04 julho 2017

Fanfiction: Believe - Capítulo 55





***Jenny POV ***

Estava em casa com Danny pensando em tudo que tínhamos que fazer durante a semana. Seria bem corrido, mas eu continuaria em LA por um tempo, só depois as viagens iriam começar a surgir. Mais um álbum para lançar, casamento, enfim, minha vida estava agitada como sempre.

Tarik ligou para Danny assim que chegou do hotel, então não liguei para Taylor. Ultimamente estávamos assim, eu não ligava, ele não ligava, mas sabíamos que logo íamos nos ver, então estava tranquila…

De repente, ouvi o celular de Taylor apitar. Era uma mensagem.

“OBRIGADA PELO BANHO. ESTAVA QUENTINHO ;) MA”


Sabe quando você lê uma coisa e lê de novo para ver se não está ficando louca? Pois é… eu sentia tanta raiva que nem chorar eu conseguia.

Danny entrou no quarto e viu minha cara de espanto com o celular na mão. Eu disfarcei porque estava cansada de não resolver meus problemas sozinha.

- Ai, eu esqueci de desligar o celular do Taylor como ele pediu, só isso - respondi a pergunta de Danny sobre a minha cara.

Fiquei tão em choque que fui ao banheiro para respirar e era o único lugar que poderia fechar a porta sem que Danny percebesse meu desespero.
        
         Lavei as mãos e o rosto para raciocinar. Taylor estava me traindo, isso era óbvio. Há semanas que ele está diferente, começou a receber mensagens da Marie e agora isso? Esse tipo de mensagem?

         Comecei a pensar em tudo que já tínhamos vivido. Quase 3 anos… e por que ele tinha feito isso? Por que não termina comigo de uma vez ao invés de ser covarde o suficiente para fazer isso? Por que deixar os preparativos do casamento rolar?

         Eu sentia tanta raiva que meu coração doía. A diferença é que eu não era a Jenny de sempre. Respirei fundo e saí do banheiro como se nada tivesse acontecido. Peguei o meu celular e disquei um número bem conhecido:

- Zayn? – Danny rapidamente me olhou sem entender.

- Oi, tudo bem e você? – continuei.

- Então, aquele convite que você me fez está de pé? Porque queria muito conhecer esse novo restaurante… - Danny continuava me olhando incrédula.

- Ok, então você passa aqui? - Tá bom! Beijo!

Zayn me ligou dois dias antes para dizer que estava com saudades e pedir desculpas pelo sumiço. Ele estava em LA e queria me encontrar para falar sobre o término do noivado etc. Desliguei o telefone e Danny imediatamente:

- O que foi isso? – ela perguntou

- O que? – respondi indiferente

- Jenny, pelo amor de Deus, você liga pro seu amigo que estava noivo e sumiu e de repente marca um jantar. E você está noiva - ela me olhava com cara de interrogação.

- Sim, o que é que tem? Zayn nem está mais noivo - eu disse ainda sem explicar muito.

- Danny, por favor, não quero ficar dando explicações agora, ok? Não hoje - eu continuei.

         Danny me conhecia muito bem. Sabia que algo estava errado, mas respeitou meu espaço. Foi então que ao ir a cozinha pegar uma água, meu telefone tocou. Era Taylor. Na hora pensei: ué, ele não está transando com a Marie a essa hora?

         Suspirei e atendi. Totalmente indiferente, mas não ia falar nada por telefone. Ele não disse que nós mulheres esperamos a hora errada para falar as coisas? Pois é, eu não falaria nada… minha próxima ação era esperar ele chegar, para falarmos pessoalmente e eu colocar um fim no noivado.

         No telefone, ele veio com uma conversinha de que estava com saudade. Se eu conheço mesmo os homens, ele se arrependeu do banho com a oferecida e me ligou. Não cairia nessa de novo. Não a essa altura do campeonato. Se estamos noivos ele faz isso, imagina casados? Tô fora.


***

        
Dois dias depois, a noite, eu estava linda e maravilhosa para o jantar com meu velho amigo. Claro que não tinha segundas intenções, mas na minha cabeça eu já era solteira.

         Zayn passou em minha casa. Estava bonito como sempre. Na hora em que o vi lembrei dos nossos momentos juntos. Deu um pouco de vergonha. Ele me olhou de cima a baixo e eu corei.

         Seguimos para o restaurante. Era muito aconchegante e romântico. Havia música e na hora que chegamos tocava “Breakaway” da Donna Summer. Essa música é antiga. Minha mãe ouvia muito. Gostei do clima, mas estava triste por dentro. Queria estar em um jantar com Taylor, sem que nada disso estivesse acontecendo, mas bola para frente! Ele quis assim! Ele que arruinou tudo!

         Depois do jantar, já tínhamos percebido a presença de muitos paparazzi fora do restaurante. Já comecei a ficar nervosa, mas quer saber? Seria uma ótima oportunidade de Taylor perceber a burrada que fez. Zayn ainda pediu para sairmos por trás, mas eu não quis. Queria ser fotografada com ele.

         Quase fiquei cega de tantos flashes. Entramos correndo no carro e os paparazzi olhavam satisfeitos com o que conseguiram. Foi então que comecei a chorar. Estava lá, exposta, com outro cara, fazendo a alegria dos sanguessugas da mídia.

         Zayn não entendia nada e eu prometi que explicaria quando chegássemos em casa. Sentamos no sofá e eu comecei a vomitar todas as palavras e tudo o que estava acontecendo ultimamente. Zayn começou a defender Taylor, mas assim que mostrei a mensagem ele ficou quieto. Não tinha mais o que ser provado.

         Zayn foi embora e fiquei sozinha pensando em tudo. Como eu estava triste.



***


         No dia seguinte acordei tarde. Mas já acordei com o celular gritando. No visor: Taylor L.

Demorei para atender, mas atendi.

- Alô, Jenny? – ele falava nervoso.

É claro que eu já sabia por que ele ligava.

- Sim, sou eu, quem mais seria? – respondi sendo sarcástica.

- Não sei, porque minha noiva você não é mais - ele disse ríspido.

Respirei fundo e meus olhos já lacrimejaram.

- Ah não sou? Okay, só acho que você deveria ter terminado comigo antes - eu disse e ele parecia não entender.

- O que? Não entendi, mas o que importa é que liguei para saber que palhaçada é essa de restaurante, de fotos, de estar solteira? Você tem noção do que a nossa família deve estar pensando agora? – ele falava nervoso e rapidamente.

- Ah, você está preocupado com a sua família agora? Deveria ter pensando nisso quando me traiu com aquela imbecil - eu disse ainda mais alterada.

- O quê? Como assim traiu? Está louca? – ele perguntou.

- Taylor, não vou falar com você por telefone, ok? Quando você chegar aqui vamos decidir o que faremos com o dinheiro que já gastamos com os preparativos do casamento e dividir as despesas do cancelamento. Prometo que você estará livre para ela - eu disse pausadamente.

- Como assim livre? Jenny, não estou - ele dizia e eu desligava
Não queria ouvir mais nada. Na mesma hora liguei para Danny e pedi para ela providenciar o cancelamento do casamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA