14 março 2017

Fanfiction: A viagem - Capítulo 28

~ Pov de Karyn ~

Sem perder tempo fomos direto para a sala do reitor, já que as coisas da Hellen estavam comigo. Mas o que será que aconteceu pra essas duas estarem encrencadas? Dava pra ver que Dany pensava o mesmo que eu, claro que eu e Hellen sabemos quem é Nathaly na verdade, mas eu conheço a amiga que tenho e sei que ela não faria nada idiota contra essa garota. Não entendo como ela consegue se safar ilesa das confusões que arma.


Assim que chegamos no corredor da sala do reitor já podemos ouvir os gritos das duas e parecia que a coisa estava feia. Havia algumas pessoas paradas ouvindo a conversa, mas assim que chegamos elas foram se dispersando.

Logo fomos nos sentar para esperar por elas e eu confesso que estava me rasgando por dentro de curiosidade.


~ Pov de Nathaly ~

_ Eu juro que não fiz nada! Essa garota que é louca! Ela tem inveja de mim e tenta me atacar de todas as formas possíveis!

_ Larga de ser descarada garota! Você acha mesmo que eu teria inveja de alguém como você? Você não é nada comparada a mim! Não digo isso em questão financeira ou sobrenome... E sim porque eu jamais me rebaixaria pra querer me parecer com uma cobra como você que faz de tudo pra se aparecer e não se importando com os sentimentos dos outros.

_ Já chega as duas! –Disse o senhor Mitchell nervoso. – Já que nenhuma das duas querem me contar o que aconteceu eu vou suspender as duas por uma semana!

_ E o meu treino? Não será afeitado não é?

_ Esse afastamento inclui o treino sim senhorita.

_ Mas a competição é daqui a duas semanas e estamos treinando pesado pra isso!

_ Pensasse nisso antes de brigar com a sua colega.

_ Não acredito que isso está acontecendo comigo! –Hellen disse colocando a mão no rosto, parecendo derrotada.

Logo o senhor Mitchell pegou o livro e nos fez assinar. Depois de mais alguns sermões finalmente saímos de sua sala e logo dei de cara com as duas patetas da faculdade Karyn e Dany.

_ Nossa amiga, o que ouve? – Karyn disse com sua voz irritante.

_ Não aguentei e tive que ir até o galinheiro. –Hellen disse me olhando com desdém.

_ Olha quem fala... A líder do galinheiro. –Eu disse para provocar.

_ Hey presta a atenção no que você fala. –Disse Dany irritada, serio isso?

_ Quer saber... Pra mim já deu... Necessito ficar longe disso tudo e uma semana será ótimo. –Eu disse saindo sem dar atenção pra mais ninguém.

_ Nathaly? –Dany disse confusa.

_ Agora não Dany... Depois conversamos e não acredite em tudo o que essa garota te contar não.

Sem perder tempo fui direto pro meu armário, deixei minhas coisas e peguei apenas minha bolsa e saí, eu precisava sair o mais rápido daqui.


~ Pov de Hellen ~

Eu estava completamente possuída quando saí da sala do senhor Mitchell, mais uma vez essa cobra saiu ganhando, mas é óbvio que eu não vou deixar barato, essa garota vai se arrepender de ter mexido comigo. Eu estava indo até meu carro com Karyn atrás de mim tagarelando feito doida, eu sei que ela está preocupada, mas no momento tenho problemas maiores para resolver.

Assim que cheguei a meu carro, o destravei e logo joguei minhas coisas de qualquer jeito no banco e me virei para Karyn.

_ Amiga respira por favor. –Eu disse pegando em seu rosto. – Isso... Agora eu não estou podendo responder nenhuma de suas perguntas. Volte pra sala, você ainda tem aula.

_ Mas Hellen! –Ela protestou.

_ Tudo ao seu tempo. Preciso resolver algumas coisas, porque você conhece o meu pai e sabe que ele vai fazer um escândalo quando souber que fui suspensa por uma semana. Quero que você e a Dany fiquem a frente de tudo por mim ok, esse trágico episódio não vai afetar em nada o nosso treino, eu te garanto. Depois conversamos e eu te conto tudo ok, prometo, mas agora volte.

Sem dizer mais nada Karyn simplesmente voltou para a faculdade com uma carinha preocupada, mas eu precisava fazer algo o mais rápido possível. Logo entrei em meu carro e fui direto para o escritório do meu pai, eu tinha que livrar a minha barra com ele, antes de tomar qualquer atitude.

~ Pov de Dany ~

Eu ainda estava atordoada com tudo o que aconteceu quando Henrique e Leo se aproximam de mim.

_ Nossa ficamos sabendo da briga. – Leo disse eufórico. – Quem ganhou?

_ Oi pra você também. - Eu disse revirando os olhos. – E depois dizem que nós mulheres é que somos fofoqueiras. – Eu disse logo saindo dali, mas eles vieram atrás.

_ Serio, o que ouve? – Henrique disse segurando meu braço e me fazendo parar.

_ Também não sei. Eu estava na lanchonete quando me avisaram da briga. Quando chegamos na sala do reitor elas não haviam saído de lá e quando saiu foi cada um pra um canto.

_ Mas alguém foi expulso? – Leo disse curioso.

_ Não, elas pegaram uma semana. Deve ter sido algo bem cabeludo porque a Nathy não quis papo comigo e digamos que até me ofendeu.

_ Aí ferrou. – Leo disse olhando serio para Henrique.

_ Estou perdendo alguma coisa?

_ Precisamos ir. – Leo disse puxando Henrique pelo braço. – Até mais tarde.

Logo os dois saíram me deixando com cara de idiota no meio do corredor. Sem perder tempo fui direto para a quadra esperar o sinal bater para a próxima aula.

~ Leo ~

_ O que foi que eu disse? Essa garota está aprontando alguma coisa. Minha irmã sabe o que está rolando.

_ Não é mais fácil chegarmos nela e perguntar?

_ Já tentei, a única coisa que consegui foi um belo castigo da minha mãe, sem contar que ela está esperando o meu pai chegar de viagem pra ter uma conversa definitiva com ele e confesso que estou com medo.

_ Porque? Seu velho é tão mala assim?

_ A doida da Karyn deu a entender pra nossa mãe que eu sou o valentão que gosto de amedrontar mulheres... O que você acha disso? Caso você não se lembre, meus pais se separam pelo mesmo motivo, a diferença é que meu pai é valentão mesmo, esqueceu das porradas que ele dava na minha mãe quando éramos crianças? Ela tem medo que eu seja igual a ele.

_ Mas sabemos que você não é assim.

_ Eu já nem sei mais cara. –Eu disse parando de repente. – Eu fui pra cima da Karyn... Se ela não tivesse gritado pela minha mãe nem sei o que faria com ela.

_ Para com isso Leo! – Henrique disse segurando meus ombros. – Tira essas ideias da cabeça, você não é assim. EU te conheço bem pra lhe garantir isso. Somos amigos desde o jardim da infância e sei que você não é esse bad boy que você está dizendo ok. Vamos, temos muito o que fazer ainda.

Sem dizer mais nada o acompanhei até a sala. Eu realmente estava com medo de ser como o meu pai, sei bem o que nós passamos quando éramos crianças e não quero que isso se repita novamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA