18 agosto 2017

Fanfiction: Amor no Caribe - Capítulo 7






Fiquei olhando Taylor sair do quarto. Além de lindo, espalhava perfume pelo quarto todo. O que me deixou ainda mais nervosa. 

Alice rapidamente entrou no quarto e fechou a porta. Estava com uma cara tão boa! Uma cara que eu não via na minha irmã há muito tempo.

-  E ai? – ela perguntou

-  Como assim? Eu que pergunto! Você me deixou sozinha com ele – reclamei

-  Ah, você gostou que eu sei – provocou

- Gostei? Tá louca, ele é uma pessoa famosa. Fiquei super deslocada – admiti.

- Julie, o lobinho é uma pessoa normal. Para de agir assim com ele, você fica falando que ele é uma celebridade e blá, blá, blá! Para com esse discurso. 

- Você mal chegou e já está brigando comigo - falei séria

- Desculpe… mas e ai? Rolou? – perguntou maliciosa

- Não rolou nada, Alice. Obvio que não, olha para mim – falei cabisbaixa

- Como assim “olha para mim”? Teddy me disse que o lobinho achou você muito bonita.

- Ele disse isso? Duvido.

- Podemos confirmar amanhã se você quiser.

- Cala a boca, claro que não.

- Bom, mas ficaram só conversando? Como ele é lerdo, diferente do assistente dele - disse rindo

- Alice, para de perguntar de mim, eu quero saber de você.

- Não é óbvio?

- Claro que é.

- Então, e foi ótimo.

- Pela sua cara, foi bom mesmo.

- E você? Que cara é essa, Julie?

- Nada, sei lá. Vou ter que dividir você nas férias e isso não é legal, quer dizer, eu não contava com isso.

- Ah… - Alice veio em minha direção e me abraçou

- Tudo bem, desde que você esteja feliz - falei

- Julie, fica com o lobinho - Alice falou ainda me abraçando

- Para com isso! Eu não vou ficar com ele.

- Por quê?

- Porque ele não quer 

- Quem disse?

- Alice, ele ficou comigo a noite inteira e nada. Se quisesse teria tentado algo

- Vai ver que ele é lerdo

- Ele é lindo, inteligente, charmoso, cheiroso… o que ele ia querer comigo?

- Mas o Teddy disse que…

- Teddy disse o que disse para ser gentil com você e comigo.

- Ele não precisaría mentir, Julie.

- Tá, ok. Vamos dormir? Amanhã temos que aproveitar a praia bem cedo.

Quem disse que eu conseguia dormir? Fiquei pensando no que eu disse. Ele não tentou nada! Nem um beijo, nem pegar na minha mão, nada. É óbvio que ele não ia querer nada com alguém tão comum como eu. Eu não pertencia ao mundo dele, isso era fato. E por algum motivo isso me incomodava.


***


Acordamos bem cedo no dia seguinte. Coloquei meu melhor biquíni depois que eu vi que Alice combinava com Teddy um lugar na praia para nos encontrarmos. 

- Wow! Você está gata com esse biquíni – dizia Alice

- E você está deslumbrante, como sempre - falei

- Julie, estou sentindo você triste.

- Não estou triste! De verdade! – menti

O fato de Taylor não ter tentado nada me incomodava.

- Ontem foi só o primeiro dia, hoje ele vai te agarrar – piscou Alice

Revirei os olhos e peguei minha bolsa. Chegamos na praia e logo avistamos os dois. Alice e Teddy já se cumprimentaram com um selinho, enquanto eu e Taylor dissemos um “Oi” a distancia.

Depois de um tempo conversando na areia, Teddy e Alice resolvem ir para o mar. “Minha irmã odeia tomar banho de mar”, pensei e sorri discretamente. Eu estava louca para dar um mergulho. Estava tão quente, mas a vergonha de tirar a roupa e ficar só de biquíni era maior.

- Quer dar um mergulho? – Taylor perguntou

- Ahm… agora não! Mas se quiser ir - respondi

- Tudo bem, eu vou depois.


Teddy e Alice voltam do mar e eu já não aguentava mais de calor.


- Quer ir agora? – perguntei a Taylor

- Ahm, não, eu vou depois.


Ai Deus! Eu ia ter que tirar a roupa e ir. Respirei fundo e tirei a saída de banho tão rápido que quando eu pisquei já estava no mar.


“Ele viu minha bunda e minhas celulites! Ele viu! Ah Deus, ele viu!”. Pensei em voz alta.


- O que? – escutei a voz atrás de mim

Era ele!

- Que? – perguntei assustada

- Ouvi você dizer algo…. Wow, que água fria! – ele disse entrando ainda mais no mar e se aproximando de mim

- Eu não estava dizendo nada - menti


Comecei a ficar nervosa porque ver ele só de bermuda me deixava sem ar.


- Teddy e Alice disseram que vão jantar hoje em um restaurante italiano que tem aqui… - ele disse

- Ah é? Eu amo comida italiana.

- Eu também, mas estava pensando em deixa-los sozinhos. Você se incomoda?


E eu de novo sozinha com ele? Pensei.


- Claro que não - respondi rápido

- Eles estão se dando muito bem e... - ele ia continuar, mas eu interrompi

- Ah tudo bem, eu concordo - completei

- Bom, e nós podemos jantar em algum outro restaurante.


Ele estava me chamando para jantar?


- Pode ser.

- Sei que aqui tem um restaurante mexicano.

- Ah ótimo, eu adoro comida mexicana.

- Sério? É uma das minhas favoritas – ele disse sorrindo

- Sério.


Ele me olhava como se fosse me atacar e eu juro que isso era o que eu mais queria que acontecesse.



*** POV Alice***



Enquanto Taylor e Julie estavam no mar, resolvi saber mais quais eram as intenções do lobinho com a minha irmã.

- Posso fazer uma pergunta bem direta? – falei

- Pode.

- O seu amigo está a fim da minha irmã ou não? Porque ficar com ela a noite toda e não rola  nem um beijo! – falei indignada

- Bom, essa coisa de ser rápido é só comigo - se gabou

- Ah que bom! Eu prefiro assim… - confessei

- Ele vai me matar se eu disser

- Ah não, agora que você começou pode falar.

- Ele tem um rolo em Los Angeles.

- Ah! Claro! Tem outra mulher na história… eu só espero que ele não fique iludindo a minha irmã, apesar dela ser bem pé no chão.

- Mas é aí que está! Ele está muito a fim da sua irmã, bom, pelo menos foi o que ele me disse ontem quando fomos para o nosso quarto.

- Está a fim? Então! Já devia ter feito alguma coisa.

- É, mas ele está confuso com esse “rolo” que ele deixou lá, mas eu disse para ele que esse “rolo”não é nada sério. Ele não pode ficar preso a isso.

- Eu gostaria de dizer isso a minha irmã então, porque se ele ficar com ela, a Julie tem que saber que ele tem um rolo, para não se magoar depois!

- Eu sugiro não dizer nada. Primeiro porque ele não pode imaginar que eu estou te falando isso e segundo porque neste exato momento, ali no mar, ele deve estar chamando a sua irmã para jantar…

Olhei imediatamente para o mar e olhei de novo para Teddy.

- Ah é?

- Ele que teve a ideia, antes de vir para cá.

- Hum, até que o lobinho não é tão lerdo assim.

- Pois é, e eu preciso combinar com você logo.

- Combinar o quê?

- Ele vai dizer a ela que eu e você queremos jantar sozinhos e vai convida-la para jantar, então, se ela disser algo ou perguntar confirme tudo, ok? Por favor.

- Nossa, vocês homens não perdem mesmo tempo.

- Ele que pensou em tudo, eu disse a você que ele está a fim dela.

- E depois? Vamos jantar e...?

- Se eu puder ficar no seu quarto, agradeço… acho que hoje é a vez dele de ter um momento a sós com… - ele ia continuar e eu o interrompi

- Olha aqui Teddy, se ele magoar a minha irmã eu não respondo por mim! Eu falo com o Just Jared e mando postar uma matéria bem mal educada sobre ele! 

Ele gargalha.

- Calma! Ele não vai magoar ninguém, ele sabe o que está fazendo.

- Espero.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA