Taylor, eu vou ... eu... - disse gemendo enquanto me segurava com uma mão em seu pescoço e a outra me apoiava na grade da cama. Nessa hora, nem eu nem Taylor nos importávamos com nada. Pertencíamos um ao outro.


- Vem comigo, meu amor. Junto comigo. - Taylor gemeu em meu ouvido, mordendo minha orelha e eu não resisti.


- Ahhhh. - soltei enquanto explodia em novas ondas de prazer. Pude ouvir Taylor gemendo forte quando ele também chegou ao clímax e me apertou forte contra ele.


- Você é demais. Eu enlouqueço quando estou com você. - ele disse abraçando-se em mim, enquanto nossas respirações acalmavam-se. Fizemos amor a noite toda e dormimos, exaustos, abraçados um ao outro.

oOo

-Bom dia, amor da minha vida!!!- foi a primeira coisa que ele me disse quando abri meus olhos de manhã. Taylor ainda estava ali, me olhando, velando meu sono e tinha o sorriso mais lindo do  mundo nos lábios.


Era a primeira vez que dormíamos juntos. Parecia um sonho.


- Aiiiii!!! Nem vem que estou com cara de “amassada”!! – eu disse me escondendo embaixo das cobertas. Taylor ria e me abraçava. Nunca tinha me sentido tão feliz nos últimos dias.Ele me beijava, me abraçava e nós nos curtíamos muito.


-Ahh, meu sabor preferido: Lôra ao acordar!! – rimos muito juntos. Era hora de levantar e tomar café da manhã. Coloquei meu biquine e fomos para a cozinha.
Nós tomamos café junto com Luana e Tomaz. Tudo estava indo bem, riamos e conversávamos normalmente.


-Então... – disse Luana enquanto completava sua xícara de café.

- Como ficam as coisas agora, Taylor? – seu olhar cobrando uma resposta me deixou até constrangida.


-Luh!? – eu gritei indignada. – Que indelicado!


- Indelicado nada .... – ela disse - Por que se ele ta achando que vai ficar assim e depois volta para Hollywood e deixa você chorando, está muito enganado. – disse com muita firmeza na voz e no olhar. Ela ainda olhava para mim quando continuou a falar....


-Temos um acordo ou não temos, Taylor? – dessa vez ela o encarava séria.


-É claro que temos Luana! – ele disse olhando com a mesma seriedade – Amor, preciso te contar a ideia que tive.

Olhei para ele e Luana, atentamente, escutando tudo que Taylor e ela haviam planejado.





Um comentário:

  1. Agora a história anda.. Espero que tudo ocorre bem... Estou encantada com a fanfic.. PARABÉNS!!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA