08 janeiro 2016

Fanfiction: Para Sempre - Capítulo 10




Meu despertador toca e levanto imediatamente para me arrumar. Não tomo café, como apenas um cupcake e vou pra escola. Estaciono no lugar de sempre e sigo pra sala. Dou de cara com o Taylor na porta e dou um enorme sorriso assim que o vejo.

- Oi Ashley, desculpa ter ido embora sem se despedir. Você estava em um sono tão profundo que fiquei com dó de te acordar.


- Imagina – Desconverso - Com tudo que aconteceu ontem, dormir um pouco me fez bem.

- Eu sei que ontem não foi um dia tão bom, Mas você ainda gostaria de sair comigo?

- Ontem foi um péssimo dia – O corrijo - E sair com você me ajuda a esquecer de tudo. E tenho que me divertir também. É claro que eu aceito.

- Podemos ir, então?

- Deixa eu apenas me despedir da Chloe?

- Claro.
Eu entro na sala e não vejo a Chloe em lugar nenhum. Volto ao encontro do Taylor, mas o mesmo também não está lá. Assim que chego no final do corredor, alguém coloca as mãos na minha cintura. Viro-me e tenho uma grande surpresa.

Não era o Taylor, era o Christopher.

Nossos olhares se cruzam por um instante. Seus olhos castanhos estão mais apagados, parecem tristes. Logo me afasto.


- Ashley.... – Christopher tenta falar, mas o corto.


- Não! Christopher, já tivemos essa conversa.

Abaixo a cabeça e me viro, contudo, ele já se encontra em minha frente. A poucos minutos estava bem atrás de mim. O observo. Ele parece estar mais triste e misterioso do que antes. Nenhuma palavra sai de sua boca, apenas se vira e entra na quadra, sumindo de vista.

Algo me diz pra ir até lá, algo dentro de mim me obriga a entrar lá. Obedeço meu consciente e vou, porém, não vejo ninguém. A luz aqui é fraca e quase não enxergo nada. Ando até o meio da quadra e olho pra arquibancada. Vejo um vulto de uma pessoa sentada, mas é quase impossível ver seu rosto. Ouço alguém dizer meu nome, só pode ser o vulto. Olho melhor e o certo vulto não está lá mais, sumiu.

- Christopher, para – Esbravejo - Você está me assustando!

Ninguém responde, o lugar fica em um silêncio absoluto. Olho novamente ao meu redor e nada, não vejo ninguém. Naquele instante, sinto a respiração em minha nuca, um calafrio percorre minha espinha. Viro-me e dou de cara com o Christopher. Ele ergue sua mão direita e acaricia meu rosto.

- Ashley – Sua respiração está pesada, como se estivesse excitado com a situação - É tão bom te ver de novo, tocar sua pele...

- Chris, tudo entre nós acabou...

- Shhh – Coloca seu indicador em meus lábios – Não, eu sei que você ainda sente algo por mim. Você não pode negar.

Fecho meus olhos e relembro os momentos que passamos juntos. Quando abro os olhos, ele já não está mais lá. Ouço alguém dizer meu nome, olho ao redor e não vejo ninguém. Caminho apressadamente até a porta e vejo o Taylor passar por ela.

- Ashley, te procurei em todo lugar – Olha-me confuso - O que fazia aqui?

Eu não podia contar a ele sobre o que aconteceu aqui, agora a pouco. Então, tratei de inventar alguma coisa.

- Disseram a mim que a Chloe estava aqui e eu vim conversar com ela. Entretanto, não a achei.

- Ela deve estar por ai, depois vocês conversam. Vamos?

Ashley: Vamos!

Olho pra trás e vejo o Christopher parado no meio da quadra. Ele me olha de uma forma triste. O Taylor segura em minha mão e me conduz até a saída. Ele abre a porta do carro pra mim. Depois liga o carro e pega a estrada.

Quando chegamos, vejo que o Taylor me trouxe a praia. Procuramos um lugar tranquilo para ficarmos em paz.

- Eu estava pensando: que tal umas aulas de surf? – Seus olhos brilham de animação.

- Eu adoraria, mas não trouxe biquíni.


- Eu comprei um pra você – Falou como se fosse a coisa mais obvia do mundo.

Ele me entrega o biquíni, que é todo preto, e vou ao banheiro. Troco-me rapidamente e volto correndo. Assim que me vê, o Taylor dá um enorme sorriso.

- Você está mais linda do que no dia em que eu te conheci.

- Obrigada – Tento não parecer encabulada.

Ainda na areia, o Taylor me ensina a se equilibrar encima da prancha e só então entramos na água. Tento pegar uma onda, mas caiu toda vez. O Taylor se diverte muito com minhas quedas. Foi ai que resolvemos voltar para areia. O Taylor deita e eu deito em seu peito. Nós ficamos conversando e logo caiu no sono.  Pouco tempo depois, sinto a ausência do corpo do Taylor e desperto. E realmente ele não mais comigo. Miro o mar e não o vejo.

- Ashley.

Escuto alguém me chamar e me viro de encontro á voz. A cena que me deparo, me deixa um pouco chocada, na verdade. O Christopher e a Lauren estão me olhando, totalmente debochados, e estão de mãos dadas.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA