14 março 2017

A viagem - Capítulo 30: Medo




~ Pov de Dany ~



Estávamos em um silêncio irritante dentro do carro, eu sabia que havia acontecido algo entre ele e Henrique, então não me aguentei e perguntei, eu precisava tirar isso da minha cabeça.


_ Hey... O Henrique disse algo que você não gostou?

_ Não porque? – Ele disse sem desviar o olhar do transito.

_ É que você está com uma cara...

_ Estou cansado... Pode não parecer, mas ser ator é estressante demais. Muitas responsabilidades, muitas pessoas me cobrando... É uma loucura.

_ E você ainda tira um tempo pra me aturar. – Eu disse sorrindo.

_ Esse momento é a única coisa boa da minha vida que não troco por nada. – Taylor disse com um lindo sorriso nos lábios. – Quando estou longe fico contando cada minuto para estar ao seu lado novamente.

_ Desse jeito eu vou acreditar. – Eu disse fazendo graça.

_ Hoje você está tão engraçadinha...! –Ele disse fazendo careta.

_ Desculpe... Fico com esse humor quando estou de cabeça quente.

_ Problema com alguma matéria?

_ Não... São apenas pensamentos acumulados.

_ Pode deixar que hoje esses pensamentos vão desaparecer rapidinho. – Ele disse jogando uma piscadela.


Não demorou muito para que chegássemos ao seu apartamento. Depois de estacionar o carro, fomos direto para o elevador. Assim que chegamos deixei minhas coisas em cima da mesa e fui beber água, enquanto Taylor foi trocar de roupa. Quando finalmente me deitei no sofá e relaxei senti cada osso do meu corpo me incomodar o que me fez gemer.


_ O que foi amor? Porque essa carinha?

_ Muito treino.

_ Já pensou em diminuir um pouco o ritmo?

_ Não posso... A competição está perto, estamos sem a Hellen... Tudo está de ponta cabeça agora, mas depois vai melhorar.

_ Vá tomar um banho enquanto nossa comida não chega.

_ O que você pediu dessa vez? – Eu disse me levantando com a sua ajuda.

_ Comida japonesa... Gosta?
_ Amo!


Sem perder tempo fui tomar um banho, eu realmente estava precisando. Meus músculos latejavam, então deixei a água morna correr por meu corpo. Alguns minutos apenas sentindo a água, eu finalmente tomei um banho. Depois de desligar o registro, saí e logo peguei a toalha e me enxuguei.

Já no quarto de Taylor, avistei apenas uma camiseta regata branca e uma cueca boxer preta, ficou um pouco folgada, mas deu perfeitamente para usar. Voltei ao banheiro e pendurei a toalha e logo fui pra sala e o encontrei na frente da TV vendo uma reportagem e assim que entrei em seu campo de visão, um sorriso surgiu em seus lábios.


Serio, se eu estiver sonhando eu mato quem me acordar. Eu realmente estava com o grande amor da minha vida, o homem com quem sempre sonhei acordada. Não sei, eu não consigo ver o Taylor Lautner ator, obvio que estou o conhecendo realmente agora, mas é como se eu o conhecesse profundamente, como pessoa. Ele é tímido, gentil, uma pessoa maravilhosa, mas sabe ser um predador quando quer. Ele é objetivo e quando quer algo faz o impossível para conseguir, não importando as consequências.


Sei que isso o frustra às vezes, mas ele não é de desistir das coisas assim tão facilmente. E foi nesses devaneios que ele me puxou para seu colo e começou a me encher de beijos.



_ Você fica tão linda pensativa... No que está pensando? –Ele disse dando um beijo na ponta do meu nariz me fazendo sorrir mais.

_ No quanto eu sou sortuda por estar com um homem tão especial...

_ Eu é que sou o sortudo. –Ele disse sorrindo bobamente. – Por ter conhecido a mulher que roubou meu coração... Minha alma...

_ Você sabe que não sou perfeita não é?

_ Pra mim você é perfeita... É tudo o que sonhei pra mim, acredite. Nunca tenha medo de viver o momento. Seja sempre essa pessoa incrível... Foi por ser essa garota simples, gentil, carinhosa que me apaixonei. Você consegue me fazer apaixonar cada vez mais todos os dias.


Serio, ouvir isso de Taylor começou a mexer comigo, ele é tão intenso que às vezes me assusta. Quero tanto viver livremente o que está acontecendo entre nós, mas tenho medo de me iludir novamente. Medo de que no fim eu acorde e veja que tudo não passou de um lindo sonho.


_ No que está pensando amor...? – Ele disse ficando serio.

_ Não é nada. – Eu disse desviando o olhar.

_ Não minta pra mim... Mesmo te conhecendo a pouco tempo eu posso dizer que te conheço e posso garantir que tem haver comigo. Eu disse alguma coisa errada?

_ Claro que não...! –Eu disse tentando forçar um sorriso. – É que tudo o que estamos vivendo... É novo pra mim. – Eu disse baixando o olhar. - Tenho medo...


_ Medo de que? – Ele disse parecendo preocupado.

_ Tenho medo de que no fim você veja que não sou tudo isso que você pensa de mim... Eu sou tão sem sal... Realmente não sei o que você viu em mim.

_ Meu Deus, Dany! Você não vê a garota maravilhosa que você é? Você é linda tanto por dentro quanto por fora. Não sei o que ouve pra você pensar o contrário de você mesma, mas não deixe que isso te afete dessa forma. Você faz uma comparação com as mulheres ao meu redor que chega a ser surreal. Todo o glamour que você vê é mentira, nada que uma roupa de grife e uma ótima maquiagem não resolva. Acredite, essas mulheres não são essas deusas que vocês idealizam.

_ Eu sei, mas tenho medo do que as pessoas possam dizer quando descobrirem que estamos juntos, não quero atrapalhar a sua vida.

_ Você não me atrapalha em nada. E vai se preparando porque as gravações já acabaram, assim que tudo ficar pronto pra estreia, quero você ao meu lado, quero poder mostrar ao mundo a mulher que roubou a minha sanidade. – Ele disse me enchendo de beijos.


Nisso a campainha tocou, enquanto ele pagava o rapaz eu peguei as sacolas e fui levando para a cozinha. Não demorou muito para que ele retornasse e terminasse de me ajudar com as coisas. Enquanto comíamos ficamos conversando banalidades até que ele me pega de surpresa.



_ Você tem algo importante amanhã?

_ Não, amanhã não terá treino também, porque?

_ Ligue pra sua mãe... Diga que você vai ficar comigo hoje. Quero te levar a um lugar mais tarde.

_ Mas eu nem tenho roupa aqui!

_ Podemos passar no shopping e compramos alguma coisa.


Sem ter como dizer não acabei aceitando o seu convite e logo fui ligar pra minha mãe e avisar de que hoje eu não iria pra casa.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA