07 fevereiro 2017

Fanfiction: Believe - Capítulo 44





*** Taylor POV ***


O dia se arrastou e aquele cara não ia embora. Ainda bem que ligaram e ele teve que ir.
Danny e Tarik aproveitaram a carona e eu fiquei, como sempre.
Eu estava incomodado. Incomodado em saber que um cara que se diz primo, que não é primo da minha namorada, vai estar com ela um fim de semana inteiro. Se bobear no mesmo hotel... Que saco!


- Tay... Tay... - Jenny me chamava - Que cara é essa? - ela completou.
- Ah, eu queria ir ao seu show.
- Ah, por isso? Você pode ir a outro.
- Mas eu queria ir nesse.
- Sei...
- Jenny, e que história é essa de balada?
- Ué, por quê?
- Porque não pega bem. No dia seguinte a mídia inteira vai dizer que você está solteira e que foi vista com outro cara.
- Taylor, ele é meu primo.
- Primo mais ou menos, né. Eu acho melhor você não ir.
- Ah, você acha melhor eu não ir? Taylor, eu sou sua namorada, mas estou viva. Preciso aproveitar.
- Aproveitar?
- É, sair com os amigos... Sei lá. Aposto que você quer aproveitar também, certo?
- Não desse jeito.
- Como então? Eu sei que você quer aproveitar! Eu ouvi você gritando com o Tarik no escritório. Você não quer um compromisso mais sério, eu entendo e é por isso mesmo que temos que curtir.

Eu não acredito, ela ouviu a conversa. Que merda.

- Jenny, eu quero aproveitar com você.
- Eu também. Mas você não vai estar, então.

Ela até tinha razão, mas...

- Taylor, quero que saiba que eu amo você e que fiquei triste com o que ouvi. Não quero que me peça em casamento hoje ou amanhã, mas se qualquer um me perguntasse se você é para namorar ou casar, eu responderia casar. Quero que lembre que eu sou quatro anos mais velha e não vou namorar para sempre. Eu sou famosa, mas eu tenho os mesmos sonhos de qualquer jovem que ama. Eu amo você, mas não vou esperar para sempre. Eu tenho certeza dos meus sentimentos por você, mas se você não tem, me avisa. Avisa o quanto antes, ok?

Ela saiu do quarto e me deixou sozinho. Ela tinha razão como sempre. Claro, ela era a madura da história, não eu. Eu um idiota completo! É claro que ela não esperaria.
Quando ela voltou para o quarto eu já estava de pijamas e debaixo das cobertas. Fuçava no celular e a olhava de canto de olho pelo quarto arrumando a mala para o dia seguinte.
Como eu não poderia querer acordar todos os dias com essa mulher? Ter filhos? Eles seriam lindos, como ela.
Meu pai me apoiava. Quando conversamos sobre isso ele deu a maior força, afinal ele odeia ver as revistas dizendo que estou com aquela ou essa. Depois que Jenny virou minha namorada publicamente, meu pai soltou rojões de alegria.
Eu preciso dizer o que realmente sinto senão vou perdê-la.
Ela deitou ao meu lado na cama, cheirosa como sempre e com a camisola branca quase transparente. Há quase um ano juntos e meu corpo ainda se arrepia quando a vejo assim.
Quando ela virou de costas eu cheguei mais perto e afastei seu longo cabelo das costas. Fui beijando sua pele, pescoço, ombros, costas, enquanto passava a mão em sua perna, braços e bunda. Ela continuou de costas e foi então que resolvi falar.

- Jenny, eu amo você. Muito. Quando eu paro para pensar na minha vida sem você, eu não consigo. Talvez eu não consiga distinguir esse sentimento porque eu sou um idiota, mas eu quero que saiba que você não vai esperar a vida toda. Você pediu que eu lhe avisasse sobre os meus sentimentos e é isso que estou fazendo agora. Tá?

Fiquei esperando uma resposta. Uns segundos depois ela se virou e estava chorando. Meu coração quase parou com a cena. Ela pegou em meu rosto, levantou um pouco e me beijou.
Um beijo urgente, quente, de amor. Molhado e intenso. Era o que eu mais queria depois da minha declaração. Eu como não sou de ferro, já comecei a tirar a camisola dela e o meu pijama. Eu queria isso a vida inteira e só com ela. Disso eu tinha certeza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA