25 outubro 2016

Fanfiction: Believe - Capítulo 30





E o tão esperado sábado chegou. Eu acordei bem cedo e fiz o check list de tudo com a Danny. Que ansiedade. Decoração, DJ, tudo! A casa rosada jamais seria a mesma. Na verdade, a casa rosada é de um tio meu distante. Ele sempre aluga para eventos, mas é uma casa tradicional, com quartos, cozinha e uma piscina enorme. Minha família sempre faz festas lá, justamente para não levar um monte de gente para as nossas casas, afinal, abrir a sua casa para alguém é muito pessoal.


         Eu cheguei à casa rosada às quatro da tarde. Todos já estavam lá. Meu maquiador, estilista, Danny, decoradores, etc... Estava ansiosa para tudo começar. Meu vestido era de um branco lindo, bem curto, com um cinto e um sapato alto vermelho.  

        Às oito e meia da noite os convidados começaram a chegar. Eu estava no quarto e só sairia de lá quando o salão estivesse cheio. Coisas de Danny. Ela ia até o quarto me contar de cinco em cinco minutos quem havia chegado e quem perguntava por mim.

- Jenny, estou entrando!
- Entra, Danny!
- Adivinha quem teve a cara de pau de chegar?
- Quem?
- Taylor Daniel Lautner, não é assim o nome dele?
- É... Mas porque cara de pau? Eu convidei.
- Eu sei, deixa para lá.
- Veio com a namorada?
- Não, sozinho.
- Bom, isso não me interessa mais. E o Zayn, chegou?
- Não, ele não ligou? Nada?
- Nada, que estranho - Eu disse triste, mas também depois do beijo interrompido pelo meu ex, eu o deixei lá plantado. Ele não viria.
 Engoli seco e coloquei um sorriso na cara, mas eu queria mesmo que ele fosse. Não era para fazer ciúme no Lautner ou coisa assim. Eu queria que Zayn fosse de verdade.
- Tá, tá bom. Vamos logo fazer isso, Danny? Quero descer logo.
- Vamos, sua chata! Quero ver a cara dos homens dessa festa quando você descer aquelas escadas.
- Ah, não exagera! - eu disse e já fui até a porta. Respirei fundo antes de sair.

       Eu disse a Danny que não queria nada de música ou a festa parando para eu descer as escadas. Queria descer imperceptível. E foi como eu havia pedido. Menos o imperceptível!

       Eu ouvia os assobios, os aplausos, e só sentia vergonha. Senti-me tão importante. Eu sinceramente não sabia o que fazer, eu só conseguia responder obrigada.

        Passando pela multidão com a música alta, eu cumprimentava as pessoas e tentava memorizar todos os rostos, para depois lembrar quem estava na festa, apesar de que as fotografias servem para isso, claro. Sem contar os vários paparazzi que estavam ao lado de fora da casa, eles me dariam a ficha no dia seguinte de quem foi ou não.

      Mas um rosto eu não esqueceria nem em mil anos. No meio da multidão ele se destacou e parou a minha frente:

- Feliz aniversário!

      Ele me abraçou forte. O melhor abraço do mundo, mas que só me deixava triste.

- Obrigada - Eu respondi indiferente, como se ele fosse apenas mais um na festa, mas é obvio que eu tremi inteira.
   
Respondi e já fui para o próximo convidado. Ele me olhava sem acreditar que eu estava tão indiferente assim.
- Hey, Jenny - Ele me puxou pelo braço.
- Oi?
- Caramba, nem falou comigo direito. A propósito, você está linda, muito linda! Bom, na verdade sempre foi.
- Desculpe Taylor, a festa está lotada e eu quero falar com todo mundo. Ah, sua namorada não veio?
- De novo isso?
- É que ela dormiu com você, então firmaram o compromisso. Parabéns! - Eu disse e saí de cena. Ele não tinha o que dizer, claro.

     Segui cumprimentando todos, e finalmente fiquei livre para aproveitar e dançar até não aguentar mais. 

- Jenny! - Danny me chamou.
- Jenny, eu vi o Lautner gritando com o Tarik lá dentro. Acho que era por causa da Marie.
- Ah sim, ele sabe que eu sei.
- Jesus, o Tarik vai me matar!
- Não vai, fui eu quem ouvi a conversa.
- Tá, depois eu resolvo isso. Vai aproveitar a sua festa com o gatinho da banda inglesa mais famosa do momento.
- O que? Zayn, onde?

     Foi então que eu o vi. Eram dez e meia. Ele foi o último a chegar, e aparentemente seria o último a sair.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA