08 fevereiro 2017

Fanfiction: Diário de Uma Paixão - Capítulo 42





*** Taylor POV ***


Eu estava anestesiado. Parecia que estava em outra dimensão enquanto transávamos sem camisinha. Nunca tinha feito isso antes, sempre me protegi claro e nunca nem soube se alguma delas tomava remédio ou não. Com a Carol eu tinha certeza que tudo seria diferente e eu estava feliz por isso.

-Qual é mesmo a posição que você mais gosta? – ela me perguntou do jeito mais sexy do mundo
-Essa - eu disse fazendo com que ela virasse de costas.


Abri um pouco as pernas dela e a penetrei. Nossa! Que sensação indescritível! Só de saber que eu não precisava parar para colocar a camisinha já me deixava mais excitado.

-Ah - ela gemia baixo.

Ela se encurvou mais ficando com a bunda mais para cima e eu não aguentei, claro. Gozei dentro dela, pela primeira vez. Ela saiu correndo para o banheiro, enquanto eu me recuperava.

-Desculpe, não consegui segurar - eu disse quando ela voltou
-Tudo bem - ela respondeu com um beijo
-Agora quem sai correndo para o banheiro sou eu - ela disse rindo
-É, essa é a parte ruim para você - eu disse
-Ah, mas é melhor isso que usar a camisinha - ela disse
-Com certeza! – completei e a puxei para mim

***

O Sábado chegou e ficamos o dia todo na piscina. Ainda demos umas voltinhas na praia, mas ficar em casa era melhor. Aproveitei para tirar varias fotos dela… eu queria um registro do final de semana, que por sinal era um dos melhores de todos os tempos. Eu ria pensando que eu nunca tive na vida um final de semana tão agradável e tão sexualmente ativo.

-Neste final de semana vamos perder uns 20kg - dizia Patrick rindo.

Tarik ri do que ele falou.


-Você vai, né! Não sai do quarto da Nat - falou Tarik
-Ah, vocês também. Pensa que eu não vejo vocês fugindo para o quarto das meninas? Depois voltam achando que ninguém sabe o que aconteceu - Patrick disse sério e eu e Tarik riamos.
-É verdade! – ele completou
-Ah! Eu já ia me esquecendo - eu disse tirando as camisinhas do bolso. – Toma, para vocês - completei
-Hey! Não vai mais usar? – Patrick disse pegando todas
-Não - eu disse
-Por que? – perguntou Tarik
-Porque a Carol toma pílula - respondi
-Ah, quer dizer que já está assim? – Patrick disse
-Ela sempre tomou besta - falei
-Sorte sua – Tarik completou
-E ai? Então é namoro mesmo? – Patrick perguntou
-Sim, achou que era o quê? – falei
-Ah sei lá, achei que estavam ficando, ué - ele disse
-Estávamos, mas decidimos tentar algo mais sério - respondi
-Hum, mas e a Kate? – perguntou Patrick
-Eu fiquei com ela algumas vezes, só isso - respondi
-Só ficou? – perguntou Tarik
-Só! Nem deu tempo de fazer nada, ainda bem! – eu disse
-Nossa, quem te viu, quem te vê - completou Patrick

Ficamos no quarto conversando e de repente meu celular tocou:

-Alô?
-Oi filho.
-Oi mãe, tudo bem?
-Tudo e você? Como está ai na praia?
-Tudo bem, voltamos amanhã.
-É, Tarik me disse. Liguei para saber se está tudo bem e se está se divertindo?
-Sim, e muito! Tenho novidades para vocês, porém pessoalmente eu conto.
-Ah não! O que é?
-Nada, depois eu conto. E o pai? Makena?
-Estão bem, mandam beijos.
-Manda outro. Tchau!
-Tchau!

Minha mãe não ficava no meu pé, mas sempre queria saber se eu estava vivo. Morar com eles era um “problema” que eu teria que resolver logo, mas meus pais não concordavam, diziam que eu já morava nos hotéis e que eu não precisava morar sozinho… talvez por isso a minha vida sexual era tão parada. Mas com a Carol morando sozinha, as coisas seriam mais fáceis… eu acho.

A noite chegou e o pessoal estava animado para sair. Eles tentavam me convencer a ir a um restaurante perto da casa onde estávamos e eu depois de muito insistirem aceitei. Sair em público para mim era sempre um tormento.

Eu fiz questão de pegar na mão da Carol. Sempre fiz isso com todas as meninas que namorei ou fiquei, então com ela não seria diferente. O restaurante não estava tão vazio, mas era bem legal, a comida uma delicia. A pedido do Tarik, ficamos em uma área reservada. Comemos, bebemos, rimos, conversamos e as pessoas não tiravam os olhos da gente. Quando estávamos saindo uma mulher pediu para tirar foto comigo, eu tirei, claro. Saindo do restaurante tinha uma galinha gigante, então pedi para a Carol ficar ao lado dela para eu tirar uma foto, ficou super engraçado e quando tirei a foto escutei alguém falar: “ah eles devem estar juntos sim”. Era o que eu estava acostumado a escutar sempre que saia com alguém em público. Como se eu fosse um ET e não pudesse estar com ninguém…

Voltamos para casa e decidimos assistir um filme, dessa vez em conjunto.

-Coloca Lua Nova ai – Patrick disse
-Cala a boca! – falei
-É verdade, vamos assistir! – Patrick continuou
-Não, não quero ver Taylor sem camisa toda hora - disse Tarik
-É isso ai, todo mundo aqui já assistiu - falei
-Carol, o que você sentiu quando assistiu? – Nat perguntou e piscou para ela.
-Nada, eu sempre gostei mais o vampiro - ela respondeu e todos gargalharam
-Ah é? Tudo bem - eu disse rindo
-Estou brincando – ela riu.
-É verdade, Taylor! Quando assistimos, eu perguntei: você prefere quem? O vampiro ou o lobo? Daí ela respondeu: o lobo claro – Rose disse e todos riram
-Rose, tá bom né, não fica contando tudo - ela disse tímida.

Depois do filme que eu nem lembro o nome, fomos para o quarto. Ficamos mais conversando do que fazendo qualquer outra coisa… eu queria saber detalhes da vida dela e queria que ela me conhecesse mais. Eu disse que minha mãe tinha me ligado e que eu tinha uma novidade para contar para eles.

-E você? Quando vai dizer ao James? – perguntei
-Não sei Tay, preciso pensar no que vou dizer, como dizer - respondeu
-Estou perguntando por que temos que nos adiantar, antes que saia na mídia - falei
-É, eu sei - ela respondeu e não tocou mais no assunto



*** Carol POV ***

O domingo chegou e com ele a tristeza de ir embora. Voltar para LA e para a vida real não era agradável. Era engraçado pensar que fui para a praia solteira e voltei namorando.

Quando colocamos as malas no carro Taylor me chamou:

-Vamos lá ao quarto, rapidinho?
-Claro – respondi

Chegando ao quarto, ele fechou a porta e me beijou. Eu amava beija-lo como adolescente. Era urgente, quente, molhado… como ele beija bem!

Quando o fôlego acabou ele disse:

-Obrigada pelo final de semana.

Eu sorri.

-Foi muito, muito bom. Eu adorei.
-Bom, eu só queria vir aqui no quarto para me despedir melhor e dizer que mais tarde eu te ligo e que quero te ver logo - ele disse
-Tá bom, esperarei ansiosa – completei.
-Ah! Quando falar com James, me avisa.

É, eu tinha que encarar a fera. Mas eu tinha que pensar bem o que falar.

***

A Segunda-feira chegou como um furacão. Acordei às dez da manhã com o telefone de casa berrando. Que saco! Pensei.

-Alô?
-Carol? É o James.
-Oi, tudo bem?
-Que merda é essa que saiu na mídia?
-O quê?
-Suas fotos com o Lautner na praia. O que foi que nós conversamos? E tudo o que eu disse a você? Até os seus pais já viram, mas eu disse que iria resolver isso.

James vomitava as palavras e eu ainda sonolenta tentava absorver, mas a raiva tomou conta de mim.

-Você não tem nada para resolver sobre isso. E eu vou falar com os meus pais, pode deixar. E se quer saber mesmo, sim! Estamos juntos.
-Juntos? – sorri - Claro! Só mais uns dias e ele te descarta como faz com todas as menininhas que ele pega.
-Tudo bem, acontece. Ele é meu namorado agora e vocês precisam aceitar.
-Eu vou ai. Quero falar com você pessoalmente.

Ele disse e desligou na minha cara. Suspirei e fui me trocar. Eu estava super calma, nada do que ele falasse iria mudar as coisas.

Peguei o telefone e liguei para Taylor.

-Oi, tudo bem? – ele disse
-Não.
-O que foi?
-James me ligou e disse que viu nossas fotos na internet.
-Merda! Já tem foto?
-Sim, na praia. Eu nem vi, enfim, ele ficou falando e está vindo para cá.
-Quer que eu vá ai? Podemos falar com ele juntos.
-Não, melhor não. Só liguei para dizer que não vai ser fácil.
-É, eu sabia que não seria fácil, mas vamos tentar, certo? – ele perguntou
-Certo – respondi.



James, meus pais, Christian, a mídia, era o que eu tinha que enfrentar. Desligamos e pensei: isso é só o começo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA