14 fevereiro 2016

Fanfiction: Every Detail - Capítulo 35






[...] e meu pesadelo se tornou realidade.
                                  


...



Acordei ouvindo choro, abri os olhos devagar, e me veio uma dor de cabeça forte, percebi uma movimentação. Logo abri os olhos e vi Makena abraçando o Taylor que estava de cabeça baixa chorando, e ela também, tentei me mexer, e não consegui muito, soltei um gemido baixo de dor, que logo chamou a atenção dos dois, Taylor veio correndo me abraçou me deu um beijo na testa, e ficou me abraçando chorando. Makena foi para o outro lado, e ficou segurando minha mão, eu não estava entendendo nada.

- Taylor... - falei e ele me olhou ainda com os olhos tristes.


- Amor fica calma, está bem? - me lembrei do que houve, e comecei a me apavorar.

- O que aconteceu? Meu bebê está bem? - falei esperando pela resposta "Sim meu amor, ele está bem".

- Ah... Ele se foi meu amor... - ele falou isso e soltei um grito, comecei a chorar, e me abraçou mais forte, e logo o médico chegou.

- Boa noite! - falou sério - Sinto muito Srt. Miller e vim avisar que a senhorita vai ficar essa noite em observação - nem respondi ficava só olhando para janela chorando.

- Doutor tudo bem... e um boa noite - falou Makena e logo o médico saiu - Vou ligar para nosso pai Tay - falou Makena, que me deu um beijo na bochecha e deu um beijo no ombro do Taylor e saiu do quarto, ficamos em silêncio um tempo, até ele falar.

- Vai ficar tudo bem! Nós vamos superar isso - falou alisando meu cabelo - Vou pegar aquela desgraçada, isso não vai ficar assim, mas não vai mesmo - quando ele terminou de falar isso eu o olhei.

- Você a viu ? - falei chorando de novo.

- Ela quase atropelou a mim e a Makena... - olhei incrédula - mas não precisa se preocupar, peguei a placa do carro, e o modelo - falou ele, e ficamos em silêncio.

- Por que isso tem que acontecer comigo? - falei, quando ele ia responder, Bia, Paul e Demi chegaram correndo chorando.

- Como você está? - falou Bia verificando cada parte do meu corpo.

- O que foi que aconteceu? - falou Demi.

- Perdi o bebê... - falei e o choro aumentou - eu sou fraca, não presto nem para segurar um... - Taylor me interrompeu.

- Não fala isso amor, foi culpa daquela filha de uma... - Taylor parou e olhou para Paul.

- Foi ela? - falou ele com raiva, e Taylor fez um sim com a cabeça - Aquela desgraçada... - falou ele com raiva e deu um soco na parede.

- Eu não quero nem saber se vou ser preso ou não... mas vou matar aquela vagabunda - falou Taylor transbordando raiva, peguei a mão dele.

- Não faz nada, pelo amor de Deus! - falei chorando e puxando ele para perto de mim.

- Lua, vai ficar tudo bem... vai ficar tudo bem! - falou ele tirando minhas mãos do braço dele - cuidem dela por mim - falou ele, mas nem deixou eu falar e saiu junto com Paul, fiquei chorando preocupada, tentei sair mas me seguraram, na verdade eu nem tinha forças para levantar direito.

- Lua fica quieta, não vai acontecer nada demais! - falou Bia tentando me acalmar.

E se passaram mais de duas horas e nada de notícia dos dois. Tentavam me distrair e nada. Pensava no meu filho que se foi, pensava como ele deve estar, pensava como Paul deve estar, pensava como eu iria ficar, e sempre com lágrimas caindo, chorava em silêncio. 

Depois de alguns minutos vi aquela movimentação de gente de novo, quando eu olhei para a janela ela estava lá, olhando para mim e sorrindo, tirei todos os fios que estavam me rondando, sem quebrar o contato visual, Bia e Demi estavam dormindo cada uma em uma poltrona. Me levantei segurando os gemidos de dor, para não acordar as duas, fui andando até a porta com a raiva me consumindo, e ela sempre com um sorriso de deboche nos lábios. 

Passei da porta, e ficamos uma olhando para outra, ela estava a quinze passos de mim. Foi chegando mais perto de mim, e mais ainda, foi quando percebi seu ar misturado com o meu, e uma risada irônica. Estava morrendo de dor, mas não estava nem ai. Foi ela quem me fez sofrer antes, e agora. Era ela que me fazia ficar horas dançando até quase morrer, foi ela que quase me matou, ela quem quase matou Makena e Taylor, e foi ela quem matou o meu filho.

Ela estava com uma faca, passou pelo meu rosto, mas quando ia enfiar a faca em mim desviei, e ela quase caiu no chão, se ajeitou e veio para mim, recebi um corte no braço, e comecei a dar vários golpes nela, mesmo sentindo dor, e ela revidava. Percebi a movimentação, Bia e Demi acordaram e uma enfermeira passou por ali. Só ouvi do outro lado da janela.

"Taylor corre para aqui, ela está no hospital, e está machucando a Lua" essa foi a Bia, e deu para ouvir um grito de raiva "DESGRAÇADA", o alarme foi ligado, ela ia fugir mas tentei segurar com o pouco de força que eu tinha.

- Você não vai fugir - falei e puxei ela pelo braço, fazendo ela quebrar o mesmo dando um golpe nela, ela gritou e dor, e com a outra mão que estava com a faca, ela deu uma facada na minha perna esquerda, e gritei de dor. Ela se levantou para ir embora novamente, eu já não aguentava mais, estava com muitas dores. Ela estava quase indo, mas algo me deu forças e levantei, corri com dificuldade, mesmo com a faca na minha perna, e dei um chute nela com a mesma, dei um grito, e ela quase caiu, se esbarrou em algo, mas continuou em pé. Bia e Demi, tentaram fazer algo, mas eu não deixei, elas estavam trancadas no quarto. Eu já estava toda ferida, boca rasgada no lado, corte na sobrancelha, tudo a maioria feita pela faca. Ela tentou me dar um murro, só que desviei e dei um chute no seu estômago, à fazendo ficar sem ar, ela se recuperou, estava me virando, quando ela me deu um golpe nas costas, eu cai no chão, me virei para ficar de frente para ela, e ela começou a me chutar forte, e depois de um tempo parou, foi quando eu abri os olhos e vi ele...



Continua...








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA