02 janeiro 2018

Fanfiction: Believe - Capítulo 64




Eu passei muito mal durante todo o final de semana. Taylor dizia que eu precisava ir ao médico e que o estresse ainda ia me matar. Ele colocava a culpa no filme, claro, toda a raiva ele descontava no filme e no pobre do Jake que nem tentava mais marcar nada comigo de tão mal humorada que eu estava ultimamente. Sim, Jake Gyllenhaal dava em cima de mim descaradamente, mas eu dava tanta patada que um dia ele parou. Ah, eu já tinha passado dessa fase, eu era quase uma mulher casada, por favor.

Na semana que chegou prometi a Taylor e Danny que chamaria novamente o Dr. Woo para uma avaliação clínica.

-O que sente, Jenny? – Dr. Woo perguntou.
-Cansaço, enjoo, dor de cabeça e sono – respondi.
-Como está sua vida sexual?
-Hum… ativa? – ainda bem que eu estava sozinha com ele.
-E você se previne corretamente, certo?
-Claro! Todos os dias eu tomo a pílula, é a única coisa que eu não esqueço.
-Ok… então vamos observar. No geral isso me parece muito um quadro de estresse, mas ainda está leve, ou seja, faça de tudo para esse quadro não evoluir. Faça mais exercício físico, yoga, algo para relaxar, ok?
-Ok, Dr.
-Nos vemos antes do casamento, então?
-Claro. Obrigada.

Bom, eu sabia que não tinha nada e que era apenas cansaço. Na mesma semana comecei a fazer yoga, porque academia me estressava ainda mais. Eu só filmaria mais uma semana e pronto. Menos coisas para me dedicar. De qualquer forma, o filme estava lindo e eu sentia orgulho de mim.

Taylor estava a mil por hora também… ele dava muitas entrevistas sobre o casamento e ele era o mais perseguido pela mídia. Toda semana era uma capa de revista diferente, e a mais engraçada foi:

“LOBO DE CREPÚSCULO CRESCE E SE CASA EM MAIO EM SANTA MÔNICA”


Nós riamos muito com todas as noticias e isso ajudava a relaxar. Meus pais estavam loucos. Minha mãe chorava sempre que falava comigo e disse que ia a minha despedida de solteira, vê se pode? Danny estava organizando a despedida em uma balada de Los Angeles, claro que o local seria fechado para o evento, mas eu só estava mais preocupada com o grande dia mesmo.

-10 de Maio, isso. 10 de Maio, na casa dos pais do Taylor, isso mesmo. Depois você me liga porque a ligação está ruim.



Eu falava com meu cabelereiro todos os dias. Ele estava nervoso por causa da prova do penteado, e sempre esquecia a data do casamento. Nossa! Quantos detalhes. Se não fosse a Constance e a Danny eu estaria perdida.



-Jenny, depois vamos fazer o check list de tudo, ok?

Taylor estava realmente ansioso.

-Não é a Danny e Constance que devem que fazer isso, Tay? – eu dizia bufando.
-É, mas nós somos os noivos e eu quero fazer. Depois dá alguma coisa errado, quero só ver – acabo rindo.
-Eu amo o seu jeito preocupado.
-E eu amo o seu jeito atrapalhado - ele disse.
-Atrapalhado?
-É, você está muito esquecida ultimamente, mas eu deixo passar.
-Eu faço mil coisas! Alguma coisa eu vou esquecer, claro… - eu disse rindo.
-Eu sei… bom, vamos lá em casa? Meus pais querem falar com você sobre as roupas - ele disse.
-Vamos, eu preciso mesmo falar com eles.

E lá fomos nós para a casa dos pais dele falar sobre as roupas que eles usariam.

-Daniel, Deborah, tudo bem? – eu disse animada.
-Olá! – eles disseram em coro – Faz tempo que não vemos você, Jenny - completou Deborah.
-Estou trabalhando muito, mas agora vai melhorar. Quero férias! – falei.
-Ah! Por falar em férias, está tudo certo para a lua de mel, Taylor… - dizia Daniel.
-Obrigado, pai… só não fale nada, por favor, porque é surpresa… - Taylor respondeu.
-Nossa, eu acho que todo esse estresse que estou passando é de não saber onde vai ser essa bendita lua de mel - eu disse e todos riram.
-Você vai amar – completou Deborah.
-Onde está Makena? – perguntei.
-Está no quarto - respondeu Daniel.
-Eu vou lá – eu disse e saí pela casa até o quarto de Makena.



***



-Oi! – disse abrindo a porta.
-Jenny! – Makena grita.
-Tudo bem? – falei.
-Sim e você? Como está a noiva mais linda do mundo?
-Ai que exagero! – ri - Estou bem.
-Ansiosa? Porque o meu irmão, nossa… está super diferente. Ele nunca foi assim.
-É, eu estou percebendo… ele participa de todos os detalhes.
-Ai, eu ri muito com a capa da revista dizendo que “o lobo cresceu” – ela disse gargalhando.
-É eu também ri e ele ficou bravo - eu disse.
-Jenny não vejo a hora do grande dia chegar.
-Eu também Makes, eu também…

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA