18 outubro 2017

Fanfiction: Diário de Uma Paixão - Capítulo 69









*** Carol POV ***



Eu tentava seguir a minha vida. De volta ao trabalho e à minha monótona rotina. Eu me sentia sozinha, mais do que nunca. O mais difícil foi contar aos meus pais. Meu pai ficou super desconfiado, mas respeitou. Minha mãe também, mas entendeu. Eu deveria ser atriz também, pois acho que fui super convincente ao dizer a eles que eu não gostava mais de Taylor e que ele era menino demais para mim. Além disso, eu disse que precisava me dedicar a carreira. Bom, quem dera tudo isso fosse verdade, ia ser menos doloroso.

Semanas se passaram e eu não tive nenhuma noticia dele. Eu não queria saber de nada. Não acessava mais a internet, não queria ver as noticias. Eu sabia que se abrisse a página de fofocas encontraria uma foto dele com a tal produtora que o “roubou” de mim. Eu morria de curiosidade para saber como ela era, mas ao mesmo tempo eu morreria se visse alguma coisa a respeito dos dois. Eu queria evitar mais dor.

11 outubro 2017

Fanfiction: Diário de Uma Paixão - Capítulo 68







*** Carol POV ***


Fui do hotel até o aeroporto chorando. Tarik dizia que eu precisava ser forte, pelo menos até chegar em casa, porque se algum paparazzi me visse chorando seria um prato cheio para a mídia.

Respirei fundo e passei maquiagem de novo. Tentei ficar normal e sorrir, para disfarçar a minha dor. Depois de algumas horas de voo, chegamos em LA. Rose insistiu muito para ficar comigo em sua casa, mas eu realmente não queria a companhia de ninguém. Eu queria ficar sozinha e chorar a vontade.

Assim que cheguei em casa, larguei a minha pequena mala no chão e no chão eu também fiquei. Chorei como nunca havia chorado antes. Porque eu o amava desse jeito? Porque eu tinha me apaixonado por ele? Porque eu lhe dei uma chance? Eu nunca, nunca deveria tê-lo beijado naquele bar… que ódio!

04 outubro 2017

Fanfiction: Diário de Uma Paixão - Capítulo 67






*** Carol POV ***



Saí do banheiro depois de um longo tempo. Passei maquiagem pra disfarçar os olhos inchados de tanto chorar. Assim que saí do banheiro percebi que Tarik estava do lardo de fora do quarto e falava com alguém. Rose estava com a cara fechada e na hora imaginei com quem ele estava conversando. Ouvi a voz de Taylor, o que fez automaticamente o meu estômago revirar.

Eu sempre fui contra mulheres que aceitam, de alguma forma, uma traição… mas hoje na pele de uma dessas mulheres eu percebi o quão é difícil. Eu continuava perdidamente apaixonada por ele. A voz dele me fazia tremer e a sua presença me perturbava. Eu o amava, mas eu precisava lidar com a ausência dele para sempre. Eu nunca fui de guardar mágoa de ninguém, mas eu jamais o perdoaria.

Rose me olhou e tentou sorrir. Guardei minhas coisas na mala e coloquei meu sapato.

-Você está linda, como sempre - ela disse e eu também tentei sorrir.

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA