12 fevereiro 2018

Fanfiction: A Viagem - Capítulo 32



~ Pov de Dany ~



Dando o horário eu finalmente resolvi descer e assim que Taylor me viu, um largo sorriso surgiu em seu rosto. Ele se aproximou, eu podia ver um brilho em seus olhos. Até a ida a um restaurante eu tive que ir escutando seus elogios, o que me deixava envergonhada, pois não sou uma garota que vive ouvindo essas coisas.


Em quinze minutos chegamos a um condomínio fechado, muito bonito. Taylor abaixou o vidro e apenas cumprimentou o porteiro que logo abriu o portão liberando nossa passagem. Mais alguns minutos e chegamos em frente a um portão enorme e ele foi logo entrando, havia alguns carros estacionados mais a frente, ele parou o carro em frente a uma linda mansão e um homem abriu a porta para que eu saísse do carro.


Eu estava maravilhada com o que estava vendo, quando dei por mim Taylor já estava ao meu lado e logo foi me conduzindo para a porta principal.


_ Minha nossa Tay... Que casa linda. Você me trouxe aqui para que exatamente?

_ Um amigo resolveu dar uma festa e achei a melhor ocasião para te apresentar a alguns amigos.

_ O que?! – Eu disse parando de repente totalmente surpresa.

_ Relaxa amor, vai dar tudo certo, eles irão gostar de você.

_ Eu não estou preparada psicologicamente pra isso não! – Eu disse apavorada. – Eu não sei me portar corretamente na frente dos outros, sou estabanada...

_ Fica calmo meu anjo. – Ele disse dando um beijo na minha testa. – Lá dentro tem pessoas como nós, vai correr tudo bem isso eu te garanto.


Sem dizer mais nada fui caminhando com Taylor, mas eu estava nervosa demais. E se desse algum tipo de surto em mim? Meu Deus tenho que me segurar! Já dava pra ouvir o som, parecia bem animado, então logo Taylor nos conduziu pra dentro da casa.


_ Vem, quero te apresentar ao dono da festa! –Ele disse ao meu ouvido por causa do barulho.


Havia um rapaz muito alto de costas para nós, deveria ter o que, uns 3 metros de altura? Ok eu exagerei, mas ele era muito alto, forte e loiro, ele não parava quieto no lugar. Assim que entramos no campo de visão das pessoas com quem ele estava conversando, eles sorriram abertamente e chamaram a atenção do rapaz que virou e assim que ele avistou Taylor, seu sorriso aumentou e ele veio em nossa direção, abraçando Taylor de uma forma desengonçada.


Eu apenas fiquei estática no lugar, eu não tinha reação, pois ali em minha frente estava nada menos que Kellan Lutz. Depois que eles se cumprimentaram, Taylor nos apresentou.



_ Kellan, essa é minha namorada Daniely Rincon... Amor esse é meu grade amigo Kellan Lutz.

_ Que isso irmão, você não disse que sua namorada é tão gata assim!

_ Hey não exagere... Sou normal. – Eu disse totalmente envergonhada.

_ Ah minha nossa! – Ele disse todo empolgado. – E ficou vermelhinha com o meu elogio! Cara você tirou a sorte grande! Encontrou a mulher perfeita! – Ele disse fazendo graça, me deixando mais vermelha ainda.

_ Pare com isso Kellan, ela é tímida e você ainda faz isso é capaz dela sair correndo daqui!



Logo Taylor me apresentou pras outras pessoas e começou a conversar com elas.



_ O Tay me disse que vocês se conheceram no aeroporto.

_ Sim, foi um tanto constrangedor... Acabamos que nos esbarrando e indo ao chão.

_ Ele disse que um anjo tinha caído literalmente em cima dele.

_ E caiu. – Taylor disse nos dando atenção. – E agradeço a Deus todos os dias por ter jogado esse anjo lá de cima especialmente pra mim. – Ele disse me dando um selinho rápido.

_ Da pra ver que vocês estão felizes juntos... Isso é realmente bom... Só espero ser o padrinho dessa união, se não eu te caço até o inferno Lautner! – Ele disse fingindo estar bravo.


Nossa noite foi muito agitada, eu não falava muito, pois a maioria do tempo Taylor só me elogiava. Ele me apresentou a muitas pessoas, muito deles eram atores, diretores e alguns conhecidos deles. Já era tarde quando Taylor disse que iriamos embora. Ele combinou um almoço com Kellan para o dia seguinte e depois de nos despedirmos, finalmente fomos embora.



(...)



Eu estava sentada na beirada da cama mexendo no controle remoto, não tinha nada de bom passando na tv, enquanto que Taylor estava no banheiro terminando seu banho. Assim que chegamos eu fui a primeira a ir pro banheiro, eu estava realmente cansada, eu já estava desistindo de procurar por algo quando me levantei e ao mesmo tempo Taylor sai do banheiro apenas com uma toalha enrolada na cintura.


Misericórdia! Que homem é esse senhor! Se eu estava babando em todo esse material? Imagina!


_ E então? Gostou do pessoal?

_ Sim, eles são divertidos. O Kellan é muito divertido! – Eu disse colocando o controle em cima da mesinha de cabeceira.

_ Eu disse que você iria se dar bem. – Ele disse me abraçando e me dando um beijo calmo.

_ Aí que você se engana... Por dentro eu estava surtando, acredite. – Eu disse me ajeitando em seus braços.

_ Mas você soube disfarçar bem. – Ele disse com um lindo sorriso nos lábios. – Todos falaram da minha linda namorada, da sorte que tive em encontrar alguém tão especial como você...

_ Eu que tive a sorte de conhecer esse homem maravilhoso que você. – Eu disse olhando em seus olhos.

_ Eu te amo tanto sabia... ? – Ele disse colando nossas testas.

_ Eu também te amo seu bobo... – Eu disse lhe dando um selinho rápido. – Você é o primeiro que está despertando um lado meu que eu nem sabia que existia mais... Você está resgatando algo que um dia eu perdi e eu só tenho que te agradecer por isso.

_ Você é única meu amor... E só minha... – Ele disse iniciando um beijo calmo que aos poucos foi se tornando mais intenso.


Lentamente ele me puxou pro seu colo e se sentou, me fazendo sentar em cada lado de seu corpo. Senti suas mãos entrarem por baixo da camiseta que ele havia me dado pra vestir, senti-lo me tocando dessa forma estava me fazendo sentir quente demais. Minha cabeça gritava para parar, mas meu corpo não obedecia, estava sendo mais forte que eu.


Tivemos que interromper aquele momento por falto de ar.


_ Quero que nossa primeira vez seja especial... –Ele disse em um sussurro.

_ Mas já está sendo... Acredite... – Eu disse respirando com dificuldade.

_ Tem certeza? – Eu via a duvida em seu olhar.

_ Sim... – Eu disse um pouco envergonhada.


Ao me ouvir ele apenas sorriu de uma forma doce e reiniciamos de onde paramos. Ele voltou a me beijar da mesma forma intensa. Não demorou muito para que minha camiseta fosse parar em algum canto do quarto. Ele me olhava com desejo e eu não estava diferente. 


Taylor deitou e nos rolou ficando por cima, seus lábios foram descendo por toda a extensão do meu pescoço, me fazendo arrepiar toda. Não demorou muito para que ele se ajeitasse e logo fui o sentindo me invadir, estava doendo um pouco, mas eu queria muito ir até o fim e sem aviso ele foi de uma vez, arrancando um gemido arrastado de mim. Ele ficou um tempo imóvel, talvez para que eu me acostumasse com o seu tamanho e depois começou com os movimentos lentos e precisos, ele parecia querer me torturar.


De início doeu um pouco, mas logo a dor se transformou em um prazer absoluto, ele sabia como me levar a loucura, era como se ele conhecesse cada terminação nervosa do meu corpo me fazendo ver estrelas. Não sei por quanto tempo ficamos nisso, eu ouvia ele gemer de uma forma insana, dizer coisas desconexas e não demorou muito para que eu sentisse um turbilhão de sentimentos explodir dentro de mim, me deixando mole e logo em seguida ele deu a última estocada se desfazendo logo em seguida, deixando seu corpo cair mole em cima de mim, mas sem me machucar com o seu peso.


Nossas respirações estavam descompassadas, eu estava em um conflito interno de dar medo, sentimentos que foram despertados de uma vez e eu não estava sabendo como lidar com eles e Taylor notou meu desespero.


_ Hey pequena... O que foi, não gostou? – Ele disse tirando uma mexa do meu cabelo do meu rosto.

_ G-gostei... – Eu disse com um pouco de dificuldade.

_ Então o que foi? – Ele me olhava de uma forma tão carinhosa.

_ Estou com medo... Medo do que estou sentindo aqui. – Eu disse colocando a mão no peito.

_ Hey amor... Não fique insegura, você é perfeita em todos os sentidos. Não tenha medo de dizer o que esta sentindo e não se preocupe porque se depender de mim eu jamais te magoarei. – Ele disse dando um beijo na ponta do meu nariz, o que me fez sorrir. – É esse lindo sorriso que quero ver sempre no seu rosto... Você não faz ideia do quanto você é linda e só minha! – Ele disse todo convencido.

_ Você é um idiota! – Eu disse rindo mais ainda.

_ Mas sou o SEU idiota. – Ele disse se levantando e me puxando junto. – Vem... Vamos tomar um banho juntos... Ainda temos a noite toda pela frente...


Eu sabia que estando ali com ele não iria dormir tão cedo e confesso que isso estava sendo mais que perfeito pra mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário! A sua opinião sobre as fanfics é muito importante para que os autores continuem escrevendo. Fale sobre o mais gostou, sobre o que espera ler nos capítulos seguintes. Comente sobre seus personagens favoritos e os que mais detesta. Não deixe de comentar, seja mais ativo e evite que as fanfics entrem em hiatos por desmotivação da autora em escrever. Não seja um leitores fantasma. Comente agora mesmo!

DEIXE SEU RECADO!

SITE DE NOTICIAS - TAYLOR LAUTNER MANIA