31 dezembro 2016

Fanfiction: Ela é para o meu irmão - Cap 49



Capa/Texto/Fic: Jessica keli / @jessica_keli TLM.


Estávamos Makena e eu caminhando em direção ao ginásio do colégio.
– Oque?! – perguntou Makena arregalando os olhos depois de ter contato tudo que vi no dia anterior.
– É e eu não consigo olhar para ela de tão mal que estou.
– Eu não sei o que dizer, você tem certeza que não foi ela que mandou para ela mesma?
– tenho, estava lá o e-mail recebido e ela conversando na mesma hora com essa pessoa que eu não tenho a menor ideia de quem seja.

– nossa! Emi isso é assustador, você tem ideia de quanto meu irmão pode ser prejudicado com essa brincadeira?! Por que você lembra que quando vocês ficaram presos no deposito do colégio a gente precisou tomar cuidado, você não é alguém publico isso vai te atrapalhar também.
Respirei fundo e passei as mãos no rosto.
– você tem ideia de quem seja? – perguntou.
Fiquei pensativa, sabia que poderia ser a Sarah, mais e se a Makena pensasse que era cisma minha?
– tem alguém conhecido que possa ter te visto? – perguntou novamente.
– As únicas pessoas que estavam lá eram pessoas confiantes, Ash, Tarick, Thor.
– Então quem seria? – ficou pensativa e quando chegamos a porta do ginásio parei.
Não ia ser legal conversarmos perto das meninas.
Olhei para o lado sem jeito, ela conhecia a Sarah muito tempo – pode ser uma pessoa – falei.
– quem?
– quer dizer, pode ser duas.
– quem? Fala logo. – comentou curiosa.
– acho que uma delas pode ser a Sarah.
Ela me olhou e soltou uma risadinha, – Sarah? Sarah esta acostumada com os furos do Taylor. – comentou dando de ombros.
– que? Desde quando ele tem furos? – perguntei e ela olhou para o lado e riu.
– não tem – deu um sorriso maroto – mais sempre deixou ela para ficar com qualquer pessoa.
– nossa, isso parece fazer seu irmão tão bonzinho. – ironizei e ela riu.
– É uma longa historia, ela sempre fazia isso com ele, até que ele aprendeu a fazer o mesmo – ela sorriu – então isso já te serve como exemplo. – riu e joguei o olhar para o alto.
– Emily, a Sarah eu sei que não seria, me diz, quem é a outra pessoa que você esta pensando.
– A Marie.
Ela segurou para não rir.
– oque foi? – perguntei.
– para inicio de conversa se meu irmão tem que pagar uma multa grande por que estar por aí com outra pessoa, Marie mesmo não estando junto acaba pagando essa multa também, então.. não pode ser ela.
Joguei o olhar para o alto, para mim seria uma das duas mesmo tendo razões contrarias, só pode ser uma delas! Mas nem Makena acreditava.
– esta bem, deixe pra lá, o importante é que o Trevan conseguiu entregar o dinheiro para essa pessoa e ela não perturbará mais com essas fotos.
– tomara, mais é melhor manter isso em segredo – disse voltando a caminhar.
– não sei, seu irmão não gosta de quando escondo as coisas dele, uma das coisas que já aprendi com o seu irmão é que detesta ser o ultimo a saber de alguma coisa.
– é, mais ele não irá se concentrar em nada se a gente disser, quando ele voltar se tudo ainda não se resolver aí contamos, tudo bem? – perguntou.
– ok.
Ao chegarmos no ginásio, outra vez fiquei observando o jogo das meninas, eu não tinha muito o que fazer com aquela perna em recuperação.
Enquanto elas jogavam me levantei para beber agua, ao virar o corredor encontrei Evan, enruguei a testa e ele soltou um sorriso sem graça, como se estivesse nervoso.
– o que esta fazendo aqui? – perguntei calmamente estudando todas as suas expressões.
Ele estava bem surpreso a me ver, ou talvez poderia esta surpreso pensando que foi pego. Mais era ridículo ainda achar que era ele o dono daqueles e-mails.
– Estou..
– Esta..?! – ironizei enquanto percebia olhar para os lados.
– Esta comigo querida, me dê licença – Disse uma voz familiar por detrás de mim, ao passar por mim o olhei revoltada, ao saber que ele estava se encontrando com a Dani, uma das garotas mais imbecis que já conheci.
O olhei doida para esgana-lo, até que eu não ligava para ele esta com alguma garota não, eu ligava por ele esta com aquela.
Cruzei os braços o encarando.
O que ele estava fazendo? Desde quando ele gostava de joguinhos?!
Se ele estava gostando disso, estaria jogando sozinho, por que eu estava fora.
– Eai Emily, quando sua perna vai melhorar para te dar uma surra nos treinos de vôlei? – brincou enquanto pegava o braço dele e colocava sobre seus ombros.
– esta melhorando, em breve te colocará na reserva de novo – forcei um sorriso e me virei.
Ela pareceu não gostar da minha brincadeira mais ele nem percebeu.
– Emi – Evan me chamou, então parei e lentamente me virei, cheia de raiva!
– fica com ciúmes não – beijou o rosto dela e sorriu se virando para saírem.
Que ridículo! Eu com ciúmes?!
– idiotas – sussurrei voltando a caminhar.
Ao caminhar em direção ao bebedouro meu celular apitou, era uma mensagem “– Esta com medo de perder seu primeiro amor? Taylor adorará saber disso”.
Olhei para os lados e resolvi mandar uma mensagem agora “– quando você decidir parar de brincar de Pretty little liars e vir dizer isso na minha cara eu também vou adorar”.
Fui beber agua e depois tentei retornar para aquele numero, mais em menos de dez minutos dizia que o numero não existia. Que raiva! Eu estava ficando maluca!
- - - - - - - -- -
Fui para casa antes do treino terminar e em frente a minha casa meu celular tocou, agora eu estava com todo o gás para mandar aquela pessoa para o inferno, mais ao ver no visor o numero do Taylor atendi tentando manter a calma em minha voz.
– Oi amor.. – Falei e percebi que ainda estava tensa, será que ele perceberia?!
– Oi, nossa que saudades de você. – Sorri ao ouvi-lo, parecia contente, eu não estragaria sua alegria.
– Também estou..
Ele ficou em silencio, droga! Deve ter percebido.
Olhei para o céu.
Caramba, ele vai perguntar se esta tudo bem comigo. Af!
– esta tudo bem? – pergunto, tentando não mostrar em minha voz andei de um lado para o outro.
– sim esta, é por que estou andando.
Preocupei-me se ele perceberia que eu mentia.
– ata.. – falou e ficou em silencio novamente.
Meu Deus! Nunca pensei que iria querer desligar o celular na cara dele, por que eu estava prestes a fazer isso.
– Sonhei com você ontem a noite.
– é? E você lembra? – tentei disfarçar mais não estava com cabeça nem para ouvi-lo.
– Achei o sonho estranho, sonhei que estávamos conversando em uma piscina e de repente ouvimos um estouro, parecia de tiro se eu souber mesmo como é o som de um tiro – riu e tentei rir e ele completou – e aí depois desse barulho a piscina que tinha a agua bem clara começou a ficar cheia de sangue.
– aí, credo. – falei e ele soltou uma risada.
– não acredito superstições, mais se eu acreditasse poderia jurar que as coisas não estariam bem.
– É, ainda que eu também não acredito – falei a ultima ficando mais tensa.
– Emily, o que foi ? esta irritada?
Disfarcei – é a TPM, sabe, a TPM ela me deixa mais louca do que sou – tentei soltar uma risadinha mais ficou muito falsa.
Nossa! Eu era péssima atoando e aquele silencio dele me deixava mais nervosa.
– Taylor?
Ele cortou o silencio animado – quando virá me ver? Não me importo se estiver de TPM – riu.
– há.. eu – olhei para os lados – Eu irei em breve. Talvez até faça uma surpresa de novo – tentei rir e respirei fundo.
– esta ocupada? – perguntou.
– não, não, estou chegando em casa agora – corri até a entrada da minha casa e entrei e fiz barulho com a porta para ele ouvir.
– Ata..
Ouvi o toque do meu celular dizendo que recebi uma mensagem.
– só um momento amor. – olhei para o visor da tela.
“ –Admiro sua honestidade com o amor da sua vida, e ainda julgava seu ex hem. Que bonito.”
– Ai meu Deus! – sussurrei e ouvi os ruídos do celular, Taylor havia dito alguma coisa e coloquei no ouvido novamente.
– o que foi? – perguntou.
– quase cai – menti olhando para os lados e corri até a janela para ver se via alguém por perto que pudesse ver alguém.
– cuidado.. – falou rindo mais o ignorei olhando pela janela.
Percebi que estava tremula – amor, vou desligar.
– ta mais.
Desliguei apressada e abri a janela olhando de um lado para o outro.
– oque esta fazendo Emily? – pulei de susto ao ouvir a voz de Marli.
– que susto!
– me desculpe - riu, mais nem a retribui esta muito chata ultimamente.
– ta, vou para o meu quarto.
– esta bem.
Respirei fundo pensando se deveria contar ao Taylor tudo que estava acontecendo, ele odiava que eu escondesse as coisas dele, mais contar tudo desde o inicio por telefone não é uma boa ideia.
E se eu fosse até ele e contasse agora? Será que esse meu estresse sumiria? E se eu acabasse só o deixando estressado também?
Passei as mãos no rosto pegando a minha bolsa, procurei meus documentos, fui até a gaveta e peguei minha carteira.
Compraria uma passagem e voaria as pressas até ele.
Tinha que ser sincera com ele e contar tudo que escondi desde que voltei a Nova York.
Estava saindo de fininho, nem para Marli eu diria para onde estava indo, assim se eu não dissesse nem desse pista, ninguém saberia que iria para Nova York e aquela pessoa não teria tempo para estragar.

- - - - - - - - - - - -
Ao comprar a passagem recebi um mensagem de texto, já estava farta disso!
“– que ótimo que vai vê-los, será a minha melhor surpresa para eles, quer saber qual será a surpresa para você?”
Respirei fundo desligando o celular enquanto caminhava em direção ao avião.
Como essa pessoa saberia?! Não contei a ninguém! Olhei para os lados.
Agora que sabiam mandaria uma mensagem para a minha mãe dizendo que estava indo a Nova York as pressas e que depois explicaria para que avisasse a Makena e as meninas.
Estava impaciente na poltrona do avião e estive o tempo todo reparando todos os rostos que estavam comigo na fila do caixa.
Observava atentamente para ver se estava sendo seguida.
Ao me aconchegar na poltrona a aero moça me cutucou.
Entregou-me um envelope.
– desculpe senhorita, mais isso estava no corredor, esta dizendo que pertence ao passageiro dessa poltrona.
– pode ser de outro horário eu não tenho nada para receber.
– bom, pensei nisso, mais está o horário desse voo.
Preocupei-me, já poderia imaginar o que era e já estava me sufocando!
– ok, obrigada – tentei sorrir.
Esperei que ela se afastasse e abri o envelope, havia um ingresso para o show do Jason Derulo. Junto ao impresso tinha um papel que fazia o envelope mais grosso.
“– Corre, ainda dará tempo para ver nosso casal favorito”
No verso na folha “– Se mudar de ideia, às 23:00 seu querido estará no hotel em boas mãos”.
Respirei fundo e a aero moça veio até há mim.
– esta tudo bem? – perguntou.
– estou, que horas são? – perguntei tentando manter a calma.
– É 22:23, já iremos pousar – sorriu.
– há, obrigada – tentei sorrir mais imaginava, de qualquer forma se eu estivesse em casa receberia aquela merda de carta.
Bufei me afundando na poltrona.
Estava insegura pela Marie estar o tempo todo perto dele, mais no momento realmente não me importava, eu só precisava contar tudo que estava acontecendo.
E se aquela pessoa fazia tanta ênfase sobre os dois, provavelmente não era verdade.
Ao descer do avião tentei logo fazer contato com ele para avisar que estava chegando, antes não queria avisar porque poderiam descobrir onde eu estava indo, agora que sabe eu não vou perder tempo.
Enquanto caminhava apressada para pegar um taxi tentei discar o numero novamente para ver se conseguia contato com ele, mais como das outras vezes chamou e ninguém atendeu.
– Droga Taylor! Atende! – Sussurrei impaciente enquanto dava sinal para o taxi.
– pode me levar a esse endereço? – perguntei dando o papel do endereço do hotel dele.
Olhei no relógio e eram quase 23:00
– posso, entre – falou o taxista.
Tentei ligar e só dava caixa postal.
“– Oi, sou o Taylor, provavelmente estou ocupado agora mais deixa seu recado, quando puder retorno.”
– Taylor se ouvir essa mensagem antes de eu chegar, me espere no hotel que estou chegando.
Enquanto me aproximava do hotel, senti um frio na barriga.
Respirei fundo ao sair do Taxi, sentia uma sensação estranha, eu só queria conversar com ele sobre todos aqueles problemas que escondi e ir embora.
Sei que ele ficaria chateado comigo pelo que contei a Ashley, mais isso era o de menos, o problema era aquelas fotos que Adria estava sendo chantageada e mostrar todas as mensagens que eu estava recebendo.
Ao subir as escadas da entrada do hotel recebi mais uma mensagem e ignorei.
Enquanto caminhava apressada ouvia meu celular apitar por varias mensagens.
Fui em direção ao elevador.
 – Gr! Que saco! – sussurrei ao entrar no elevador.
Olhei meu celular e estava escrito “– brigue com ele agora ou todas as fotos serão publicadas”
Havia muitas mensagens recebidas “Brigue”
Arregalei os olhos e digitei “– vai para o inferno.”
Mais estava preocupada e se realmente publicassem?
Ao abrir a porta do elevador fui apressada em direção ao seu quarto e guardei o celular no bolso olhando para os lados.
Bati na porta e respirei fundo.
Ele abriu a porta e me olhou surpreso, parecendo um pouco confuso.
– o que faz aqui?! – perguntou ainda na porta.
Percebendo o olhei de rabo de olho e entrei sem ser convidada.
– vim até aqui por que estou sabendo de algumas coisas que esta acabando comigo.
Ele atento estranhou e seu celular tocou.
– espere aí amor, só um minuto – atendeu.
– alo?
Respirei fundo enquanto o olhava ainda com a porta aberta ouvindo a pessoa do outro lado da linha.
– Esta bem, já estou indo buscar – disse ele dando um passo atrás.
– já volto me espera aqui – Disse saindo apressado.
Olhei para a cômoda ao lado, no chão havia dos pares de sapatos o dele e um feminino.
Fiquei curiosa e ao dar um passo ao lado ouvi uma voz sair do banheiro.
– Essa camisa realmente melhorou e
Virei-me a ouvir Marie que estava com a camisa dele vermelha xadrez no corpo.
Estava terminando de abotoar e logo notei estar sem sutiã, seus cabelos molhados e era só a roupa dele que estava em seu corpo! Era tudo que eu enxergava.
Olhei para baixo notando seu short curto que pela camisa grande até sumia.
Meu corpo estremeceu aquela pessoa não estava errada quanto pensei.

Ela assustada a me ver parecia se preocupar com o meu olhar.

2 comentários:

  1. Sobre o capitulo anterior: não me faça terpena do Evan por favor, ou vou ficar mais confusa que a Emili, rsrsrs...sobre esse cap:porque foi tão curto? e, será que é o Evan msm que ta mandando os emails? hmm esse evan voltou a causar na fic, mas continua logo que eu quero ver quem é a tal que ta com ele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. os capitulos na hora da atualização a internet não atualizou, peço desculpas pelo erro. o Cap 49 e 50 foram atualizações. (Desculpe pelo Spoilers)

      Excluir

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA