08 agosto 2017

Fanfiction: Believe - Capítulo 60







Eu quase desmaiei quando li a mensagem e nesse momento me coloquei no lugar de Taylor quando recebia mensagens da louca da Marie. Será que ele agiria como eu agi ou me entenderia?



Preferi me preocupar com isso depois e mostrei a mensagem a Danny.



- Jenny, não tem nada demais na mensagem.

- Ah, e você acredita em papai Noel ainda? Danny, pelo amor de Deus.

- Você está fazendo tempestade em copo d’água.

- Okay, então é você quem vai explicar ao Taylor se esse cara começar a ficar no meu pé!

- Eu explico sim. E outra, você é convencida, hein! Achando que o Jake já está no seu pé.



Saí bufando de onde estava para não brigar com Danny. Eu tinha certeza que isso ia acontecer e não é porque eu me acho, é porque eu sei que o Jake é mulherengo, eu e metade do mundo.



Taylor continuava me cobrando sobre os atores do filme. Eu disfarçava e ele achava estranho eu ainda não ter certeza porque eu já tinha ido em algumas reuniões. Quem eu queria enganar? Ele é ator! Sabe como funcionam essas coisas. Eu só queria ter mais uns dias de paz antes de começar as gravações.





*** Taylor POV ***





- Tarik, estou achando a Jenny estranha.

- Como assim estranha? Cara vocês acabaram de se entender não arranja mais problemas.

- Eu sei! Mas ela não me fala quem serão os atores do filme, ela está me escondendo alguma coisa.

- Taylor, você já sabe que ela vai ter que beijar o cara. É isso que se faz nas comédias românticas e você sabe bem disso.

- Não precisa me lembrar! Eu sei bem, mas queria saber quem é.

- É melhor ficar sem saber, sem assistir o filme, para o seu bem ou você acha que ela vai assistir Tracers também? Claro que não, né. Ver você se pegando com a Marie não vai ser legal.

- É, ela não vai assistir, mas ela sabe tudo sobre o filme e eu quero saber do dela também.

Quando eu e Tarik terminamos nossa conversa peguei o celular e liguei:

- Oi amor, tudo bem? – eu disse.

- Oi, Tay.

- Parece que está com pressa, tudo bem?

- Sim, é que vou entrar em uma reunião agora! Posso te ligar mais tarde?

- Pode! É sobre o filme essa reunião?

- Sim! Tay, preciso desligar.



E ela desligou. Bom, esperei ansiosamente para saber mais sobre o filme e com quem ela atuaria. Sim, pode parecer ciúme bobo, mas eu mais do que ninguém conhecia essa indústria que muitas vezes era ingrata. Além disso, muitos casais se desfazem muito rápido, justamente por se apaixonarem em cena. Eu era suspeito para falar isso, mas já estava acostumado, ela não.



***



Dois dias se passaram e Jenny não me ligou. Eu também não liguei para não atrapalhar, pois eu sabia que o trabalho dela tinha duplicado. Ela fazia muitas campanhas publicitárias e ainda continuava a trabalhar no novo álbum. Que mulher que eu tinha ao meu lado. Admirável em todos os sentidos. Eu tinha muito orgulho.



Estava tranquilo, mas essa tranquilidade acabou em alguns minutos:



- Taylor! – Tarik me chamou



- Oi estou aqui! - Estava em uma sala de reunião.



- Você viu as noticias de hoje? – ele perguntou.



- Não, o que tem?



- Novidades sobre o filme da Jenny!



Eu estremeci. Pela cara do Tarik eu não ia gostar.



“JAKE GYLLENHAAL INICIARÁ AS FILMAGENS DE SUA MAIS NOVA COMÉDIA ROMANTICA “LOVE YOU” E VAI CONTRACENAR COM NINGUÉM MENOS QUE JENNY MCCALISTER. SERÁ O PRIMEIRO PAPEL DE JENNY NOS CINEMAS E ESTÃO TODOS EMPOLGADOS COM SUA ESTRÉIA:

ESTOU SUPER FELIZ COM ESSE PAPEL. SEMPRE SONHEI EM SER UMA ARTISTA COMPLETA, ESSE É O MOMENTO.

QUANDO PERGUNTARAM SOBRE O CASAMENTO COM O ATOR TAYLOR LAUTNER ELA RESPONDEU:

ESTAMOS MUITO FELIZES, MAS HÁ MUITA COISA PARA FAZER. CASAR DÁ MUITO TRABALHO.

JAKE GYLLENHAAL RASGOU ELOGIOS À PARCEIRA DE CENA:

JENNY É LINDA E COM CERTEZA TALENTOSA. SERÁ UM PARAZER TRABALHAR COM ELA E ENSINAR O QUE SEI COMO ATOR.

MUITOS FÃS QUE ESTAVAM NA COLETIVA DE IMPRENSA PERGUNTARAM A JENNY SE TAYLOR ERA CIUMENTO:

ELE TEM CIÚMES COMO QUALQUER PESSOA…

JÁ JAKE ARRANCOU RISADAS QUANDO DISSE:

CIÚME É SAUDÁVEL, MAS ACHO MELHOR ELE SE CUIDAR!”


Eu li umas cinco vezes a matéria só para ter certeza do que lia. Tarik esperava uma reação:



- O que foi Tarik?



- Nada! E ai?



- E ai? Ele é um idiota!



- E?

- E o que?

- Você não lembra que ele é o cara que a Jenny dizia que era bonito?? Lembra? Ela falou isso algumas vezes!

Lembrei! Tinha esquecido desse episódio, mas lembrei! Eu não acredito que com tantos homens no mundo, ela tinha que fazer o filme justo comesse cara. É por isso que ela estava me evitando!Evitava falar quem eram os atores!Será que ela ficou balançada? O cara é boa pinta e ela já admitiu isso varias vezes…



- Tá, estou perdido é isso? – eu disse.

- Claro que não! Se liga cara! Você tem que confiar nela, mas fica de olho, o cara é o maior garanhão, isso todo mundo sabe…

- É eu já sabia dessa fama dele… puta merda! Porque isso agora?

- É difícil, mas é o sonho dela, você tem que apoiar, afinal, em alguns meses vocês serão marido e mulher!

Continuei olhando para a matéria e para a foto dela na coletiva de imprensa... linda! Isso era o que me confortava. Ela era só minha e em breve seria a Sra. Lautner.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA